quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Claudiano Filho critica proposta de benefício fiscal do Governo à Nestlé


O deputado estadual Claudiano Martins Filho (PP) considera negativa proposta que visa conceder benefício fiscal à empresa Nestlé com um desconto de 90% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para que a multinacional instale uma unidade de envasamento de leite em pó na fábrica que já funciona em Garanhuns (Agreste Meridional). Segundo o deputado está se trocando uma movimentação de R$1,19 bilhão ao ano e 100 mil empregos diretos por uma expectativa de arrecadação de R$ 2 milhões ao ano e 40 empregos diretos. “Essa conta já foi provada recentemente pela Federação de Agricultura de Pernambuco (Faepe) em audiência pública promovida pela Comissão de Agricultura da Casa, a qual presido”, alerta.

Segundo entidades representativas do setor como a Simproleite-PE, o problema da proposta é que ela não garante que o leite utilizado pela Nestlé seja comprado dos produtores locais. Elas acreditam que o excesso da produção do Sudeste será trazido para cá, o que vai acabar jogando os preços da produção local para baixo.

A proposta está sendo avaliada pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e deve seguir para aprovação do Governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário