sábado, 22 de abril de 2017

HOMENAGENS A DOMINGUINHOS ESTÃO PRESENTES NO COTIDIANO DE GARANHUNS

Fotos: Gabriela Ramos/Secom

Por GABRIELA RAMOS
Edição EDMÉA UBIRAJARA

Desde a quinta-feira (20), Dominguinhos recebe homenagens em forma de música em Garanhuns. Mas, durante o resto do ano, outros locais também fazem alusão à memória do músico que nasceu na cidade. Desde 2013 o local que era chamado Esplanada Cultural Guadalajara, passou a ser chamado de Praça Cultural Mestre Dominguinhos e ainda recebeu uma estátua do cantor e compositor. A estátua foi produzida pelo mestre artesão José Veríssimo e tem aproximadamente dois metros de altura.

Outro ponto é o muro do Hotel Tavares Correia, localizado na Avenida Rui Barbosa, que também ganhou uma grande homenagem este mês. O artista plástico garanhuense Rubens Costa foi o autor da homenagem com 100 metros de comprimento, que retrata imagens de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, balões, zabumba e sanfonas, com muitas cores. “Chama atenção de todos que passam por aqui, e desperta a curiosidade também daqueles que ainda não conhecem a história de Dominguinhos, filho da nossa terra”, comentou José Ferreira, 39 anos, comerciante.

E para manter o legado musical de José Domingos de Moraes, surgiu há três anos a Orquestra Sanfônica Mestre Dominguinhos, coordenada por Éder dos Santos. Ele conta que o grupo se chamava Sanfônica Garanhuns e após se apresentar para o cantor, foi feito o convite para batizar a orquestra, que passou a ser chamada Orquestra Sanfônica Mestre Dominguinhos. “Já tocamos no Festival de Inverno, no Viva Dominguinhos e em festas particulares. É com grande prazer que estamos mais uma vez nos apresentando aqui, homenageando nosso Mestre”, finalizou Éder, que esteve presente na programação do Palco Canta Dominguinhos, no Espaço Colunata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário