quinta-feira, 1 de junho de 2017

Apresentadora do TV Jornal Meio-Dia, Graça Araújo, faz fortes denuncias e pesadas criticas contra os governos do PSB em Pernambuco


Em programa exibido na última segunda-feira (29), Graça Araújo, apresentadora e âncora do TV Jornal Meio-Dia, na TV Jornal Recife, afiliada do SBT, fez fortes denuncias e pesadas criticas contra os governos do ex-governador pernambucano, já falecido, Eduardo Campos, e do atual governador, Paulo Câmara, ambos do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Segundo a jornalista, as fortes chuvas que atingiram com mais intensidade a Zona da Mata Sul e o Agreste, no último sábado (27) e domingo (28), deixando aproximadamente 35 mil pessoas desabrigadas, segundo a Defesa Civil de Pernambuco, poderiam ter feito um estrago menor se obras que estavam previstas, construção de cinco grandes barragens para contenção e abastimento de água, não estivessem tão atrasadas pela falta de compromisso dos governantes.

"Eu preciso chamar a sua atenção, para o fato de no ano de 2010, quando a construção das barragens foram anunciadas, cinco, não se podia falar em falta de dinheiro, muito pelo contrário, a economia estava super aquecida, e não se podia falar em problema politico, muito pelo contrário, não havia nenhum problema de relacionamento entre o governador da época Eduardo Campos e o presidente Lula, por que, que então, sete anos depois, você vai me perguntar, as obras não foram concluídas. Sabe por quê? Falta de prioridade.

O dinheiro que existia na época, e não era pouco, foi gasto na construção da polêmica Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, e o problemático BRT, que até hoje não disse ao que veio, sem contar na quantidade de dinheiro gasto nas campanhas eleitorais.

Por tudo isso, infelizmente, nada garante que os moradores destas cidades (cidades atingidas pelas últimas cheias), não voltem a passar por tudo isso no ano que vem.

O que todos nos podemos fazer até lá, é rezar.

Para que algum dia seja priorizado o que tem que ser priorizado, a qualidade de vida do cidadão, a quem o estado deve garantir pelo menos, pelo menos, a manutenção da vida." Finaliza a apresentadora, como você pode ver no vídeo acima.

Agora, a pergunta que fica no ar, é a seguinte: Será que a apresentadora fez um desabafo pessoal, improvisado de momento, de forma espontânea, ou foi um ensaio, ou quem sabe, um possível desembarque do apoio ao governo do PSB em Pernambuco do empresário João Carlos Pais Mendonça, proprietário e presidente do Grupo JCPM, o qual leva as inicias do seu nome? Se for, será para o governador, um grande baque.

Levantamos esta questão, por todos sabermos do profissionalismo e do alinhamento que a apresentadora tem com o grupo e seu presidente, até por ser uma das profissionais mais antigas e bem pagas da casa. Se for isso, o cenário fica cada vez mais feio para o governador, que já conta com altos índices de rejeição, sedo acusado pela grande maioria da sociedade, pelos deputados e partidos de oposição, e por cada vez mais meios de comunicação, de só vender propaganda, onde as ações que são o que interessa, nada, como no exemplo mais gritante no seu governo que é a quase que total falta de eficiência da segurança pública no estado.

É por essas e outras, que fica cada vez mais longe o sonho de reeleição do atual governador Paulo Câmara.

Um comentário:

  1. Ela vai ser demitida, porque seu patrão é um golpista histórico! Golpista não, golpeiro!

    ResponderExcluir