quarta-feira, 14 de junho de 2017

Izaías acerta ao colocar na secretaria de educação de Garanhuns um dos nomes mais respeitados e prestigiados na área, Eliane Simões Vilar

A professora
Eliane Simões Vilar
O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), acerta ao colocar na secretaria de educação um dos nomes mais respeitados e renomados nesta área, a professora Eliane Simões Vilar, que vem em um excelente momento para colocar ordem na casa.

Eliane é graduada em Biologia pela Universidade de Pernambuco (UPE) e em Sociologia pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Possui especialização em Psicologia Social, também pela Unicap, programação de Ensino de História (UPE) e Extensão em Antropologia Cultural pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-graduada em Marketing e Gestão de Pessoas pela Autarquia Educacional de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga). É mestra em Ciências da Educação pela Universidade Internacional de Lisboa; Maestria Em Tecnologia Educativa, pela Universidade de Tecnológica de Honduras; doutora Honoris Causa pelo Conselho Ibero Americano, que é composto pelas Universidades da América Latina. Já tendo sido presidente da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga).

A nova secretária da Mulher,
a psicóloga Walkíria Ferreira
Para ocupar seu lugar na secretária da Mulher o prefeito nomeou psicóloga Walkíria Ferreira que já atuava na Secmul como coordenadora do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram).

Walkíria Ferreira é psicóloga formada pela Universidade de Pernambuco (UPE) com atuação no Enfrentamento à Violência de Gênero. Graduada também em Secretariado Executivo Bilíngue pela Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), pós-graduada em Gestão de Pessoas, com forte atuação na área social, tendo trabalhado em Centro de Referência de Assistência Social e atendimentos psicológicos clínicos. Atualmente, Walkíria desenvolve trabalhos no Enfrentamento à Violência de Gênero. Ela já era servidora da Secmul e desempenhava a função de coordenadora do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram).

Um comentário: