sexta-feira, 17 de março de 2017

BRASIL TEM MENOS MULHERES EM MINISTÉRIOS DO QUE A SÍRIA

O presidente da República, Michel Temer participa da cerimônia de posse de Grace Maria Fernandes Mendonça no cargo de Advogada Geral da União, em Brasília (DF). Ela era a única mulher que ocupava cargo no Poder Executivo em janeiro deste ano (Beto Barata/PR/Divulgação)

O Brasil tinha, em janeiro deste ano, uma das menores representações de mulheres no Poder Executivo no mundo. Dados divulgados nesta quarta-feira pela Organização das Nações Unidas (ONU) revelam que, de 186 governos avaliados, a administração do presidente Michel Temer ficou apenas na 167ª posição. Governos como o da Síria, do Kuwait, do Irã ou da Somália tinham, em janeiro, mais mulheres em postos ministeriais do que o Brasil, apesar de serem locais onde a situação feminina é denunciada pelas entidades de direitos humanos como “grave”.

De acordo com os dados publicados pela ONU, foram contabilizadas quantas mulheres existiam em níveis ministeriais em governos de todo o mundo em 1º de janeiro de 2017. No caso do Brasil, entre 25 ministérios, foi registrada apenas uma mulher, a advogada-geral da União, Grace Mendonça. Isso, segundo a entidade, aponta para uma representatividade feminina de apenas 4%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário