segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Dança das cadeiras e a dificuldade de se arrumar um secretário de saúde no governo Izaías

Izaías Régis

Com a saída de José de Abreu, ex-secretário de finanças, que sai pra assumir um novo projeto, e o afastamento de Shisneyda Furtado, ex-secretária de saúde, se cristalizou a ideia de que o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB) pretende fazer até o fim do ano uma grande reforma no seu secretariado, e como não podia ser diferente, as intrigas, fofocas e picuinhas já começam a surgir com ainda mais forma no primeiro escalão, é a eterna briga pelo poder, onde os que estão dentro brigam para ficar, se possíveis sozinhos, pois é um comendo o outro, e os que estão fora brigam para entrar. E no meio desta briga de foice no escuro fica Izaías, a quem cabe à palavra final.

Na secretaria saúde assumiu o vice-prefeito Haroldo Vicente na última quinta-feira (07). Mas algo chama a atenção, tanto Alfredo Góes, ex-secretário de saúde e de administração dos governos Izaías, quanto a recém-saída Shisneyda, também assumiram a pasta com a promessa de serem provisórios, assim como Haroldo agora, mas ambos os ex-secretários ficaram no cargo em definitivo.

Como perguntar não ofende, fazemos as seguintes perguntas: será o governo incompetente em conseguir um bom e definitivo secretário de saúde para Garanhuns? O que há com aquela secretaria, tem uma cabeça de burro enterrada lá? Por que todos os últimos três secretários, contando com Haroldo, assumem com o discurso de serem provisórios? Será por que na falta de um nome colocam qualquer um na esperança de aparecer um outro, e não aparecendo, quem antes era provisório, se transforma em permanente? Caso não seja nenhuma das alternativas acima, seria de grande utilidade o governo informar a população o porquê de tantos transtornos na secretária de saúde de Garanhuns. Afinal, a obrigação dos governos é servir a população que o mantem com seus impostos, e agir com transparência, coisa que não estão acontecendo com o atual.

Aproveitando está dança das cadeiras, dois nomes que nós, do Blog do Cisneiros, gostaríamos de ver ocupando o primeiro escalão são o do gerente de iluminação publica da prefeitura Bruno Cesar, popularmente conhecido por Bruno da Luz, e o do ex-vereador e pai da atual presidente da câmara, Zé de Vilaço.

Bruno da Luz com certeza está apto a ocupar secretarias como as de obras e infraestrutura, acreditamos que Bruno faria o bom trabalho, como já vem fazendo na iluminação da cidade. Antes que alguém reclame que na sua rua tem lâmpadas apagadas, lembramos que em um município com mais de 150 mil habitantes, a equipe de Bruno conta com apenas cinco pessoas contando o mesmo. Mesmo assim, só com quatro auxiliares, dos eletricistas e dois motoristas, está equipe consegue se superar. E não deixa de atender quem ligue no 3762-5026 e peça o reparo das lâmpadas nos postes da sua rua.

Zé de Vilaço com certeza seria um excelente secretário de agricultura, pois não é segredo pra ninguém que Zé conhece a zona rual do município e suas necessidades como poucos. Diferente do atual secretário, João Paulo, filho da secretária de ação social, que todos acusam de não ter experiência para dar conta do recado, que o mesmo não tem habilidade em se comunicar com os moradores da área rural, que até agora não mostrou a que veio e que só estaria no cargo por ser sobrinho do prefeito. Zé de Vilaço com certeza traria boas noticias tanto para o povo do sitio quanto para o governo, pois quem sabe faz, não sabe fica embromando, e com certeza este governo está precisando de boas noticias. 

Quanto a Haroldo a de se esperar pra ver no que vai dar, se ficará mesmo provisoriamente ou não, e ficando, que é o que achamos que vai acontecer, como todos os outros, é esperar e ver se dará conta do recado e se irá conquista os funcionários e a população como a sua antecessora vinha fazendo a contento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário