(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Situação de emergência é prorrogada em Garanhuns

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) prorrogou a situação de emergência decretada para a área rural de Garanhuns por causa da estiagem. O documento, que oficializa o ato, foi publicado no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco nesta semana. Entre os motivos levados em consideração estão, além da redução das chuvas, a queda das reservas hídricas e necessidade de auxílio de programas de órgãos estaduais e federais.

Com a seca que vem afetando de maneira severa a região Nordeste nos últimos anos, os prejuízos ultrapassam barreiras naturais. O parecer da Defesa Civil ressalta, ainda, os impactos sociais e econômicos provocados. O setor agropecuário é um dos mais vulneráveis – a produção de feijão teve queda superior a 55%; já a perda do milho ficou em torno dos 70% plantados entre os meses de maio e junho (período de plantio), no último ano.
Outro fator que baseou o decreto foi o levantamento de dados climatológicos, preparado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, embasado nas previsões meteorológicas da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Os números mostram que a precipitação, entre fevereiro e dezembro de 2016, ficou em apenas 37,92mm, enquanto a média, nessa década, foi de 70,58mm – uma redução de 46,3% do volume esperado. 

No ano passado, a Defesa Civil de Garanhuns também decretou, por duas vezes, situação de emergência por causa da estiagem prolongada. Neste ano, além de Garanhuns, o Diário Oficial do Estado do último dia 30 de janeiro mostra que outros 69 municípios também estão no mesmo quadro de atenção. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário