quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Parabéns, "Querido Lar"!


Givaldo Calado de Freitas *


12 de outubro! Para mim, data altar...

Para esse altar, todo meu respeito... Para esse altar, toda minha reverência...

Para essa data-altar, todas as homenagens e saudações ao meu alcance.

Nunca me esqueço dessa data. Tenho-a sempre presente em minha mente. Também... Foram tantos os anos em suas salas. Foram tantos os anos em suas bancas. Enfim, foram tantos os anos em sua Capela...

Todavia, dois 12 de outubro me marcaram mais fortemente: 12 de outubro de 1965 e 12 de outubro de 2015. Anos do cinquentenário e do centenário do "Querido Lar", respectivamente.

No primeiro, eu quase que me despedindo do “Gigante”, já que, ano seguinte, teria que seguir para Recife, para dar continuidade aos meus estudos. No segundo, eu, já maduro, a me perguntar pelas ruas e avenidas de minha cidade se era eu mesmo que conduzia a bandeira do meu estado, já que a conduzira cinquenta anos atrás como aluno.


Não! Não pode ser eu cinquenta anos depois. Com essa saúde. Com esse vigor. Com esse entusiasmo. Com esse sentimento... Não! Não pode. 

Penso, de repente. Estou diante de mais uma obra divina. De que sou sempre beneficiário... Ah! Meu Deus!  Ouço vozes. E vozes. E aplausos.  E aplausos. Da população saudando o Colégio? Também. Mas, sobretudo, dos céus. “É você mesmo, Givaldo. Neste dia você saúda mais um aniversário do ‘Gigante da Praça da Bandeira’. Sim, do Colégio que lhe fez homem. Homem caráter. Homem sentimento. Homem fraternidade. Homem honestidade. Homem, enfim... Na certeza de que a ausência de quaisquer um desses atributos, que são intrínsecos ao verdadeiro homem, é excludente à sua condição de verdadeiro homem.” A mim mesmo, digo: Obrigado meu Deus. Obrigado por tudo.

Sempre estive atento a essa data - 12 de outubro. A ela presto minha saudação. Saudação de ex-aluno que, reconhecido e agradecido, saúda mais um ano de existência do "Templo Sagrado de Luz e Saber". Sim, do querido Colégio Diocesano de Garanhuns.

Parabéns, Meu "Querido Lar"!

Histórias mil. De seus corredores. De suas salas de aulas. Da sua Capela. Das horas de civilidade ou de educação moral e cívica do imortal Pe. Adelmar... Ah! Tenho muitas para contar. E que já venho contando, ousadamente, nessas Linhas & Linhas. Com o respeito que elas merecem. Diante de meus eternos altares - 12 de outubro e o Colégio Diocesano de Garanhuns.  O primeiro, que se confunde com o segundo. O segundo, que se confunde com o primeiro.

Parabéns, "Gigante da Praça da Bandeira"!


* Figura Pública. Advogado de Empresas. Empresário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário