quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Governo Municipal de Garanhuns prepara pacote de maldades para população


Já não bastasse os sucessivos escândalos em que o governo municipal está envolvido, como o mais recente dos crimes ambientas com o despejo em riachos e nascentes de esgotos da cidade, agora o atual gestor quer taxar até o ar que os garanhuenses respiram. Isso mesmo, parece mentira, mais só é o que falta acontecer, basta ver o projeto de reforma tributária que a prefeitura mandou para a câmara de vereadores para ser apreciado.

Caso os vereadores aprovem o projeto enviado pelo executivo, os setores produtivos, de serviços e o comércio em geral, irão pagar novas taxas e impostos por quase tudo que que tenham dentro e fora dos seus estabelecimentos.


Vamos usar o exemplo de uma padaria, imaginemos uma padaria com uma fachada de uns 10 metros quadrados na frente do estabelecimento, para está fachada continuar lá o dono da padaria terá de pagar uma taxa de 32 reais por metro quadrado, ou 320 reais por ano. Em alguns casos as novas taxas e tributos serão mensais.

Ainda tem mais, este mesmo dono desta padaria se quiser ter um forno para assar os pães, o que é obvio, terá também de pagar uma nova taxa por cada forno que tiver dentro do seu estabelecimento. É mole?

E não para por aí, estes são só alguns exemplos. Mas são páginas e páginas com novas taxas e tributos para penalizar uma classe que já vem sofrendo muito com tantos impostos e com a atual crise. O que o gestor municipal parece não se importar, é com o potencial de travamento da geração de emprego e renda na cidade, uma vez que contratações e novos investimentos podem ser inibidos com tal atitude da prefeitura e dos vereadores, caso aprovem o projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário