segunda-feira, 16 de julho de 2018

Vereadora Betânia da Ação Social desmascara Prefeitura de Garanhuns


Rebatendo a nota divulgada pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, a vereadora Betânia da Ação Social divulga áudio que desmascara a farsa da prefeitura.

Em nota, a vereadora nega que tenha cometido atos que possam ser classificados como "abusivos", e diz que a funcionária pode ter sido induzida pelo prefeito Izaías Régis (PTB) e sua equipe da saúde e da comunicação a prestar queixa na delegacia, e classifica o ato como "mentiroso" e "armação". Como prova áudio divulgado pela vereadora.

Em áudio anexado a nota da vereadora, a enfermeira Darliane Rodrigues revelou que por falta de médicos no posto de saúde, ela mesma prescreve as medicações, levando em seguida a receita para médicos carimbarem e assinarem, sem que sequer os médicos tenham consultado os pacientes.

"Isso é crime e grave, porque coloca em risco a vida de pessoas", disse a vereadora.

Ainda na nota, a vereadora comunica que pretende acionar a polícia judiciária por falsa comunicação do crime, uma vez que, "a queixa prestada na delegacia não corresponde à verdade."




Leia a nota na íntegra:


Da: Vereadora Betânia da Ação Social

Para: A Imprensa de Garanhuns

Fiquei surpresa com a atitude da enfermeira Darliane Mendes Rodrigues, do PSF da Brahma, em registrar uma queixa contra minha pessoa, meu chefe de gabinete Luizinho Roldão e o blogueiro Kleber Cisneiros, depois da nossa visita à unidade de saúde do bairro José Maria Dourado.

Informo que a visita foi feita para fiscalizar o funcionamento do posto, de modo a cumprir meu papel de parlamentar.

Posso garantir que tanto eu Betânia da Ação Social quanto as duas pessoas que me acompanharam em nenhum momento foram invasivas ou mal-educadas, trataram bem a funcionária e por esta também fomos bem recebidos.

A conversa, inclusive, foi registrada em áudio (anexo para todos que quiserem ouvir), o que desmente tanto a versão da enfermeira no Boletim de Ocorrência quanto uma nota oficial da Prefeitura do Município, distorcendo os fatos com objetivos políticos.

A impressão que se tem, é que o prefeito pressionou a funcionária e sua equipe de comunicação a prestar queixa e divulgar essa versão mentirosa, para me atingir, como também meu chefe de gabinete Luizinho Roldão e o blogueiro Kleber Cisneiros que nos acompanhava.

A verdade é que fizemos uma visita de trabalho, tratamos bem a enfermeira e todos que estavam na unidade de saúde, constatando, na ocasião, a falta de médico e de medicamentos, num descaso lamentável com a população de Garanhuns.

Mais uma vez é lamentável que o Governo Municipal, no lugar de reconhecer as falhas, contratar médico para atendimento da população e suprir a farmácia do posto dos remédios necessários, transforme um problema de saúde pública num caso policial e ainda use a estrutura de comunicação da prefeitura para reforçar uma mentira.

O prefeito, que continua devendo ao povo de Garanhuns, em mais de um ano e meio do segundo mandato, continua com o comportamento estranho de fazer política de CORONEL DO ASFALTO, de uma forma rasteira, colocando sempre seu ego, acima dos interesses de Garanhuns e do seu povo.

Com tudo isso pretendo acionar primeiramente a polícia judiciária para que todos os envolvidos na “armação” paguem pelo crime de comunicação falsa de crime, uma vez que a queixa prestada na delegacia não corresponde à verdade.

No áudio feito quando da visita à unidade de saúde, há um trecho em que a enfermeira Darliane Rodrigues revela que, por falta de médicos no posto, ela mesmo prescreve a medicação e leva a receita para os médicos carimbarem e assinarem, sem que estes ao menos tenham visto os pacientes. “Isso é crime e grave, porque coloca em risco a vida das pessoas”, espero que o prefeito tome providências contra esta situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário