sábado, 22 de abril de 2017

VEREADOR MARINHO DA ESTIVA LEVA PÚBLICO AO DELÍRIO COM SEU DISCURSO NA UFRPE-UAG

O Vereador Marinho da Estiva (PHS) discursando durante evento dos estudantes na UFRPE-UAG
Na noite desta sexta-feira (21) à noite o vereador Marinho da Estiva (PHS) participou da abertura do 41º Congresso da União dos Estudantes de Pernambuco, o qual ocorreu nas dependências da UFRPE-UAG, também estavam por lá o reitor da Universidade, o doutor Airon Aparecido, a presidente da câmara dos vereadores de Garanhuns, Carla Vilaça (PTB), e vários representantes dos estudantes de todo o estado. Na solenidade Marinho levou o público ao delírio com seu discurso mais a esquerda, criticando as perdas de direitos que os movimentos sociais e a sociedade como um todo estão perdendo com esse “governo ilegítimo e golpista de Temer”.

“Vejam, por exemplo, as perdas que a educação em todo o país esta tendo, não podemos aceitar estes desmontes calados, este governo golpista que esta aí, só veio com um único e exclusivo objetivo, retirar todos os direitos adquiridos a duras penas pela sociedade. Não se enganem, na primeira oportunidade que este governo tiver, eles privatizam todas as universidades públicas do Brasil”. Disparou Marinho.


Marinho, que atualmente estar como vereador de Garanhuns, é representante quilombola e uma forte liderança politica na nossa cidade.

Sempre atuando a esquerda, Marinho entrou na politica se filiando ao Partido dos Trabalhadores (PT). Hoje, filiado ao Partido Social Humanista (PHS), partido pelo qual se elegeu vereador, Marinho nunca abandonou as lutas sócias, continuando a frente de vários movimentos da sociedade organizada.

Mesmo fazendo parte da base de sustentação do prefeito Izaías Régis (PTB) na câmara, Marinho não se furta ao direito de reclamar e exigir correções no que considera por vezes como possíveis erros ou excessos cometidos pelo governo municipal. Além de ser um dos vereados mais atuantes, sempre requerendo melhores condições e oportunidades para todos os moradores da cidade das flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário