terça-feira, 27 de novembro de 2018

Vereador de Palmeirina, Galego de Toinho, é hoje a maior oposição ao governo do prefeito Marcelo Neves

O vereador de Palmeirina Galego de Toinho

Galego de Toinho, vereador de Palmeirina no agreste meridional pernambucano, tem sido o motivo de muita dor de cabeça para o prefeito daquela cidade, Marcelo Neves (PSB).

É que depois que o vereador, que era da base do governo municipal na câmara de vereadores, rompeu com Marcelo, o governo não tem tido mais trégua com a intensa fiscalização do vereador em todos os setores da administração.

Segundo o vereador, o motivo do rompimento teria sido justamente os constantes descasos do governo com o provo que o elegeu.

“Amigo Cisneiros, não tinha mais a menor condição de continuar apoiando este governo do prefeito Marcelo Neves com os seus sucessivos desmandos que sua administração vem causando no município. É problema na saúde, é problema na educação, é problema no SAMU, é problema no hospital, é problemas com os servidores, é a não prestação dos serviços mais básicos a população. E o pior de tudo, não vemos a menor vontade do prefeito de resolver. Pelo contrário, só quer luxar e passear.” Diz o vereador palmeirinense, Galego de Toinho.


Ainda segundo o vereador, o SAMU da cidade que estava parado a mais de quinze dias, teria voltado a funcionar graças a sua briga para tal.

“Passando para esclarecer que o SAMU já está de volta, após minha fiscalização. Graças a Deus voltou para servir a população. Espero que essa situação não se repita!” Disse o vereador em sua página oficial no Facebook.




Veja a integra da nota, também publicada em sua página oficial no Facebook, em que o vereador fala sobre a situação em que se encontrava o SAMU no município:


É com imensa tristeza que venho aqui mostrar a situação em que se encontra a base do SAMU, a quase três meses desativada, e por consequência disso, nossa população sofre com essa falta de assistência que por diversas vezes nos foi útil.

Peço que o senhor Prefeito Marcelo Neves e seu irmão Santelmo Neves, tenham um pouco de respeito com o nosso povo e também com os funcionários do SAMU, onde os mesmos foram afastados por 15 dias, para o Senhor Prefeito Marcelo e o Senhor secretário de Saúde Santelmo fazerem uso da metade dos seus salários para o conserto da viatura, no qual é obrigação da própria prefeitura entrar com contrapartida para efetuar o conserto e não descontar dos funcionários para pagar o mesmo.

Isso não existe!

É uma vergonha!

Eu como vereador, vou tomar as medidas cabíveis no Ministério Público Federal e Estadual, pois minha função é fiscalizar e não esconder por debaixo do tapete essa sujeirada toda.


Galego de Toinho
Vereador da cidade de Palmeirina na região do agreste meridional de Pernambuco


A redação do Blog do Cisneiros tentou entrar em contato com o prefeito Marcelo Neves via celular sem sucesso.

Deixando o espaço totalmente aberto a fala da prefeitura caso assim deseje se pronunciar a respeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário