sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Garanhuns usa recurso do FUNDEB para pagar guarda municipal e até como auxílio funerário

Professora Ana Paula


Presidente do Conselho que fiscaliza o a aplicação dos recursos do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica, professora Ana Paula, denunciou hoje, na Rádio Marano, que a Prefeitura de Garanhuns usou ilegalmente mais de R$ 1,5 milhão, pagando até funeral e guardas municipais com recursos que são exclusivos para a educação.

Os recursos, segundo Ana Paula, em torno de R$ 4 milhões, tinham sido bloqueados pela Justiça, mas voltaram ao município graça a uma ação da Prefeitura.

Quando o dinheiro foi desbloqueado, o município depositou numa conta que não é do Fundeb – o que é ilegal –, depois colocou conta da educação, mas ficou com parte substancial dos recursos,  que foram usados de forma contrária à lei.

Conselho do Fundeb realizou votação para apreciar a movimentação atípica da verba pelo Governo Municipal e por três votos a dois foi decidido que o fato será objeto de investigação.

Segundo Ana Paula, a denúncia será encaminhada à Câmara dos Vereadores e a Justiça Federal, já que os recursos são provenientes de Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário