segunda-feira, 31 de julho de 2017

"Tô até evitando atender telefone", diz Jorge Côrte Real sobre votação para investigar Michel Temer

Jorge Côrte Real, deputado federal pelo PTB (Foto: Lúcio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados)

Ainda na lista dos indecisos sobre o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para a investigação do presidente Michel Temer, o deputado federal Jorge Côrte Real (PTB) afirmou que chegará na terça-feira (1º) em Brasília com o voto pronto para a sessão prevista para a quarta-feira (2). E garante que não cederá à pressão para definir o voto.

“Não recebi (ligação), não tive contato com ninguém, não marquei encontro e, se marcar, eu não vou. Tô tentando, até, evitar atender telefone”, afirmou, por telefone, o parlamentar, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, acrescentando que só atendeu à ligação porque “pelo menos, era 081”.

Côrte Real explica que, no momento, não seria interessante participar de qualquer reunião.

“Mas absolutamente não quero participar a essa altura de reunião nem nada. Seria até constrangedor receber determinadas ligações e dizer que não concordo. Não é meu estilo. Não é a minha maneira”, ponderou o parlamentar.

Lembrando que estava fora e que ainda está analisando a denúncia e a defesa do presidente Temer, Côrte Real acrescenta que a tendência, hoje, “seria votar sim”.

Ex-presidente de Federação das Indústrias de Pernambuco, o deputado do PTB criticou o reajuste nos combustíveis colocado em prática pelo Governo Temer, nesta semana.

“O que o País não aguenta mais é aumento de combustível sem antes você diminuir a estrutura, diminuir o peso do Estado, economizar divisas. Então, primeiro o governo deveria, ou deve, diminuir o tamanho do Estado, economizar na máquina pública”, condenou Côrte Real, dizendo, em seguida, que se essas medidas fossem tomadas, talvez o presidente pudesse dizer “que a sociedade iria entender”. (Do Blog da Folha)

sexta-feira, 28 de julho de 2017

FIG 2017 | Noite de sexta-feira tem samba com Mart’nália no palco Mestre Dominguinhos


A noite do samba é uma tradição no Festival de Inverno de Garanhuns. E nesta sexta-feira (28) o palco Mestre Dominguinhos recebe uma das maiores sambistas brasileiras, a carioca Mar’nália. Ela volta a Garanhuns para apresentar o repertório de seu mais recente e elogiado trabalho, o disco + Misturado. Com mais de 30 anos de carreira, a artista vai levar ao palco principal composições de Djavan, Caetano Veloso e Geraldo Azevedo. O show está marcado para começar às 00h30.

Antes de Mart’nália, a partir das 23h, a força da interpretação e a singularidade vocal da baiana Mariene de Castro vai tomar o maior palco do FIG. O show é o do álbum Colheita, terceiro de estúdio e o quinto da carreira da sambista que tem como madrinhas e referências as cantoras Beth Carvalho e Maria Bethânia.

Do Recife, Gerlane Lops é um dos nomes mais expressivos do samba pernambucano e chega no FIG para apresentar as canções de seu mais recente show Tudo novo de novo. Ela sobe ao palco às 22h. O pernambucano Grupo Terra pesquisa e desenvolve, há 24 anos, o samba de raiz. Música popular de alta qualidade é o que o público pode esperar do show, que apresenta o repertório de O samba também é nosso, álbum bastante elogiado pela crítica local. Abrindo a noite de samba no palco Mestre Dominguinhos, a cantora garanhuense Kiara Ribeiro se apresenta a partir das 20h.

Palcos Pop e Forró – Entre os destaques da noite estão os shows do pernambucano Tibério Azul, que lança Líquido ou a vida pede mais abraço que razão, seu segundo disco solo, e da paulista Mariana Aydar, trazendo o repertório do álbum Pedaço de uma Asa, com canções de Nuno Ramos. Os shows no palco Pop iniciam às 17h e seguem até por volta das 22h, quando começam as atrações de forró, com destaque para Flavio Leandro a partir de 1h. Entre os dois momentos, a banda Rabecado se apresenta no Som na Rural.

Palco instrumental – Às 17h a Street Jazz Band, pioneira em Pernambuco no estilo Dixieland, sobe ao palco do Parque Ruben Van der Linden. Em seguida, tem shows de Henrique Albino Trio com repertório regional e frevo, e Renato Bandeira e o Som da Madeira. A noite encerra com apresentação banda Noise Viola, atualizando as sonoridades do frevo, baião, maracatu e ciranda.

Teatro – Às 18h será encenada a peça Mucurana, O Peixe, com recursos de audiodescrição e libras. O espetáculo é uma adaptação do conto "O Peixe", Hermilo Borba Filho, um dos homenageados desta 27ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns. A história traz um homem ingênuo, morador de rua, que carrega consigo apenas canções, uma lata de farinha e lembranças do cavalo-marinho.

Virtuosi – Um dos cantores eruditos mais populares do Brasil, o contratenor Edson Cordeiro se apresenta ao lado da Orquestra Jovem de Pernambuco, dentro da programação do XIII Virtuosi na Serra. O show começa às 16h, na Catedral de Santo Antônio.

Toca o Terror - Pelo terceiro ano consecutivo, o cineclube Toca o Terror participa da programação audiovisual do Festival de Inverno de Garanhuns. A partir das 18h20 serão exibidos seis curtas no Cinema Eldorado. “É um recorte da produção atual de quem faz cinema do gênero no país”, comenta Jarmeson de Lima, um dos realizadores da III Mostra de Curtas Nacionais de Horror. Entre os selecionados estão Última Puella, de Jota Bosco, e Quarto Para Alugar, de Enock Carvalho e Matheus Farias.

Galeria Galpão – Pensada e iniciada em outubro de 2016, a série de performances #TECNOLOGIAASERVICODAORGIA, de Kalor Pacheco, é composta por quatro obras distintas, que conversam entre si por se relacionarem técnica, estética e eticamente com a temática da hipersexualização do corpo feminino, em especial o de mulheres negras. A artista manterá em exibição as performances #01 e #03 até o sábado (29) executando a quarta parte desta série nesta sexta-feira, às 18h30.

O Festival de Inverno de Garanhuns é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, e conta também com a parceria da Prefeitura de Garanhuns e apoio da Cepe Editora, Sesc e Sebrae, além do Virtuosi e do Conservatório Pernambucano de Música.


Confira a agenda completa desta sexta-feira (28)


MÚSICA


Palco Mestre Dominguinhos

20h – Kiara Ribeiro
21h – Grupo Terra
22h – Gerlane Lops
23h – Mariene de Castro (BA)
0h30 – Mart’nália (RJ)

Palco Pop

17h – Alexandre Revoredo
18h – Marsa
19h – Tibério Azul
20h20 – Mariana Aydar (SP)


Som na Rural


Parque Euclides Dourado

21h20 – Rabecado


Palco de Cultura Popular Ariano Suassuna

12h – Sandoval Ferreira
13h – Orquestra Metais do Frevo
14h – Coco de Selma
15h – Maracatu Aurora Africana
16h – Coco Canavial do Valmir e Mestre Biô
17h – Damas e Valetes de Olinda
18h – T.C.M. Cariri Olindense (Patrimônio Vivo)
19h – Afoxé Oyá Tokolê Owô
Palco Instrumental
17h – Street Jazz Band
18h – Henrique Albino Trio
19h – Renato Bandeira e o Som da Madeira
20h – Noise Viola
21h – Maestro Forró


Palco Forró

23h – Forró Pesado de Garanhuns
0h – As Severinas
1h – Flávio Leandro

Palco Mamulengos e Pontos de Cultura

Parque Euclides Dourado

16h - O Auto da Compadecida (Ponto de Cultura Teatro Experimental de Arte - TEA)


Programa do XIII Virtuosi na Serra (Catedral)

16h – Orquestra Jovem de Pernambuco, com o contratenor Edson Cordeiro


ARTES CÊNICAS


CIRCO

16h – O Sonho do Palhaço Preguinho
American Circo (PE)


TEATRO ADULTO

18h – Mucurana, O Peixe
Construtores de Histórias (PE)
Com audiodescrição e libras
Local: Teatro Luiz Souto Dourado


2ª MOSTRA DE TEATRO ALTERNATIVO

22h – O Velho Diário da Insônia
Grupo Independente de Teatro (PE) | Alessandro Moura
Local: Galeria Galpão


ARTES VISUAIS

Galeria Galpão

18h30 – Execução da 4ª parte da série de performances

#TECNOLOGIAASERVIÇODAORGIA

Kalor Pacheco


AUDIOVISUAL

Cine Eldorado

18h20 – Sessão Especial


III Mostra de Curtas Nacionais de Horror

Classificação: 16 anos

Última Puella (Dir: Jota Bosco, 8 min)
Pray (Dir: Claudio Ellovitch, 15 min)
O Presente de Camila (Dir: Ivo Costa, 13 min)
Andale (Dir: Petter Baiestorf, 4 min)
A Menina Só (Dir: Cíntia Domit Bittar, 10 min)
Quarto para alugar (Dir: Enock Carvalho e Matheus Farias, 21 min)


LITERATURA

Praça da Palavra Hermilo Borba Filho

9h – FILIG no FIG: Vivência de Ilustração para Crianças, com a escritora e ilustradora
Rosinha (PE)
11h – Contação de Histórias com Origamis, com Irene Tanabe (SP)
12h às 14h – Atividades da GRE
- Com poesia, passos e versos... “Encanto e canto do Cordel.” (Estudantes e
professores da EREM Frei Caetano de Messina- GRE/AM)
- O Sertão Encantado de Açucena (Escola de Aplicação prof.ª Ivonita Alves Guerra)14h
– Saraus em Pasárgada
15h – FILIG no FIG: Mediação de leitura sobre a obra da escritora e ilustradora
Rosinha (PE), com Yalle Feitosa (PE)
16h – Palestra | A Responsabilidade do Escritor, com Taciana Valença (UBE)
17h – Sarau |Paraíba Contemporânea, com as declamadoras do Ariel Coletivo
Literário (PB)
18h – Premiações Literárias: Conversa com os Vencedores do IV Prêmio Pernambuco
de Literatura e Prêmio Cepe Nacional de Literatura, Camillo José, Paulo Gervais,
Philippe Wollney e Walther Moreira Santos, mediação de Nivaldo Tenório (PE)
19h – Lançamento de Livro |Passos do Meu Caminhar, de Fernanda Lúcia Nicéas Pires
(PE)
20h – Performance Poética | POEMAPE(NS)AMENTO, com José juva e Camillo José
(PE)


PROJETO OUTRAS PALAVRAS

13h às 17h - Conversa com o escritor Joseilson Ferreira, vencedor do 1º Prêmio
Pernambuco de Literatura (Discursos e Anatomias) + Participação do grupo As
Severinas
Local: Escola de Aplicação Profª Ivonita Alves Guerra
Local: Escola de Aplicação da UPE (Garanhuns)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Palco Instrumental: Roberto Lima arranca aplausos do público


O músico e produtor musical garanhuense Roberto Lima se apresentou nesta quarta-feira (26), no Palco Instrumental, que fica localizado no Parque Ruber van der Linden, popularmente conhecido como Pau Pombo. O artista foi a primeira atração de ontem. O show teve início às 17h. Roberto é natural de Garanhuns e tem a marca histórica de participar do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) desde o início, sendo pioneiro no evento em shows de música instrumental. 

Nesta edição do FIG, o músico preparou um show especial com clássicos do jazz e releituras de grandes artistas. Para ele, é uma honra participar de mais uma edição do evento. “Me sinto muito feliz em estar em contato com esse público maravilhoso em mais um ano de apresentação no Festival de Inverno de Garanhuns. É uma grande responsabilidade para mim que, todos os anos, posso receber nesse palco o carinho dos fãs e amigos que vem prestigiar o show. Participo deste palco desde a criação dele e pretendo poder dividir esses momentos com público por mais vezes”, disse. (Secom)

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Teatro garanhuense integra programação de artes cênicas no 27º FIG


As artes cênicas já são tradicionais e sempre recebem um grande público ao longo das edições do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). No ano de 2017 não poderia ser diferente. O Teatro Luiz Souto Dourado, localizado no Centro Cultural, vira palco para diversas apresentações nacionais e locais. Nesta quarta-feira (26), foi a vez do grupo Claricena emocionar o público.

O monólogo “A Descoberta de Um” é dirigido e encenado por dois garanhuenses. É uma dramaturgia que trata de questões de identidade e sobre o “ser diferente” na sociedade. O diretor da peça, Anderson Vieira, relata que é o primeiro texto autoral do grupo, que surgiu em Maceió (AL) e hoje possui um núcleo em Garanhuns e São Paulo (SP). “Para nós é uma honra muito grande voltar pra casa e se apresentar em um festival nacional”, enfatiza.

A peça é encenada por Juan Pablo, que traz a história de Antônio, que se sente diferente diante das outras pessoas e convida a plateia a refletir sobre o que é ser fora dos padrões. Após a encenação, uma roda de conversa foi realizada em torno da temática.

Teatro - O teatro atrai grande público para o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti durante o FIG. Mais de 300 pessoas assistem a apresentações cênicas durante o período e podem conferir o que a arte tem de melhor. Além de ser gratuito, as apresentações da próxima sexta-feira (28) irão contar com audiodescrição e um instrutor de libras.

Os temas encenados vão do universo infantil à dramas adultos. Para retirar o ingresso é necessário comparecer à bilheteria do Centro Cultural, às 15h do dia da apresentação desejada. Para outrass informações sobre a programação, acesse:http://www.garanhuns.pe.gov.br/wp-content/uploads/2017/05/FIG-2017-programacao-.pdf. (Secom)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Professores municipais ocupam gabinete do Prefeito do Recife



Cerca de 30 professores da rede municipal passaram a noite desta segunda-feira (24) na Prefeitura do Recife. Eles chegaram ao gabinete do prefeito Geraldo Júlio durante à tarde para reivindicar reajuste salarial para categoria. Os manifestantes, ligados ao Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede do Recife (Simpere), foram à PCR após um ato no Centro de Formação de Educadores Professor Paulo Freire, na Madalena.

"A nossa data-base é janeiro. Desde então, a prefeitura vem empurrando com a barriga o anúncio do índice. Em julho, o reajuste anunciado foi de 0%", disse a coordenadora geral do Simpere, Simone Fontana. O grupo de professores não foi recebido pelo prefeito Geraldo Julio e decidiu permanecer no gabinete.

De acordo com os professores, a energia da prefeitura foi cortada e os banheiros fechados. Em um vídeo que circula pelas redes sociais, uma das manifestantes relatou como estava a situação da ocupação. "Apagaram as luzes, trancaram as portas, desligaram tudo e não deixaram entrar comida. Estamos precisando de apoio", afirmou. A guarda Municipal interditou a frente da prefeitura para evitar a entrada de mais manifestantes.


Foto: Felipe Ribeiro / JC Imagem

Resposta


A prefeitura informou que, como acontece todos os dias, não foi permitida a entrada de pessoas no imóvel depois que o expediente terminou. O acesso às secretarias, onde ficam os banheiros, foi impedido pela mesma razão, segundo a PCR.

Em nota, as Secretarias de Governo e Participação Social e de Educação do Recife disseram que as negociações da campanha salarial de 2017 estão em andamento. O texto acrescenta que a próxima rodada de negociação está marcada para esta quinta-feira.

A nota também diz que "nos últimos anos a Prefeitura do Recife pagou os percentuais de aumento para os professores da rede municipal de ensino, respeitando, assim, a Lei do Piso, valor estabelecido pelo Ministério da Educação". (Por TV Jornal / Jornal do Commercio)

Em meio ao racha interno, PSB inicia corrida pelo comando da legenda

Renato Casagrande, Carlos Siqueira e Beto Albuquerque, em reunião da Executiva Nacional (Foto: Humberto Pradera/Divulgação)

O PSB abriu a largada para a escolha dos novos mandatários do partido. É o início da corrida para o desfecho da disputa interna da sigla que culminará com a escolha do novo presidente nacional da legenda. Em meio à divisão interna da agremiação, a escolha das instâncias estaduais e municipais é estratégica para a escolha dos delegados que definirão o novo comando da sigla. A ala de dissidentes apoia a candidatura do vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), enquanto as lideranças consideradas mais orgânicas apostam na reeleição do presidente Carlos Siqueira.

A agremiação abriu o calendário de congressos para a escolha das direções municipais que serão eleitas para os próximos três anos. Os congressos municipais devem ser realizados até 20 de agosto. Em Pernambuco, a direção estadual elegeu o prefeito de Água Preta, Eduardo Coutinho (PSB), para o comando da instância local. O prazo para os estaduais vai de 21 de agosto a 17 de setembro. O calendário se encerra com o 14º Congresso Nacional, marcado para os dias 12, 13 e 14 de outubro - onde será escolhida a nova direção da instância máxima da sigla socialista.

Os congressos municipais devem ser realizados para eleger delegados aos congressos estaduais e os congressos estaduais, por sua vez, para escolha dos delegados do Congresso Nacional. Conforme o regimento, a realização dos congressos é de competência de cada direção partidária. Nos eventos, os socialistas também podem eleger seus órgãos diretivos, executivo, diretório e conselhos de ética e fiscal.

Os segmentos organizados do PSB devem realizar os seus respectivos congressos nos mesmos períodos dos congressos partidários, preferencialmente, na véspera dos congressos municipal, estadual e nacional, observadas as regras que disciplinam os congressos de cada segmento. (Por Carol Brito, da Folha de Pernambuco)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Delação revela dono de avião usado por Eduardo Campos

Aldo Guedes é citado como homem de confiança e operador do ex-governador Eduardo Campos (Foto: Hesíodo Góes/Arquivo folha)

Alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro e de ação penal travada na Justiça, a compra do jatinho Cessna Citation 560, que foi utilizado pelo ex-governador Eduardo Campos na campanha presidencial de 2014, segue envolta de uma obscura suspeita. Na edição da revista Veja, do último fim de semana, uma delação traz à tona fatos novos que podem dar novos rumos ao caso.

Em colaboração premiada, o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo, teria revelado que o dono da aeronave seria o ex-presidente da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), Aldo Guedes, que pediu afastamento do cargo após ser um dos focos da Operação Politeia, braço da Lava Jato, em 2015.

Apontado como o dono oficial do jatinho, João Carlos Lyra relata, em depoimento dado ao Ministério Público Federal (MPF), que, na verdade, a aeronave tinha Aldo Guedes como sócio oculto e que a maior parte do dinheiro que financiou a compra saiu dos cofres de empresas de fachada em um esquema de lavagem de dinheiro.

O ex-governador teria, inclusive, se envolvido na escolha do modelo a ser comprado, mas toda a negociação deveria ficar por debaixo dos panos até o fim da campanha presidencial. O acordo era que o PSB Nacional bancaria oficialmente um aluguel do jatinho durante a corrida às urnas de 2014 para evitar especulações da opinião pública. Somente após o pleito seria constituída uma empresa operadora de táxi aéreo para administrar o avião.

Segundo a delação premiada, Aldo Guedes é apontado como homem de confiança e operador do ex-governador Eduardo Campos, morto em agosto de 2014, na queda do jatinho Cessna Citation no litoral de Santos, em São Paulo. Ele seria o responsável por coletar os recursos para o ex-presidente nacional do PSB e o seu partido.

O dinheiro era repassado por meio de contas no exterior e serviços fantasmas a firmas de advocacia. O colaborador seria um intermediário do esquema. Os contatos entre Lyra e Guedes eram feitos por telefones pré-pagos cadastrados em nomes de laranjas para evitar rastreamento e ocultar as operações. A maioria dos repasses, muitas vezes em malas de dinheiro, segundo a delação, teria sido feita, inclusive, na garagem do prédio residencial de Guedes.

A compra da aeronave que transportou Eduardo Campos na campanha presidencial entrou na mira da Polícia Federal por meio da Operação Turbulência. A investigação apurava um esquema que utilizava empresas de fachada para lavar dinheiro proveniente de desvio de recursos públicos. A compra do jatinho teria sido intermediada por meio desta operação.

Atualmente, a ação penal referente à acusação de formação de organização criminosa foi trancada pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no ano passado. A iniciativa foi alvo de recurso do Ministério Público Federal (MPF), mas o pedido segue travado no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

As acusações feitas por João Carlos Lyra foram negadas pelo advogado Ademar Rigueira Neto, que representa Aldo Guedes. Procurado pela Folha, o PSB Estadual afirmou que o PSB Nacional é que se manifesta sobre o tema. Por sua vez, o diretório nacional disse que não comenta acusações feitas por meio de delações premiadas. (Do Blog da Folha de Pernambuco)

Balão

Givaldo Calado de Freitas*


“E hoje, e já há algum tempo, o perecido tem sido bem maior que as vendas do dia a dia”.
“Estou novo. Novíssimo. Esse o sentimento. De agora. Nessa quase tarde, chuvosa. Aqui, no Recife”.
“De repente, o celular toca, e me tira do deleite: diz-se do outro lado da linha: Balão faleceu. Fiquei incrédulo e atônito. A imagem de Balão veio-me logo à mente.”


Aqui, em Recife, lendo e escrevendo. No meu deleite. Sem as interrupções que tenho a cada minuto na minha cidade. Coisas do trabalho. De quem se mete a ser empresário neste país. Para sofrer. E sofrer. Para suportar uma carga tributária que engordam preços. Que, por isso mesmo, inviabilizam vendas. E, no meu caso, de uma mercadoria absolutamente, perecível. Não vendeu hoje, não tem essa de poder vender amanhã ou depois, não. Por que a de ontem já pereceu. Ontem, mesmo. Só vive doze horas por dia. E não mais. Das 12 às 24 horas.

Já há algum tempo, o perecível tem sido bem maior que as vendas do dia a dia. Há muito tempo.  Antes pela queda de destino de nossa cidade. Nesses últimos anos, além dessa queda, agrega-se a situação por que passa a econômica do nosso país. Que parece não acabar mais.

Realmente, tem sido difícil sobreviver numa situação como essa. Queda de poder aquisitivo. Desemprego. Aumento da descrença no país.


Mas, enquanto amargo essa conjuntura, peço a Ronaldo para abraçar a todos desse maravilhoso Lions Clube Garanhuns Cidade das Flores; justificar minha ausência à Assembleia, e dizer de meu entusiasmo diante das ações exitosas dos queridos Amigos e Companheiros, ao longo de seu mandato, já que ele está a passar a presidência do Clube a outro Amigo e Companheiro, José Paulo.

Também respondo a amigos: “Estou novo. Novíssimo. Esse o sentimento. De agora. Nessa quase tarde chuvosa. Aqui, no Recife. A mudança de atmosfera é muito importante. E para mim tem sido excelente. Recarrega-me todo. Dos pés à cabeça. E esta fica muito grata. Porque pra lá vão todos os problemas dos dias a dia da gente. Querendo soluções, não raro, milagrosas”.

E continuo: “Já pronto para uma nova jornada. Ou quase pronto. Parto de volta, amanhã, para a terra da garoa. A partir de segunda, tudo recomeça de novo. Dá-se o reencontro com a monotonia. Dá-se o reencontro com os problemas. Monotonia e problemas, que presidem as tarefas da gente”. 

De repente, o celular toca, e me tira do deleite: diz-se do outro lado da linha: Balão faleceu. Fiquei incrédulo e atônito. A imagem de Balão veio-me logo à mente. Também o seu olhar que inspirava confiança e crédito. Era uma satisfação na verdadeira acepção da palavra conversar com ele. Conversa séria, objetiva e honesta. Tinha grande simpatia por Balão, o querido Marcelo. Sempre que passava por perto de sua loja ia lá dar uma Olá pra ele e saber como iam os negócios. Sofríveis, Givaldo, essa a resposta, não só dele, mas da grande maioria do comércio da cidade.

Que Deus o tenha, Marcelo. Quero dizer: Garanhuns perdeu um grande filho. Que vivia a sua vida, em paz, e consciente do cumprimento de seus deveres para com seus irmãos. E fomentando essa paz e essa consciência a todos.  


*Figura pública. Advogado de Empresas e Empresário

Deputados pernambucanos gastaram R$ 4,8 mi com cota no 1º semestre

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A cota parlamentar paga aos deputados federais de Pernambuco custou, entre janeiro e julho deste ano, R$ 4,8 milhões aos cofres da Câmara. O valor máximo mensal para os parlamentares do Estado é de R$ 41.676,80 para ressarcir despesas como passagens aéreas, locação de veículos, alimentação, contratação de consultorias, divulgação das atividades e manutenção de escritórios de apoio.

Adalberto Cavalcanti (PTB) foi o que mais gastou e superou a cota máxima mensal em quase todos os meses, com exceção de maio e julho.

O que menos gastou – entre os que registraram valores -, provocando uma despesa de apenas R$ 6,86 com serviços de telefonia, foi Mendonça Filho, que está licenciado para ocupar o cargo de ministro da Educação e só assumiu este ano por um dia em abril, para votar pela reforma trabalhista.

Felipe Carreras, secretário de Turismo, Esportes e Lazer do governador Paulo Câmara (PSB) também ficou poucos dias na casa – três, no início de fevereiro -, mas custou R$ 3.025,76 em telefonia e passagens aéreas.


Veja o ranking dos deputados que mais gastaram no primeiro semestre


Adalberto Cavalcanti (PTB) – R$ 275.241,71

Zeca Cavalcanti (PTB) – R$ 256.333,08

Jarbas Vasconcelos (PMDB) – R$ 248.299,95

Betinho Gomes (PSDB) – R$ 240.041,24

Ricardo Teobaldo (Podemos) – R$ 239.990,64

Tadeu Alencar (PSB) – R$ 230.303,77

Kaio Maniçoba (PMDB)* – R$ 213.966,60

Severino Ninho (PSB) – R$ 213.904,48

Guilherme Coelho (PSDB) – R$ 211.908,88

Augusto Coutinho (SD) – R$ 211.404,05

Luciana Santos (PCdoB) – R$ 206.912,42

André de Paula (PSD) – R$ 202.227,64

Silvio Costa (PTdoB) – R$ 192.742,62

Cadoca (sem partido) – R$ 192.428,34

João Fernando Coutinho (PSB) – R$ 191.912,07

Marinaldo Rosendo (PSB) – R$ 188.942,77

Fernando Monteiro (PP) – R$ 178.540,03

Jorge Côrte Real (PTB) – R$ 169.405,65

Wolney Queiroz (PDT) – R$ 168.555,91

Gonzaga Patriota (PSB) – R$ 160.253,33

Daniel Coelho (PSDB) – R$ 160.216,31

Eduardo da Fonte (PP) – R$ 128.905,83

Pastor Eurico (PHS) – R$ 122.098,86

Danilo Cabral (PSB) – R$ 106.485,21

Creuza Pereira (PSB) – R$ 100.501,85

Felipe Carreras (PSB)* – R$ 3.025,76

Fernando Filho (PSB)* – R$ 18,90

Mendonça Filho (DEM)* – R$ 6,86

*Mendonça Filho e Fernando Filho estão licenciados para ocupar os cargos de ministro da Educação e de Minas e Energia, respectivamente. Felipe Carreras é secretário de Turismo, Esportes e Lazer no Governo de Pernambuco e Kaio Maniçoba, de Habitação.

(Do Blog do Jamildo)