terça-feira, 28 de março de 2017

SECRETARIA DE SAÚDE DE GARANHUNS APLICOU MAIS DE 11 MIL VACINAS EM DOIS MESES

Foto: Educarda Vasconcelos/Secom PMG
Por EDMÉA UBIRAJARA e GABRIELA RAMOS

De acordo com relatório divulgado recentemente pela Secretaria de Saúde de Garanhuns, foram aplicadas 11.621 doses de vacinas durante os meses de janeiro e fevereiro deste ano. O número faz parte das estatísticas do Programa Nacional de Imunização (PNI), que está vinculado aos setores de Atenção Básica e Epidemiologia da Secretaria. As vacinas foram distribuídas em 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e salas de vacina, que funcionam em hospitais, além da realização de eventos específicos.

Entre os 21 tipos de vacinas aplicadas estão a BCG (frequentemente administrada para prevenção da tuberculose), Febre Amarela, Anti Rábica, Hepatites A e B, Antitetânica e HPV - previne contra infecções provocadas pelo vírus do papiloma humano, causador de verruga genital e de vários tipos de câncer, como o câncer cervical, mais conhecido como câncer de colo do útero. “Quem possui o cartão, deve conservá-lo sempre atualizado, já aqueles que não possuem mais o documento deverão recomeçar o calendário vacinal”, orienta Luciana Andrade, coordenadora do PNI em Garanhuns.

A próxima campanha nacional será realizada de 17 de abril a 19 de maio. Em Garanhuns, o 6 de maio foi escolhido como o Dia D contra a influenza, data em que haverá grande mobilização. A vacina deve ser aplicada em grupos de indivíduos de 6 meses a menores de 5 anos de idade, maiores de 60 anos, puérperas, povos indígenas e portadores de doenças crônicas. Também serão imunizados professores do ensino básico e superior das escolas públicas ou privadas, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A meta é vacinar 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

O PROGRAMA - O Programa Nacional de Imunização (PNI) foi criado em 1973, com a função de administrar vacinas que previnem doenças transmissíveis. O PNI controla e faz a distribuição dos imunobiológicos no município, para que a população possa ser imunizada contra doenças transmissíveis. No calendário de 2017, o PNI possui ações voltadas à essa imunização, como a introdução à vacina de combate ao vírus do Papiloma Humano (HPV) a meninos, de 11 a 13 anos, e a de Meningo C, que combate a meningite, em crianças da mesma faixa etária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário