sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Uchoa vai à mesa com Paulo, que nega benção à chapinha


Renata Bezerra de Melo, FolhaPE

Já era noite de ontem quando o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa, foi recebido pelo governador Paulo Câmara no Palácio das Princesas. A pauta foi a chapinha formada por membros da Frente Popular, visando à corrida para a Câmara Federal, que acabou inviabilizando o ingresso de Guilherme Uchoa Júnior no PDT. Ao dirigente da Alepe, o chefe do Executivo estadual assegurou que a composição que reúne PP, PDT, PSL, Solidariedade e PCdoB não tem o seu aval e nem foi resultado de acordo com o governo. Os dois ficaram de voltar a se encontrar na próxima segunda-feira. No Palácio das Princesas, a ordem é reverter a chapinha. O presidente informou ao governador que tinha ido a Brasília (na quarta-feira), de onde tinha saído "muito decepcionado" por conta dessa chapinha. Uchoa narra o seguinte: "Ele (Paulo) disse: 'Não autorizei isso (chapinha), não concordo com isso e, se você quiser continuar no PDT, fique à vontade. Nós vamos ter chapão'". Uchoa devolveu: "No PDT, não fico".

Está decidido a deixar a sigla na qual milita há 20 anos independente de chapinha ou chapão. "O governador me garantiu que não haveria chapinha para federal. Então, eles vão ter que tomar um rumo", prossegue Uchoa. E crava: "No momento, não há nenhuma condição mais de continuar no PDT". Ainda ontem, ele comunicou sua saída ao presidente nacional da sigla, Carlos Lupi. Até a segunda-feira, o governador deve conversar com aliados que idealizaram a chapinha. O assunto, que vem sendo debatido entre as siglas aliadas desde setembro, como a coluna registrara, sem que se puxasse as rédeas, entrou no radar do Palácio. De antemão, Uchoa assegura: "Romper com Paulo Câmara? De jeito nenhum!".


"Estou no aviso prévio"


Guilherme Uchoa não deixa o PDT sozinho. Leva mais três deputados estaduais: Jadeval de Lima, Pedro Serafim Neto e João Eudes. "Vou ter que arrumar um partido. Estou sem emprego, no aviso prévio. Tenho 30 dias para resolver minha vida", calcula.

Surpresa > Como a coluna cantara a pedra, Lupi havia feito o convite para que Guilherme Uchoa Júnior ingressasse no PDT durante a passagem de Ciro Gomes por Pernambuco. "Fui lá com Júnior porque Lupi, na frente do governador, convidou. Quando cheguei em Brasília, a conversa era diferente", pondera Uchoa.

Chiadeira > Sobre, eventualmente, migrar para o PSB, Uchoa diz não estar " fora de cogitação". Mas admite: "Se eu entrar lá, o pessoal vai chiar, porque tenho muito voto".

Só dois ausentes > Da bancada do PSB, apenas Marinaldo Rosendo (PE) e César Messias (AC) não compareceram ao almoço com Márcio França, em São Paulo, ontem. Ambos justificaram as ausências. Rosendo já assinou ficha do PP.
           
Barreira > Existe uma promessa de filiação de Alessandro Molon (RJ) e de Aliel Machado (PR) ao PSB. No entanto, o caso de Aliel anda complicado, porque existe uma condicionante de ele obter o controle do diretório de um município, cujo dirigente, hoje, é um aliado de Beto Richa.

Malas > Vice-governador do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas, do PCdoB, esteve, ontem, à mesa com Márcio França. Deve ingressar no PSB e pode assumir o comando daquele Estado.

Dia da Mulher > Presidente da Comissão de Defesa da Mulher na Câmara do Recife, Aline Mariano fará palestra com o tema “O Papel da Mulher nas Diversas Áreas de Atuação”, no dia 8 de março, no Terra Café Bar. O evento contará com a presença da secretária da Mulher do Recife, Cida Pedrosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário