quinta-feira, 9 de abril de 2020

Priscila Krause apresenta questionamentos e propostas ao Governador Paulo Câmara


Reunião online dos deputados estaduais com o governador Paulo Câmara sobre as medidas do Poder Executivo estadual para enfrentamento ao coronavírus. A conferência foi iniciada às 17h desta quarta-feira (8). Estavam presentes secretários de Saúde, Planejamento e Casa Civil. A deputada estadual Priscila Krause apresentou dez questionamentos/solicitações, resumidos objetivamente aqui:

1 – Pedido para que dados da central de leitos (ritmo de ocupação e disponibilidade dos novos previstos) sejam disponibilizados diariamente na internet para que sociedade tenha conhecimento.

2 – Solicitação para divulgação diária, nos boletins da Secretaria de Saúde, do número de testes realizados pelo Lacen e, se for o caso, por laboratórios privados contratados pelo Estado com esse fim.

3 – Existe algum planejamento de repasse financeiro do tesouro estadual para os municípios fora os R$ 1,4 milhão anunciados para assistência social - mesmo positivo, valor é diminuto -, lembrando representarem o elo mais frágil da federação brasileira? É necessário estreitar a comunicação com os prefeitos e prefeitas. Temos recebido queixas de falta de orientação e informação para ajudar no planejamento das ações municipais.

4 – Assim como fizeram Bahia e Ceará, existe a previsão do senhor enviar projeto para a Alepe determinando que o governo assuma o pagamento, nos próximos três meses, da conta de energia dos consumidores de baixa renda (até 100 kWh/mês)?

5 – Apelo para que se atenda ao pleito dos técnicos de enfermagem relativo à gratificação de insalubridade. A categoria tem péssimos salários e chegam a ganhar, no salário-base, valor abaixo do salário mínimo em vigência (algo em torno de R$ 750,00). O pagamento da insalubridade não resolve, mas ameniza a situação financeira desses importantes profissionais.

6 – A Agência de Empreendedorismo de PE (Age) prorrogou o pagamento de uma das suas quatro linhas de crédito (Crédito Popular). Existe a pretensão de prorrogar os vencimentos das outras três linhas (voltadas para as micros, pequenas e médias empresas)? Solicito que sejam prorrogados também.

7 – Reforço no policiamento na Região Metropolitana e interior, a exemplo de Garanhuns e Caruaru, tanto na cidade quanto na zona rural.

8 – Quantos leitos de UTI da rede que existem hoje estão disponíveis exclusivamente para os pacientes com COVID-19? Desses leitos, quantos na Região Metropolitana e quantos no interior?

9 – Dos novos leitos previstos e anunciados desde meados de março, quantos já estão efetivamente funcionando (também por RMR e interior)?

10 – Sobre os leitos do Oswaldo Cruz e do Dom Helder citados, não ficou claro se são novos leitos ou realocações dos que já existiam?

Parte dos questionamentos foi respondida ao final da reunião. As respostas serão disponibilizadas no “minhas histórias” do Instagram ou, caso solicitado, nas respostas do Face.

Nenhum comentário:

Postar um comentário