(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Secretaria da Mulher realiza planejamento de projetos com outras pastas

Durante os meses de janeiro e fevereiro, a Secretaria da Mulher (Secmul) está realizando reuniões com equipes de outras pastas para reafirmação de parcerias que deram resultados satisfatórios durante a gestão anterior, além da criação de novos projetos ligados à mulher, de acordo com o que cada secretaria pode oferecer.  

Até agora, foram realizadas reuniões com a Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT), Procuradoria, Secretaria de Finanças, Administração e Educação. Estão sendo marcados encontros com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Assistência Social e Direitos Humanos e com a de Saúde.  Além de secretarias e órgãos, a equipe da Secmul também já se encontrou com a equipe de comando da Polícia Militar e pretende fazer o mesmo com a Polícia Civil.

Os projetos discutidos serão apresentados na reunião com a Câmara Técnica, organismo formado pela Secretaria da Mulher, de Educação, Saúde e Assistência Social e Direitos Humanos; comandos da Polícia Militar e Polícia Civil; Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, representantes do Centro de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas (Ceapa) e Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT). A câmara tem o objetivo de aprimorar os serviços especializados de combate à violência doméstica e familiar em cada segmento representado e promover um debate acerca do tema; e pensar estratégias de enfrentamento à violência de gênero. 

O projeto Maria da Penha vai à Escola é iniciativa da Secmul que apresentou um resultado muito satisfatório. Essa ação é realizada em parceria com a Secretaria de Educação (antiga Secretaria de Educação e Esportes). O Maria da Penha Vai à Escola leva a conscientização a respeito da violência de gênero para as escolas municipais de Garanhuns, por meio de discussões e debates entre alunos e professores, visando também a participação da comunidade. O projeto lançado em 2015, começou com 5 escolas atendidas e hoje, conta com a participação de 20. A Secmul estuda um aumento na quantidade de escolas durante o ano de 2017.

A titular da pasta, Eliane Simões Vilar, fala sobre as parcerias. “Essas parcerias são extremamente importantes para a mulher e, para nós da Secmul. Todas as secretarias têm um papel essencial para que a mulher receba assistência nos diversos âmbitos de sua vida. As reuniões estão servindo para que a gente possa reafirmar parcerias já existentes e criar outras ações”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário