sexta-feira, 19 de julho de 2019

Grande estreia


Nesta sexta-feira (19), Carlos Janduy estreia o programa Estação do Festival, a partir das 14 horas, na 87 FM.

Voltado exclusivamente para o evento, o programa contará com convidados, informações e tudo mais que envolva o Festival de Inverno de Garanhuns – FIG, maior festival multicultural da América Latina.

Carlos Janduy, que produziu e apresentou o programa No Clima do Festival, por 18 anos, na Marano FM, além de comandar o Estação Retrô, que vai ao ar todo sábado, das 7 às 9 da manhã, há mais de quatro anos, na 87 FM, agora também fará parte da equipe de cobertura do FIG na emissora.

Aplausos para este grande comunicador do nosso estado de Pernambuco.

Sivaldo solicita todos os recursos disponíveis das policias civil e militar na procura do menino Lucas Vinícius, de oito anos, desaparecido a 4 dias em Garanhuns

Menino Lucas Vinicius, de oito anos, desaparecido desde segunda-feira (15/07)

Durante reunião do programa Pacto Pela Vida, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (18), com a presença do governador Paulo Câmara (PSB), dos chefes das forças policias do estado, e de várias autoridades, no auditório do hotel Tavares Correia na cidade de Garanhuns, o deputado estadual Sivaldo Albino, líder do PSB na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, solicitou um esforço concentrado das Polícias Civil e Militar no caso do desaparecimento do menino Lucas Vinícius, de oito anos, desaparecido desde a última segunda-feira (15) do bairro da Massaranduba, onde morava com os avós, no Agreste Meridional pernambucano.

De imediato, o governador Paulo Câmara e o Secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, acionaram o chefe da polícia civil, Joselito Kehrle Amaral, e o delegado regional, Luiz Bernardo, pedindo um empenho concentrado e já colocando todos os recursos disponíveis no estado para a procura da criança.

Assessores de Sivaldo levaram o pai do pequeno Lucas e uma tia sua para serem recebidos pelo Chefe da Polícia Civil.


ENTENDA O CASO


Lucas Vinícius desapareceu na última segunda-feira, 15 de julho, por volta das 8h30min quando saiu de casa, na Rua Santa Rita de Cássia, na Massaranduba, para dar um recado a mando de seu avô. Um ferro velho localizado no bairro, foi o último local onde ele foi visto e já foi alvo de uma busca por parte da Polícia Civil no dia de ontem não sendo encontrado nada suspeito. Nos três dias seguintes ao desaparecimento, familiares e dezenas de voluntários realizaram buscas em grotas e matagais do bairro, mas sem sucesso.

Se alguém tiver alguma informação que possa levar ao paradeiro de Lucas podem entrar em contato com a família através do número. (87) 9.8105-9463. Ainda pode ser feito contato com as Polícias Militar e Civil ou com o Conselho Tutelar de Garanhuns.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Paulo Câmara comanda primeira reunião do Pacto Pela Vida no Agreste Meridional

Fotos: Heudes Regis/SEI

Interiorizando as ações do Pacto Pela Vida e ampliando as discussões sobre segurança pública, o governador Paulo Câmara comandou, nesta quinta-feira (18.07), a primeira reunião de acompanhamento do programa em Garanhuns, principal cidade do Agreste Meridional de Pernambuco. O município alcançou a maior redução de homicídios da série histórica do PPV, com uma diminuição de 70% nos crimes letais no último mês de junho, enquanto a região como um todo registrou uma retração de 50% no primeiro semestre.

Durante a reunião, realizada no Centro de Convenções do Hotel Tavares Correia, também foi apresentado o balanço dos números do último semestre em Garanhuns e na Área Integrada de Segurança 18, que abrange 23 municípios da região. Nos seis primeiros meses de 2019, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) cometidos nesta cidade sofreram uma redução de 36% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já em relação aos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), a diminuição foi de 37% para o mesmo recorte de tempo.
  

“Aproveitamos a oportunidade de estar no interior para ampliar a discussão sobre segurança pública. Quando fazemos uma retrospectiva, vemos que a interiorização teve uma contribuição muito importante nesses números. Realizamos a contratação de policiais militares e civis, reequipamos a polícia com viaturas e, além disso, realizamos reuniões como essa, que integra todas as partes envolvidas. Isso faz diferença para o que queremos: construir um Pernambuco com redução de crimes, para chegar a um patamar no Estado com taxas condizentes com as de países mais desenvolvidos. Segurança é um trabalho diário, e o Pacto Pela Vida está mais vivo do que nunca”, afirmou o governador.

Ao todo, foram registrados 16 CVLIs entre janeiro e junho deste ano, contra 25 notificados no mesmo período do ano passado. A análise dos CVPs revelou 10 ocorrências nos seis primeiros meses, contra 655 notificadas no período equivalente em 2018. Garanhuns faz parte da Área Integrada de Segurança 18, que engloba ainda os municípios de Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Iati, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha, Jurema e Ibirajuba.


Participaram da reunião do Pacto pela Vida em Garanhuns os secretários estaduais Sílvia Cordeiro (Mulher); Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos); Cloves Benevides (Políticas de Prevenção às Drogas); Gilberto Freyre Neto (Cultura); o Coronel PM Carlos José Viana (Casa Militar); o coronel PM Vanildo Maranhão (chefe da PMPE); o delegado Joselito Kehrle (chefe da Polícia Civil); e o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.

Inscrições para Educação de Jovens e Adultos encerram terça-feira (23)


As inscrições para o Ensino Médio da modalidade Educação para Jovens, Adultos e Idosos (EJA), promovido pela Secretaria de Educação e Esportes do Estado, continuam abertas.  São ofertadas mais de 30 mil vagas em 418 unidades de ensino do Estado. Os candidatos podem se matricular na escola de sua preferência, até a próxima terça-feira (23).

Para se inscrever, o interessado deve ter mais de 18 anos e não ter concluído o Ensino Médio. Não há limite de idade. Para realizar a matrícula, o candidato deve apresentar o certificado de conclusão do Ensino Fundamental (original), ou declaração provisória ou histórico escolar; foto 3X4; RG e CPF (cópia e original); e comprovante de residência (cópia e original). Se o candidato for trabalhador, será necessário levar comprovante de vínculo, por causa da tolerância e do horário.

O Ensino Médio da EJA tem duração de 18 meses, dividido em três módulos, sendo um por semestre (500 horas/aula cada). Para maiores informações, entrar em contato com a Gerência de Educação de Jovens, adultos e idosos (GEJAI), pelo telefone 0800 286 0086.

Serviço

Inscrições para Educação de Jovens e Adultos encerram terça-feira (23)

Inscrição: de 01 até 23 de julho, presencialmente na escola de preferência

Para mais informações: 0800 286 0086


RELAÇÃO DAS ESCOLAS ONDE PODEM SER FEITAS AS INNSCRIÇÕES NAS CIDADES NO AGRESTE MERIDIONAL


ESCOLA JOAO RODRIGUES CARDOSO – ÁGUAS BELAS

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO NOSSA SENHORA DO PERPETUO SOCORRO – CAPOEIRAS

ESCOLA ELPIDIO BARBOSA MACIEL – SÃO BENTO DO UNA

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO AZARIAS SALGADO – ANGÉLIM

ESCOLA CORONEL JOSE ABILIO – BOM CONSELHO

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO PROFESSORA ISMENIA LEMOS WANDERLEY – BREJÃO

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO LUIZ PEREIRA JUNIOR – CAETÉS

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO AUGUSTA CORDEIRO DE MELO – CALÇADO

ESCOLA PE. ANTÔNIO CALLOU DE ALENCAR – CANHOTINHO

ESCOLA PROFESSORA CLARICE GODOY – CORRENTES

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO FRANCISCO MADEIROS – GARANHUNS

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO DOM JOAO DA MATA AMARAL – GARANHUNS

ESCOLA DOM JUVENCIO BRITTO – GARANHUNS

ESCOLA HENRIQUE DIAS – GARANHUNS

ESCOLA PROFESSORA ELISA COELHO – GARANHUNS

ESCOLA PROFESSORA ELVIRA VIANA – GARANHUNS

ESCOLA SAO CRISTOVAO – GARANHUNS

ESCOLA SENADOR ADERBAL JUREMA – GARANHUNS

ESCOLA SIMOA GOMES – GARANHUNS

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO VIRGEM DO SOCORRO – GARANHUNS

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO FRANCISCO PEREIRA DA COSTA IATI

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO SEBASTIAO TIAGO DE OLIVEIRA – JUPI

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO ABILIO MONTEIRO – LAGOA DO OURO

ESCOLA JORNALISTA MANUEL AMARAL – LAJEDO

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MÉDIO REGINA PACIS – PALMERINA

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO NARCISO CORREIA – PARANATAMA

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO MONSENHOR JOAO MARQUES – SALOÁ

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO JOAO FERNANDES DA SILVA – SÃO JOÃO

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO MONSENHOR ALFREDO DAMASO – TEREZINHA

ESCOLA DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO PADRE ANTONIO BARBOSA JUNIOR – JUREMA

ESCOLA DE REFERENCIA EM ENSINO MEDIO HENRIQUE JUSTINO DE MELO – JUCATI

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Com público recorde, Casa das Artes inaugura 2ª edição e anuncia agenda cheia até 27 de julho


A emoção deu o tom da cerimônia de abertura da segunda temporada da Casa das Artes, território cultural de Garanhuns, ontem (16), em Heliópolis. Ao som da banda do 71 BIMTz, sob a regência do maestro ten. Flávio, e da voz de Dudu Pimentel, de apenas doze anos – revelação da primeira edição do evento -, um público de centenas de pessoas teve a oportunidade de conhecer o espaço, que esse ano conta com novidades como o Jardim das Artes, o Espaço do Artesão e o Palco das Flores. O Espaço Gourmet, um dos setores mais badalados da edição anterior, foi ampliado e oferece novas opções gastronômicas.


Com entrada gratuita, o evento – realizado pela Rádio Marano – acontece até o próximo dia 27, das 10 h às 22 h, com extensa programação para crianças e adultos, sempre antecipada pelo perfil da Casa no Instagram. A programação conta diariamente com apresentações de música, dança, poesia, oficinas de arte e música para crianças e adultos e exposição de arte e artesanato. A partir das 16 h, o espaço de gastronomia é aberto e oferece chocolates, salgados, pizzas, bolos, fondue, cervejas, vinhos e outras opções típicas do inverno garanhuense. As obras dos artistas plásticos, mestres e artesãos podem ser adquiridas pelos visitantes.


O diretor da Rádio Marano, Jorge Branco, ressalta que o objetivo na realização da Casa das Artes é aproveitar o grande fluxo de pessoas em Garanhuns no período do Festival de Inverno para oportunizar aos artistas e artesãos mais visibilidade aos seus trabalhos. “A gente acredita que a Rádio deve cumprir uma função social de colocar Garanhuns na vitrine e esse é o caminho que encontramos, tentar retribuir à cidade tudo o que recebemos nesses tantos anos de trabalho e dedicação”, afirmou. A curadoria da Casa das Artes é assinada por Waldéria Santana.


SERVIÇO:


CASA DAS ARTES DE 16 A 27 DE JULHO DAS 10 H ÀS 22 H

ENTRADA GRATUITA

AV. RUI BARBOSA, NÚMERO 301, HELIÓPOLIS, GARANHUNS – PE

INSTAGRAM: @CASADASARTESGARANHUNS

Governo de Pernambuco inaugura Escola Técnica Estadual em Bom Conselho


O Governo de Pernambuco realiza, através da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, a entrega oficial da Escola Técnica Estadual (ETE) Francisco de Matos Sobrinho, em Bom Conselho. A solenidade de inauguração será realizada na presença de estudantes e demais membros da comunidade escolar nesta quinta-feira (18), às 15 h.


Na sexta-feira (19), a ação na região contempla também a inauguração da Escola Municipal Professora Mirna Maria Calado Tenório, em Brejão. A construção da unidade de ensino é fruto de convênio entre o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, e a prefeitura de Brejão.


SERVIÇO


Inauguração da Escola Técnica Estadual Francisco de Matos Sobrinho

Quando: quinta-feira (18), às 15 h

Endereço: PE 218, KM 14, s/n - Bom Conselho

Planetário contará com programação durante 29° FIG


O 29° Festival de Inverno de Garanhuns contará com uma programação especial no Planetário Mauro de Souza Lima, com a exibição de filmes sobre ciência e astronomia. As sessões serão iniciadas a partir do sábado (20) e seguem até o dia 27, com sessões às 14 h, 15 h 20 min e 16 h 20 min. O acesso ao planetário é gratuito e os moradores e turistas interessados devem chegar com antecedência ao local, já que o espaço é limitado e a entrada será feita por ordem de chegada. O planetário comporta 30 pessoas por sessão.

Na sessão de 14 h, o público poderá conferir a exibição “Palco Celeste”, que traz um estudo sobre o céu e sua influência na atmosfera, refletindo luzes e cores geradas por vários fenômenos. Às 15 h 20 min, o filme a ser exibido será “Um banquete para os sentidos”, que tem como enredo uma viagem pelo corpo humano, com uma explicação sobre o que são nossos sentidos, explicados pelo ponto de vista científico. A sessão das 16 h 20 min terá a exibição do filme “Filhos do Sol”, com um passeio pelo sistema solar, enfatizando a composição da atmosfera terrestre, das estrelas e do Sol. Todas sessões também contarão com um tour pelas constelações.

FIG 2019 apresenta peças premiadas e contemporâneas do teatro nacional e pernambucano


Durante os 10 dias do Festival de Inverno de Garanhuns, uma das linguagens artísticas que atrai um público bastante cativo é o teatro. Este ano participam da programação diversos espetáculos e nomes premiados do teatro brasileiro, como a atriz Alessandra Maestrini no recital “O Som e a Sílaba”, com texto do consagrado diretor Miguel Falabella, no Teatro Luís Souto Dourado – local que recebe duas peças por dia a partir da sexta (19). Haverá também a quarta edição da Mostra Alternativa de Teatro do FIG, com peças que dialogam com várias experimentações teatrais. Outros destaques são as duas montagens premiadas e escritas pelo poeta Sergio Blank: “A Ira de Narciso” e “Tebas Land”, este último trazendo no elenco o ator Robson Torinni, nascido em Garanhuns. Há ainda uma sessão do premiado “Processo de Conscerto do Desejo”, criado pelo ator Matheus Nachtergaele, em 2015, e que já contou com mais de 160 apresentações pelo Brasil. A apresentação será na segunda-feira (22), às 18h, no Teatro Luís Souto Dourado.

“Eu sempre acho que os festivais de cultura, em geral, são importantíssimos. Todo evento que consegue fazer com que o público acesse a liberdade, é louvável. Acho que os artistas do Brasil se responsabilizam pelas coisas mais bonitas que o país tem, e a gente vai continuar na resistência sabendo que é na arte que acontece o livre pensamento”, opina Matheus Nachtergaele, que revelou ter o sonho de participar do FIG. “Agora chegou a hora”, brinca o ator que colaborou com muitos dos grandes diretores pernambucanos da atualidade, como Guel Arraes, Cláudio Assis, Lírio Ferreira e Jura Capela.

Depois de ter passado mais de uma década sem fazer teatro – concentrado no cinema e na televisão – Matheus Nachtergaele produziu, em 2015, a partir de poemas da mãe que estavam guardados, o “Processo de Conscerto do Desejo”. “Recebi do meu pai uma pasta com esses poemas quando tinha 16 anos, no mesmo dia que ele me contou sobre a causa da morte da minha mãe. Falo todos os 30 poemas, e canto umas quatro ou cinco canções que ela gostava, algumas delas do João Gilberto. Acho que vai ser uma emoção especial cantá-las dessa vez”, explica Matheus, lembrando da recente morte do criador da Bossa Nova.


Pelo quarto ano consecutivo, o FIG recebe a Mostra Alternativa de Teatro, que receberá espetáculos como o “É aquilo que nunca deixou de ser”, do Teatro Experimental de Arte (TEA), Patrimônio Vivo de Pernambuco. Essa montagem foi gerada durante a participação do ator Fabio Pascoal na oficina de iniciação ao Teatro de Objetos, ministrada pela atriz Agnéz Limbos (Bélgica), dentro da programação do Festival Internacional de Teatro de Objetos, realizado no ano de 2013, no Recife.

Livremente inspirado na obra do poeta e ceramista Mestre Galdino (in memoriam), o espetáculo, produzido com incentivo do Funcultura, busca a composição de um território de resistência a partir do universo imaginário do artista. “A história de Galdino me inquietava. Não no sentido biográfico, mas o pensando dele. A ideia com a arte da criação, e não a reprodução da realidade. O espetáculo vem nesse lugar do espaço de experimentação de linguagem, do teatro de objeto”, revela Fábio Pascoal.

Outras peças que participam da Mostra Alternativa de Teatro são “Desmontagem Evocando Os Mortos”, com Tania Farias (POA); “Exercício de Incerteza”, uma investigação de Ana Carolina Marinho e Cristiano Burlan na intersecção entre o cinema e o teatro; e “Birita Procura-se”, espetáculo protagonizado por Ariadne Antico (SP), uma atriz com deficiência auditiva que buscou superar suas dificuldades através das artes cênicas.


Dois espetáculos premiados escritos pelo poeta Sergio Blank participam do Festival: “A Ira de Narciso” e “Tebas Land“. Esta última terá nos palcos Robson Torinni, ator de Garanhuns que foi estudar teatro no Rio de Janeiro e que volta pela primeira vez à sua terra natal como ator. Já Gilberto Gawronski, um dos atores do Brasil mais premiados da atualidade, atua na peça “A Ira de Narciso”.

Tebas Land é um dos espetáculos mais respeitados de 2018, e uma das obras mais premiadas na dramaturgia mundial contemporânea. Sergio Blanc, autor da obra, recebeu cinco indicações ao Prêmio Max na Espanha. A peça venceu os prêmios Shell de Melhor Ator (Otto Jr.) e Botequim Cultural de Melhor Espetáculo, Melhor Direção e Melhor Ator (Robson Torinni).

De Pernambuco, o Coletivo Grão Comum participa pela terceira vez do FIG com o “Pa(Ideia)” – que já foi apresentado em outra edição do Festival. Para Júnior Aguiar, um dos atores do coletivo, o FIG é um festival afetuoso, “e que move uma cena bonita de Pernambuco. É realmente motivador. A gente precisa que o mercado das artes cênicas se apoie e se incentive, dinamizando a cadeia produtiva no Estado”.

O espetáculo Pa(ideia) enaltece a obra e vida do patrono da educação no Brasil, que é Paulo Freire. “Um pernambucano que é, na história do país, de todas as pessoas que já existiram, a primeira que mais foi reconhecida, premiada e aclamada no mundo pela sabedoria que tinha”, explica Junior Aguiar, que entra em cena ao lado do ator Daniel Barros.


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE TEATRO DO FIG 2019


QUINTA-FEIRA | 18
19h – O Som e a Sílaba (SP) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado

SEXTA-FEIRA | 19
18h – O Alienista (PE) l Teatro Adulto
Local: Teatro | Teatro Luiz Souto Dourado

SÁBADO | 21
11h – Estórias Brincantes de Muitos Paizinhos (PR) l Teatro para Infância
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
18h – Pa (Ideia) (PE) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – Bicho Doido (PE)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

DOMINGO l 21
11h – Estórias Brincantes de Muitas Mainhas (PR) Teatro para Infância
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
18h – Roupa Suja (SP) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
18h – Opá, uma missão (PE)
Local: Som na Rural
21h – Exercício de Incerteza (SP)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

SEGUNDA-FEIRA l 22
18h – Processo de Conscerto do Desejo (RJ) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – É Aquilo que Nunca Deixou de Ser (PE)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

TERÇA-FEIRA l 23
18h – Tebas Land (RJ) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h    #MEDUSAMUSAMULHER (PE)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

QUARTA-FEIRA l 24    
18h – A Ira de Narciso (RJ) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – Birita Procura-se (SP)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

QUINTA-FEIRA l 25
18h – Aqueles Dois (MG) l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – Ato de Comunhão (RJ)
Local: Espaço de Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

SEXTA-FEIRA l 26
11h – O Espelho Da Lua (Pe) Teatro para Infância
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
18h – Espetáculo A Ser Definido l Teatro Adulto
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – Terrorismo (Pe)
Local: Espaço De Teatro Alternativo – Av. Euclides Dourado

SÁBADO l 27
11h – Tagarelando (RJ) (Teatro Para Infância)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
18h – A Palavra Progresso Na Boca Da Minha Mãe Soava Terrivelmente Falsa (RJ) – (Teatro Adulto)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado
21h – Desmontagem Evocando Os Mortos – Poéticas Da Experiência (RS)
Local: Espaço De Teatro Alternativo (Av. Euclides Dourado)

Figuinho, voltado para o público infantil, é uma das novidades da 29ª edição do Festival


Referência nacional quando o assunto é produção cultural para o público infantil, Pernambuco terá durante a 29ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns uma novidade voltada para a criançada: O Figuinho, que vai contar com uma série de atividades lúdicas como contação de histórias, oficinas, além de exibições de filmes, apresentações da cultura popular, teatrais, circenses e musicais. Em toda a programação do Festival, haverá um selo do Figuinho indicando quais atrações são direcionadas para a garotada.

Com uma programação inédita, o Figuinho acontecerá durante as tardes dos dois sábados (20 e 27 de julho) no Palco Pombo / Instrumental do Festival (localizado no Parque Ruber Van Der Linden). Uma das atrações confirmadas para o primeiro sábado (20) é a Fada Magrinha, que revelou estar preparando um show especial para o Festival.

“Vamos mostrar no FIG nosso trabalho autoral misturado com o que Pernambuco tem de cultura, com frevo, caboclinho e maracatu, entre outras coisas. É importante um espaço como esse porque mostra o potencial que Pernambuco tem na produção cultural pensada para as crianças. A ideia é que não só a criança seja convidada a entrar no universo, mas também toda a família”, explica a artista.

Diariamente haverá, na Praça da Palavra Jomard Muniz de Britto, atividades como contação de histórias para crianças, além de alguns lançamentos de livros infantis ao longo da programação do FIG. Na Casa do Saber, entre os dias 22 e 26 de julho, as crianças e seus familiares poderão participar da Oficina de Cinema de Animação, com o Ponto de Cultura A Saga do Audiovisual e Cidadania, do Mestre Lula Gonzaga, também Patrimônio Vivo de Pernambuco.


Além disso, pelo terceiro ano consecutivo, o Outras Palavrinhas levará artistas da cultura popular e contadoras de histórias para interagir com o público infantil. No dia 27 de julho, haverá a participação de duas atrações de Garanhuns: o Reisado Mirim da Convivência, com a presença do Mestre Luiz Gonzaga, Patrimônio Vivo de Pernambuco; e a educadora Yale Feitosa, que é gestora de bibliotecas comunitárias na cidade.

Já a lona de circo montada no Parque Euclides Dourado é um dos polos que mais envolvem a garotada, e tem a expectativa de atrair milhares de crianças (de todas as idades) durante as apresentações. Uma novidade este ano é que o FIG terá sessões em dobro nos dois sábados (20 e 27) e no domingo (21) do festival, às 14h e 16h. Os ingressos serão distribuídos pela manhã, às 10h, na própria lona.

No domingo (21), por exemplo, haverá a Mostra de Números Circenses com várias apresentações com a participação da Escola Pernambucana de Circo (EPC), que já participou de 15 edições do festival. “Na mostra a gente vai ter dois palhaços, Anito e Aninha, costurando os números. E vamos ter Maria Caroline, que vai apresentar um número de lira com contação de história”, explica Fátima Pontes, gestora da EPC, que atualmente atende a 100 crianças e adolescentes do Recife.

Há ainda opções de espetáculos teatrais no Teatro Luiz Souto Maior, onde duas peças infantis podem ser assistidas por toda a família: “Estórias Brincantes de Muitos Paizinhos” (PR), no domingo (21); e “Tagarelando” (RJ), no sábado (27), ambas às 11h.

Praça da Palavra homenageia Jormard Muniz de Britto e investe em diversidade literária


A Praça da Palavra, espaço dedicado aos amantes da literatura, busca contemplar a produção da linguagem em suas mais variadas formas. Além das ações sobre o poeta Jormard Muniz de Britto, que é o homenageado do polo em 2019, o ambiente montado na Praça Souto Filho também contará com debates, lançamentos de livros, intervenções, contações de histórias, recitais e saraus que exploram desde expressões literárias mais tradicionais até gêneros contemporâneos. Um exemplo desse último grupo é o slam, também conhecido como batalha de versos, que revelou artistas como Bell Puã, integrante da programação do evento pela primeira vez.

“O FIG tem essa importância de ser um festival cultural muito grande e acessível para o público em geral. Fui ao festival antes como espectadora, quando pude ver artistas não só daqui da região, mas também de outros estados, que inspiraram a minha performance, e, para mim, é uma satisfação voltar como convidada agora para dar minha contribuição como poeta, escritora e slameira. Imagino que vai ser uma troca muito democrática”, observa Bell, que irá lançar o livro “Lutar é crime”, além de integrar os debates “A literatura de Slam no papel: entre a poesia falada e a poesia escrita” e “Pra escurecer o debate: todo poeta é multiverso”.

A programação ainda contará com lançamentos nacionais, como a biografia “Planet Hemp: mantenha o respeito”, que contará com a participação do autor paulistano Pedro Luna, além de prestigiar a carreira de autores pernambucanos, como Miró, com o projeto “Sarau Miró”. O público infantil, por sua vez, contará com atividades no polo pelas manhãs, como os lançamentos dos livros “DiAnimal”, de Alexandre Revoredo, e “A engenhoca”, de Thiago Corrêa. 


Na área externa da Praça da Palavra, os visitantes poderão conferir ações especiais, como “Ruas Assombradas”, que une oralidade e literatura, explorando personagens de lendas urbanas; “Livros Livres”, que distribui livros pela cidade para serem capturados por novos donos; e “Guarda Poesia”, que leva declamadores para diferentes endereços da cidade, dentre eles o Sesc.

Jormad Muniz de Britto - A Praça da Palavra promoverá ainda uma série de saraus e mesas redondas em homenagem a Jomard Muniz de Britto. A primeira delas acontecerá na abertura do polo literário, no sábado (20), às 19h, quando o homenageado participa do bate-papo “JMB entre as famigeradas”. O encontro contará com a participação das escritoras Maria Alice Amorim (Recife) e Sthephany Metódio (Garanhuns). “A única exigência de Jomard foi de que a mesa fosse mediada por mulheres e que uma das convidadas deveria ser de Garanhuns para prestigiar a produção literária da cidade”, conta Roberto Azoubel sobre o evento de abertura.

Além do bate-papo, nesse primeiro dia, o homenageado autografa sua biografia “Professor em transe”, escrita por Fabiana Moraes e Aristides Oliveira. A obra, editada pela Cepe, relembra com fortes pitadas poéticas, as várias facetas de sua agitada trajetória artística.

Ainda dentro da programação da Praça da Palavra, em parceria com o Sesc Pernambuco, haverá a leitura dos célebres atentos póeticos de Jomard Muniz de Britto. Batizada de “Trazendo Jomard todo dia”, a performance de Lanna Pinheiro (PE) e Vadeilton Gonçalo (PE) ocupará o polo literário de segunda (22) à sexta-feira (26), a partir das 18h50.

Já na quarta-feira (24), às 19h, o escritor e professor de literatura Moisés Monteiro Neto (PE) comanda a mesa “Movimento Tropicalista: Rupturas e Legados”. No bate-papo, mediado por Jaqueline Salomé (PE), o autor do livro “Os abismos da poeticidade em Jomard Muniz de Britto: do escrevivendo aos atentados poéticos” falará da participação do homenageado na Tropicália e os legados que o movimento deixou para a cultura brasileira.