sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Justiça pernambucana acaba de determinar a manutenção da Delegacia especializada de combate à corrupção


Justiça pernambucana acaba de determinar a manutenção da Delegacia especializada de combate à corrupção, a Decasp, por pelo menos 45 dias para que a delegada Patrícia Domingos tenha condições mínimas de concluir importantes investigações. Em resposta a duas ações, impetradas por estudantes de Direito da UFPE e pela Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe), o juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Augusto Napoleão Angelim, atendeu as argumentações, parte delas também levantadas por nós na tribuna da Alepe. Não há nenhum embasamento que justifique tamanha pressa do governador Paulo Câmara, sobretudo porque o novo Departamento criado, o Draco, só funcionará a partir de 2019. Outro ponto relevante é que o governo poderia criar o novo Departamento, integrando a Decasp nessa nova estrutura, mas não fez, transferindo a delegada para área de homicídios, diferente da sua especialidade. Vamos em frente e parabéns a todos que fazem dessa luta uma luta por Pernambuco, engrandecendo a causa e não deixando esse absurdo passar despercebido. #posicionamento #decasp #combateacorrupcao #policiacivil


Priscila Krause (DEM)
Deputada Estadual de Pernambuco



Nenhum comentário:

Postar um comentário