(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Socioeducandos receberam exames médicos em Garanhuns nesta terça (31)

O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, realizou nesta terça-feira (31), um mutirão de atendimentos na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). A solicitação foi feita pela instituição estadual através de reuniões com representantes da secretaria. Os serviços foram direcionados aos socioeducandos do centro, que realizaram exames físicos e receberam medicamentos para tratar as enfermidades diagnosticadas.

A iniciativa foi firmada em reuniões entre representantes da Funase e servidores da Secretaria de Saúde, já que foi observada uma grande incidência de escabiose entre os adolescentes. O diretor do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case/Funase) de Garanhuns, Joaci Laurindo, destacou a ação integrada entre as instituições. “Essas ações são de fundamental importância, e quando se trata de saúde torna-se algo indispensável. Essa é uma população que pertence ao nosso município e nada mais justo do que fazer essa parceria. Pois só uma ação desse porte é capaz de sanar alguns problemas de saúde da nossa unidade”, declarou.

Cerca de 500 exames foram realizados em um total de 135 adolescentes e jovens de 12 a 21 anos. Para que o mutirão ocorresse, enfermeiros e uma equipe técnica da secretaria municipal de saúde foram deslocados até o local. Foram disponibilizados exames em áreas específicas como testes de VDLR, sigla para Venereal Disease Research Laboratory — que serve para a identificação de casos de sífilis; teste rápido de HIV; aplicação de flúor e consultas médicas e de enfermagem.

Após o mutirão, alguns medicamentos também foram disponibilizados para o tratamento da escabiose. A ação teve o acompanhamento da secretaria adjunta de Saúde do município, que comentou as atividades. “Inicialmente, tínhamos esta demanda por causa da escabiose, mas através dos profissionais da secretaria que prestam serviços aqui na Funase nos reunimos e vimos que havia a necessidade de fazer um mutirão. Por isso estamos fazendo esta ação para obter resultados precisos e trabalhar de uma forma eficaz com essa classe de socioeducandos”, finalizou Shisneyda Furtado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário