quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Vereador Daniel da Silva é protagonista de cenas lamentáveis no plenário da câmara dos vereadores de Garanhuns


Quem esteve nesta quarta-feira (20) assistindo a reunião ordinária que acontece toda semana neste mesmo dia no plenário da câmara dos vereadores de Garanhuns, pôde testemunhar a cena deplorável que o vereador Daniel da Silva (PSC), líder do governo na casa, protagonizou ao pedir palavra.

Contrariado desde o momento em que o vereador Marinho da Estivas pediu vistas a emenda do vereador Arý Jr., a qual regulamenta o transporte de passageiros na cidade por carros particulares através de aplicativos ou outras plataformas de internet, passando a exigir das empresas de aplicativos ou internet que pretendam vim para Garanhuns cadastrar carros particulares para fazer transporte de passageiros, a exemplo da UBER, estejam antes devidamente regulamentadas pelas leis vigentes no País, coisa está que fica difícil, pois ainda tramita na câmara federal e no senado, matérias que pretendem de uma vez por todas regulamentar este tipo de serviço no Brasil, onde ainda não temos ainda uma legislação especifica para está nova modalidade de transporte. Por está falta de legislação especifica, a emenda passou para sociedade a impressão que sua única e exclusiva intenção era mesmo impedir a entrada do UBER em Garanhuns. Essa impressão fica ainda mais forte quando é do conhecimento de todos que o autor da emenda o vereador Ary Jr. sempre contou o apoio da categoria dos taxistas nas últimas eleições que disputou.

Voltando ao vereador Daniel, como dito acima, desde o pedido de vistas do vereador Marinho, que o líder do governo ficou “atordoado”, como já disto por alguns colegas vereadores, os quais não concordam com seu jeito “ditador de angariar votos para os projetos do seu interesse”, como chegaram a dizer alguns, “este não admite ser contrariado quando vai pedir um voto a um colega vereador da base, acha que por ser da base tem de apoiar tudo que seja do seu interesse ou do governo”, desabafa outro vereador, o qual pede reserva quanto ao seu nome, em contato agora a pouco por telefone com o Blog do Cisneiros.

No plenário da câmara, as cenas protagonizadas pelo vereador Daniel foram de total desrespeito a democracia, a liberdade de expressão e ao direito de todo e qualquer cidadão, seja ele quem for, imprensa ou não, vereador ou não, ter acesso a TODA E QUALQUER INFORMAÇÃO E A TUDO, REPITO, TUDO QUE SE REFIRA A COISA PÚBLUCA. A EXEMPLO DO SEU MANDATO E DAS SUAS AÇÕES DENTRO DAS SUAS FUNÇÕES COMO VEREADOR, SENHOR DANIEL.

Ainda segundo quatro colegas seus também vereadores com os quais o Blog do Cisneiros teve contato, “Daniel não tem a menor condição de ser líder do governo” taxa um vereador colega seu, este ainda continua, “na verdade colocaram Daniel como líder por botar, mas todos nós sabíamos das limitações na sua forma de convencimento, como também sabemos que ele tem dificuldade em aceitar quem não pensa como ele ou como ele quer que você pense.” Finaliza este vereador desabafando a respeito de Daniel.

A matéria a qual o vereador Daniel criticou no plenário, dizendo inclusive que iria processar este Blog caso não houvesse uma retratação, foi justamente matéria onde os seus próprios pares fazem as criticas acima contra ele, como também pela observação deste Blog, de que o vereador Daniel ao sair recolhendo assinaturas para a votação o quanto antes da emenda do vereador Ary votada hoje, estava tirando a possibilidade da matéria ser ainda mais debatida pela casa, como também pela sociedade, já que é um projeto que mexe com o bolso de todos, a partir do momento que pode ou não incentivar a concorrência no transporte particular de passageiros na cidade.

Diante do lamentável ocorrido, o que nós do Blog do Cisneiros temos a dizer ao vereador Daniel da Silva, é que lamenta está sua postura antidemocrática e de não saber lidar com a fiscalização CONSTANTE da imprensa e da sociedade, como também lamenta tal vereador com esta postura ocupar o cardo de líder do Governo na Câmara de Vereadores de Garanhuns. Onde dizemos aqui, desde já, que se o nobre vereador achar por bem de nos processar, que nos processe, e deixemos a justiça julgar, que respeite a imprensa, as opiniões contrárias, e a fiscalização sagrada e implacável da sociedade.

Lembrando ao nobre parlamentar, que a justiça e a fiscalização da imprensa, sociedade e dos órgãos fiscalizadores são para TODOS, e que este observe o que está acontecendo por todo Brasil com a OPERAÇÃO LAVA JATO, e a demais operações da Policia Federal. Onde muitos que se achavam poderosos estão enjaulados vendo o sol nascer quadrado por se acharem acimada de tudo e de todos.

Um comentário:

  1. Daniel, meu amigo, deixe que as coisas andem de acordo com a mais estrita convivência democrática, onde se exerce a dialética em sua plenitude.

    ResponderExcluir