quarta-feira, 7 de junho de 2017

Projeto Maria da Penha Vai à Escola evidencia parceria entre mulher e educação


Por DANIELA BATISTA

A Secretaria da Mulher (Secmul) continua promovendo o projeto Maria da Penha Vai à Escola nas instituições de ensino municipais. A Escola Letácio Brito foi a contemplada desta segunda-feira (5), contando com exibição de vídeos e momento de reflexão acerca do combate à violência contra a mulher. Alunos dos sétimos aos nonos anos estiveram no momento.

A escola faz parte das 30 que estão sendo beneficiadas durante todo o ano letivo. Ações de prevenção e conscientização à violência de gênero são realizadas com toda a comunidade escolar, incluindo professores, gestores, coordenadores, alunos e famílias de alunos.

Após o momento de reflexão, a aluna do 7º ano “A”, Glenda Geovanna, apresentou um cordel sobre a violência de gênero. O trabalho foi produzido durante a discussão do projeto na sala de aula. “A professora pediu uma atividade para a gente montar um cordel sobre a Lei Maria da Penha e eu pesquisei muito sobre ela. Achei muito importante fazer esse cordel porque eu acho esse preconceito do homem com a mulher muito triste”, contou a aluna.

“Foi um momento importante porque, a partir dessa intervenção com os alunos, a gente já pôde perceber que o projeto está sendo trabalhado na escola. Os alunos já começam a compreender e a produzir a partir do conhecimento a respeito do combate à violência contra a mulher”, explicou a coordenadora do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram), Walkiria Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário