segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Briga para assumir a paternidade do IML em Garanhuns


Devido a grande repercussão da nossa última matéria publicada aqui no Blog do Cisneiros, matéria está sobre a vinda do Núcleo Integrado das unidades de polícia cientifica o que inclui o IML e o Instituto Tavares Buril e outros órgãos ligados à segurança para Garanhuns e região, sendo bastante elogiada e aplaudida por muitos e criticada por alguns políticos e pessoas ligadas a estes, as quais defendem seus mais diversos interesses, resolvemos voltar ao assunto e incluir alguns itens que faltaram.

No caso do IML que virá para Garanhuns já agora no primeiro semestre de 2018 como promete o Governador Paulo Câmara (PSB), quero dizer que quando afirmo que requerimentos dos legislativos municipais não valem de nada, é exatamente isso que quero dizer, valem de nada em efeito prático, de execução ou de força legal que obrigue o executivo a fazer o que o nobre vereador ou vereadora vem a requerer (pedir). Com certeza, não tenham duvidas, já deve até ter algum ou alguns requerimentos pedindo a vinda de um shopping para Garanhuns, para quando um dia a cidade tiver um, aparecer o pai ou a mãe do shopping. Ou quem sabe os dois, pai e mãe?

– Olhem, fui eu, fui eu que pedi o shopping, só construíram o shopping porque eu que requeri (pedi), teve nada haver com viabilidade do investimento e da capacidade econômica da região, só veio por minha causa, agora, votem em mim.

Bem assim algum vereador ou vereadora dirá ou dirão!


Requerimento não tem a menor força legal de forçar o executivo ou órgão nenhum a executar nada. Sendo nada mais, nada menos, que um pedido, uma sugestão do vereador, uma forma de cobrar, isso é um requerimento, tem seu valor, tem sim, afinal, tem suas funções como dissemos anteriormente, mas força obrigando que seja atendido é ZERO. Ou muito menos se tem a certeza que pelo menos chegará ao seu destino, ou, se chegar, se sequer se será lido.

Mais aí você pode se perguntar, e quais são as funções dos vereadores e qual força eles têm?

As funções dos nobres parlamentares são de suma importância, pois tem a função primordial e essencial de fiscalizar o executivo, já aproveito aqui para perguntar aos nossos 13 vereadores e vereadoras municipais qual foi a última vez que cumpriram o seu papel de fiscalização do executivo para o qual recebem uma bagatela de R$ 12,400,00?

Qual foi a última vez que prestaram contas a sociedade, seja semanal, quinzenal, mensal ou anual, qual foi a ultima vez que chegaram para sociedade e seus eleitores e disseram: “esse mês visitei tantas repartições públicas, peguei o balanço financeiro mensal do município, fiscalizei obras e licitações, e está tudo OK, tudo dentro dos conformes? Ou não.” Sei que muitos tem o que nos mostrar, estou certo? Os nobres vereadores têm de colocar na cabeça que fiscalizar o executivo não é só papel da oposição, coisa que infelizmente não temos em nosso município, pois uma boa e querente oposição faz bem a toda democracia, mas também da situação, da base aliada, é até uma forma de vocês, da base do prefeito Izaías, mostrarem que o governo que vocês, legitimamente, defendem, está com tudo em ordem e OK. É uma forma de dar um selo de qualidade. Vocês entendem isso?

Está é só uma das funções dos nobres vereadores para os quais recebem, repito, recebem a bagatela mensal de R$ 12.400,00, fora outras benesses. Mais isso já é assunto para outra ou outras matérias.

A segunda e não menos importante função dos nobres vereadores é legislar, propor leis e votar as que são enviadas a câmara municipal pelo executivo. Está é uma das funções das mais importantes, pois trata das leis que vão gerir a vida de todos no município.


“Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer se publique. Todo o resto é publicidade.” George Orwell.

Voltando ao IML e os demais órgãos ligados a segurança que serão instalados em Garanhuns, repito, se esse tem um Pai é o contribuinte pernambucano, nada mais justo, afinal, se é o contribuinte que paga a conta com seus impostos e taxas, este que é o pai.

Agora se tem um executor que é o responsável por ter tomado está ótima decisão de acordar para o problema da segurança pública no nosso estado e região, e está tendo a iniciativa de levar os órgãos de segurança, bem como levar mais policias, armas, viaturas e equipamentos para o interior, interiorizando e regionalizando a atuação do estado na área da segurança, este é o governo de Pernambuco, Paulo Câmara.

Se tiver algum parceiro que está dando total apoio e estrutura a tal iniciativa, este é o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), que mesmo sendo de palanque oposto ao do governador, está agindo de forma institucional e pensando nos interesses da cidade, bem como o governador.

Ficamos sabendo também que o nosso amigo Geandré Nogueira, ex-secretário de desenvolvimento econômico do município, realizou várias ações também no sentido de trazer tais órgãos para Garanhuns. Quero desde já aqui o parabenizar.

Quero também aproveitar e fazer justiça ao ex-vereador por quatro mandatos e hoje gerente da casa civil do estado de Pernambuco, Sivaldo Albino, o qual, nos do Blog do Cisneiros nos desculpamos por ter deixado de tocar no seu nome na nossa matéria anterior, nome este de extrema importância na vinda do IML e dos demais órgãos de segurança.

Então você pode estar se perguntando, Sivaldo, por que Sivaldo foi de extrema importância?

Simples, porque como bem disse o próprio Sivaldo a nossa redação, além de como vereador também já ter pedido (requerido) várias vezes por vários anos seguidos, vem fazendo o que, segundo o mesmo, realmente teve efeito prático nesta iniciativa do estado, e que nós do Blog do Cisneiros também acreditamos que sim, que foi pedir incansavelmente por este pleito de Garanhuns e região, semanalmente pegando no pé de Antônio Figueira, quando este estava como secretário da casa civil do estado e agora pegando no pé de Milton Mota, novo secretário da casa civil no lugar de Figueira.

Ainda ficamos sabendo que tivemos requerimentos de pelo menos mais três ou quatro vereadores.

Também descobrimos que tivemos requerimento do deputado estadual Álvaro Porto (PSD) bem como pedido do também deputado estadual Claudiano Filho (PP). Como do também tivemos o pedido do prefeito Izaías Régis quando deputado estadual por três mandatos.

Tivemos também os pedidos do ex-vereador Mario Faustino, do atual presidente do PSB local, Dorgival Figueiredo, do ex-presidente do PSB local e ex-assessor do ex-governador Miguel Arraes, Ivan Rodrigues, da ex-diretora do Dom Moura, Emília Pessoa e seu marido Marlos Duarte, prefeitos da região, o ex-prefeito Luiz Carlos, com certeza Silvino quando também prefeito e sua esposa quando deputada estadual, hoje já falecida, Aurora Cristina.

Então pergunto novamente, foi o requerimento de algum vereador que trouce tal investimento para cidade? Tenho certeza que não.

Todos tiveram sua importância? Tiveram.

Mas se tal investimento está sendo feito agora é porque o estado além de ver a necessidade de este ser feito, está tendo disponibilidade financeira e está passando por um momento que tem de dar uma resposta rápida a sociedade na segurança pública.

Se nos esquecemos de algo ou de citar mais alguém peço desculpas, mas deixo com vocês mais uma situação do nosso grande pensador Friedrich Wilhelm Nietzsche, filósofo, filólogo, crítico cultural, poeta e compositor prussiano do século XIX, nascido na atual Alemanha.

“A mentira mais comum é a que o homem para enganar a si mesmo.” Nietzsche.

Nenhum comentário:

Postar um comentário