(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Palco Forró tem shows noturnos iniciados

A primeira noite de shows do Palco Forró, no 26° Festival de Inverno de Garanhuns, teve início nesta terça-feira (26). O polo, localizado na avenida Júlio Brasileiro, em frente ao Parque Euclides Dourado, receberá diversas apresentações até o próximo sábado (30). Grandes nomes do forró, como Petrúcio Amorim, Gennaro, Liv Moraes e Irah Caldeira devem subir ao palco apresentando o melhor do ritmo.

As atividades do palco tiveram início às 22h, com show de Messias Sanfoneiro e a Morena Forrozeira. Pela primeira vez no palco Festival de Inverno, a dupla, que já se apresentou na Roda de Sanfona e no Viva Dominguinhos, logo tratou de recepcionar o público com clássicos regionais.

Em seguida foi a vez do músico Ari de Arimateia subir ao palco com um repertório repleto de homenagens ao cantor e compositor garanhuense Dominguinhos. O artista também faz parte do elenco do filme "A Luneta do Tempo", dirigido por Alceu Valença, que o apadrinhou com o nome artístico.

Finalizando a noite de shows o cantor Derico Alves preparou um show especial, que trouxe elementos do forró tradicional para uma linguagem mais popular. "Quando a gente chegou aqui na frente do palco a avenida tá superlotada. As pessoas vieram realmente para ouvir o forró, curtir e dançar", finalizou o músico garanhuense.

Margarida de Carvalho, de 49 anos de idade, estava disposta a sair de casa para aproveitar os shows de hoje, mesmo com a baixa temperatura. "Tô achando muito boa a programação daqui e pretendo voltar outras noites. Dá pra dançar a noite toda sem ficar cansada", disse.

Nesta quarta-feira (27) as apresentações no Palco Forró continuam a partir das 22h. O primeiro show da noite será do Forró Total. Logo após, às 22h50, é a vez de Liv Moraes e convidados. E encerrando a programação, às 23h50 que se apresenta é Bia Marinho. A programação completa pode ser acessada através do portal: htpp://www.garanhuns.pe.gov.br

Palco Instrumental inicia programação no 26º FIG

A programação do Parque Ruber van der Liden, no 26º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), começou na noite desta terça-feira (26) com o Palco Instrumental. Por volta das 17h, Sérgio Marcos iniciou sua apresentação do projeto ‘Choro, Canção e Instrumental’, dando ao público o melhor do chorinho, seresta e canção.

Sérgio, junto a Éder do Acordeom, fez uma homenagem a Seu Jurandir, que foi seu antigo professor de música. “Eu achei isso uma surpresa agradável! Nem pensei que ele fosse fazer essa homenagem. Eu o conheço há tanto tempo, há tantos anos. A gente se emociona ao ver que a gente é reconhecido naquilo que sabe fazer, naquilo que a gente gosta”, afirmou Jurandir, que estava na plateia no momento em que Sérgio fez a grande homenagem.

Ele afirmou ainda que o Palco Instrumental é um de seus preferidos do festival e todo ano comparece. “Como eu sou fã número um do choro, apesar de ser pianista clássico, hoje eu só saio daqui quando terminar”, completou.  

Representando o estado do Ceará, o ‘Murmurando’ veio logo em seguida, tocando músicas autorais inspiradas nas obras do garanhuense Dominguinhos e em Arismar do Espírito Santo. O grupo surgiu em 2006 e se apresentou pela primeira vez no Estado. O quarteto composto por Samuel Rocha, Glitácio Santos, Lauro Viana e Cleylton Gomes lançou um CD chamado Assovio do Tiê e durante a apresentação recebeu o convidado Igor Ribeiro, que ajudou na performance com o seu pandeiro.

Henrique Annes e a Orquestra Pernambucana de Choro também se apresentaram durante a noite e abrilhantaram o Pau Pombo com seus shows. As apresentações acontecem todos os dias, até o sábado, dia 30, a partir das 17h. Confira a programação completa do FIG 2016: http://www.garanhuns.pe.gov.br/programacao-completa-do-fig-2016

terça-feira, 26 de julho de 2016

Assistência Social promove ações de proteção social no FIG

Por meio da ação “Todo Cuidado é Pouco”, a Secretaria Municipal de Assistência Social está atuando na 26ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), reafirmando o seu papel em termos de proteção social. Com esse intuito, os garanhuenses e turistas que vão ao Parque Euclides Dourado, a partir das 15h, estão sendo recepcionados por uma equipe técnica da secretaria, acompanhada de crianças com o rosto pintado, intitulados como os “Sombras”, que estão distribuindo panfletos e lembrancinhas do festival, em uma abordagem técnica qualificada.

O objetivo da ação é sensibilizar a população sobre a importância da colaboração de toda a sociedade em relação aos cuidados que devem ser tomados com as crianças e adolescentes, quanto ao combate à exploração sexual, a proibição do consumo de bebidas alcoólicas e sobre a exploração ao trabalho infantil, por exemplo. Psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, orientadores e educadores sociais compõem a equipe realizadora da ação.

Além dessas ações, algumas crianças, adolescentes e idosos dos grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s), estão realizando diversas apresentações culturais, em companhia de orientadores sociais.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

FIG 2016: Gal Costa apresentou turnê Estratosférica pela primeira vez em Pernambuco

A terceira noite de shows no palco principal do 26º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) foi uma homenagem à música popular brasileira, com direito a forró, pop rock e samba. A Praça Cultural Mestre Dominguinhos foi o cenário escolhido para quatro apresentações: Amanda Back, Josildo Sá, Karynna Spinelli e Gal Costa.

A cantora garanhuense Amanda Back iniciou os shows do domingo (24). Com uma setlist variada, indo do pop rock ao forró, ela performou músicas de Cazuza e da cantora da nova MPB, Tiê. Amanda cantou músicas já conhecidas pelo público e fez uma homenagem aos ritmos regionais cantando com um chapéu de coro. Foi a primeira vez que ela se apresentou no palco principal. A cantora havia se apresentado em uma edição anterior do festival, no Palco Forró, localizado no Euclides Dourado. “A sensação de estar aqui no FIG é ótima, maravilhosa, não tem igual”, declarou Amanda.

Josildo Sá veio logo em seguida com o seu projeto ‘Samba de Latada’, apresentado pela quarta vez na cidade. O cantor apresentou músicas com influências vindas do forró e do samba de coco. Josildo declarou seu amor pela Suíça Pernambucana. “Garanhuns é sempre muito interessante. De vez em quando, eu venho pra cá para passar um final de semana, mesmo sem ter shows aqui, para comer bem, tomar um vinho e curtir o clima. Estou muito feliz de estar aqui cantando nesse festival”, finalizou.

A cantora e compositora Karynna Spinelli, considerada a voz do samba pernambucano, apresentou músicas influenciadas por batuques de candomblé e samba-afro. O show contou com um intérprete de libras. Ao final, Karynna cantou a música “Como Nossos Pais”, do cantor e compositor cearense Belchior, e emocionou o público presente. A noite foi encerrada pela cantora, internacionalmente conhecida, Gal Costa.

O recifense José Gomes veio com toda a família assistir ao show de Gal. “Já tentamos muitas vezes mas esse é o primeiro show dela que pudemos vir”, afirmou José, que estava na expectativa de ouvir o clássico “Meu Nome É Gal”, ao vivo, pela primeira vez. A cantora baiana apresentou sua nova turnê: “Estratosférica”, em Pernambuco, pela primeira vez, e animou o público que cantou com louvor as todas as suas canções.

domingo, 24 de julho de 2016

Mostra de cinema no FIG traz produções nacionais e estrangeiras para exibição gratuita

Em sua 12ª edição, a Mostra de Cinema do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) trouxe grandes títulos do mundo cinematográfico para serem apreciados pelo público. Estarão em cartaz, durante o 26° FIG, treze filmes pernambucanos, nacionais e estrangeiros, que serão exibidos no Cine Eldorado, na Avenida Rui Barbosa. Ao todo, são três sessões por dia – 14h, 18h40 e 21h – e os ingressos são distribuídos na bilheteria, gratuitamente, uma hora antes de cada exibição.

Neste ano, a programação contempla exibições com audiodescrição e libras e a sessão especial “Horror Brasileiro Contemporâneo”. Além disso, ao final de algumas exibições, alguém da equipe do filme, que poderá ser um ator, produtor ou diretor, por exemplo, estará em contato com o público para um bate-papo sobre a produção do filme e tirando dúvidas sobre o mesmo. A exemplo disso, na quarta-feira (27), Alceu Valença vai conversar com o público sobre “A Luneta do Tempo”. De um modo geral, a programação privilegia produções nacionais e, sobretudo, produções pernambucanas.

A coordenadora de audiovisual da Secretaria de Cultura de Pernambuco falou sobre a relevância dessa programação durante o FIG. “Ter esse polo no FIG proporciona um acesso a alguns filmes que naturalmente não chegariam aqui. Eu acredito que o cinema, a arte de um modo geral, está muito associado ao entretenimento, a alegria. Mas a arte também é um ponto de desconforto, chega a um ponto de reflexão. O cinema traz algumas perspectivas de como você pode lidar com a sua vida melhor, de como você pode ver novos horizontes e ter uma vida melhor. Então quando as pessoas veem e discutem sobre o filme, interagem, é uma forma de você se abrir para o mundo e crescer, enxergar coisas novas”, comentou Milena Evangelista.

Além da programação no Cine Eldorado, em Garanhuns, a Mostra de Cinema no FIG irá estender-se, por meio do projeto “Cinema na Estrada”. O projeto itinerante será levado ao Sítio Colônia, em Jupi; ao Sítio São José, em Canhotinho; a Saloá e ao distrito de São Pedro.

A programação completa poderá ser conferida no seguinte link: http://www.garanhuns.pe.gov.br/programacao-completa-do-fig-2016

sábado, 23 de julho de 2016

Givaldo e Zé da Luiz pretendem decidir juntos qual caminho seguir nas próximas eleições em Garanhuns

No primeiro dia (22) dos shows na praça Mestre Dominguinhos deste 26º Festival de Inverno de Garanhuns, o empresário, Givaldo Calado de Freitas, contou ao Blog do Cisneiros, que, Zé da Luz, PSB, o qual disputou o último pleito eleitoral com o atual prefeito Izáias Régis, disse, quando perguntado, que pretende estar, politicamente, em Garanhuns, no palanque em que Givaldo Calado de Freitas, PP, estiver. 

Como se sabe, Givaldo, histórico no PSB, saiu dessa legenda depois de ter conversado com o governador Paulo Câmara, tendo colocado o seu nome a disposição, tendo em vista, as eleições que se aproximam. 

Ao Blog, Givaldo disse que vem repetindo nas reuniões políticas que tem participado, que "só será candidato se conseguir unir Garanhuns e contar com a determinação do governador Paulo Câmara para, juntos, eleger futuro prefeito de Garanhuns." Essa hipótese, todavia, reconhece que considera cada vez mais remota, pelos projetos individuais de cada player. 

E fala mais: "É pena. Pois isso enfraquece Garanhuns. Sobretudo, hoje, quando verificamos tanta gente boa que, sem intensões menores, se colocando a disposição da cidade para, juntos, construirmos um grande futuro."

O Blog também insistiu em perguntar a Givaldo sobre seu futuro político nessas eleições, já que, segundo o próprio, conta com vários partidos a sua disposição e apoios como o de Zé da Luz, ao qual Givaldo credita ter um "capital eleitoral invejável na cidade." 

Por fim, Givaldo afirma que "só Deus sabe” seu destino politico nas próximas eleições. Afirmando nem ele mesmo ainda saber.

Magia do circo é opção de grande público que prestigia 26º FIG

Aplausos e gargalhadas foram arrancados Das mais de 1.200 pessoas, entre garanhueses e turistas, que prestigiaram, na tarde deste sábado (23), o primeiro espetáculo do Circo desta edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Ao todo, serão oito dias de espetáculos, sempre às 16h. Neste ano, instalado no Parque Euclides Dourado, a arte circense conta com uma programação gratuita que privilegia a tradição, sem deixar de abrir espaço para artistas contemporâneos, com apresentações pernambucanas e, também, de outros estados do Nordeste.

Na tarde deste sábado, a lona do circo se transformou em um colorido encontro de família. Crianças, adolescentes, adultos e idosos – todas as gerações, juntas – estavam ansiosos para assistir o ‘Picadeiro Pernambuco, a Tradição Milenar’. O espetáculo, formado pelo Centro Carcará (PE), contou com apresentações de mágica, acrobacias, tecidos, trapézio, malabares, show de palhaços, entre outras modalidades – todas elas acompanhadas de música ao vivo, que animava e envolvia os presentes. A exemplo da garanhunese Maria Vitória, de 12 anos de idade, todo o público estava entusiasmado com o espetáculo. “Eu sempre gosto muito de circo porque a gente se diverte. Está sendo muito bom”, disse a pequena.

O espetáculo, montado exclusivamente para esse primeiro dia de atrações no circo, reuniu artistas de seis circos itinerantes e outros artistas independentes. “É uma grande mostra da grande família circense pernambucana. Então pessoas que nunca trabalharam juntas estiveram no mesmo picadeiro trazendo números extremamente tradicionais de circo. Sempre que a gente vem somos muito bem recebidos, pois encontramos um público alegre e receptivo. É muito prazeroso. Uma troca de energia. É uma alegria. Uma grande explosão de prazer”, completou o diretor do espetáculo, Willames Santana.

Os ingressos são entregues a cada dia, das 11h às 12h30, no mesmo local onde a lona está instalada. Neste domingo (24), o circo irá receber artistas do Circo Lua Crescente e Cia, da Trupe Circus, da Paraíba. Já na segunda-feira (25), a atração será de Alagoas, da Turma do Biribinha. No dia seguinte, o público poderá assistir ao espetáculo “O Circo Chegou”, do circo pernambucano Nawellington. Na quarta-feira (27), a atração Circo de Rua é da Tropa Trupe, do Rio Grande do Norte (RN). “Magia para Todas” é o nome do espetáculo que Ryan Rodrigues trará na quinta-feira (28). Na sexta-feira (29), é a vez da Tradição Centenária do Circo Alvez, com música e poesia de Pernambuco. E encerrando a programação circense desta edição do FIG,1 no sábado (30), o público assistirá uma grande mostra de números circenses, que contará com diversos artistas.

Orquestra Manoel Rabelo recebe convidados no projeto Orquestrando no FIG

O Grupo de Violões do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Heliópolis e a Orquestra Manoel Rabelo se apresentaram nessa sexta-feira (22), em frente ao Palácio Celso Galvão, no centro. O ‘Orquestrando no FIG’ foi criado em 2014, e é realizado pela terceira vez por iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura.  

Criado há dois anos, o Grupo de Violões do Cras possui mais de 50 crianças e adolescentes, que aprendem a tocar violão, guitarra e contrabaixo. A coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social, Lariza Pollyana, explica que diversas crianças já passaram pelo projeto. “É uma honra eles terem a oportunidade de integrar a grade de programação de um evento tão grande como o Festival de Inverno”, ressaltou Laryza.

Após a apresentação dos meninos do Cras, a Orquestra Manoel Rabelo entrou em cena e cantou clássicos da MPB e também internacionais. O maestro Lulinha do Trompete ganhou um lugar à frente da banda em 2012, mas é membro desde 1995. “A banda é de 1908. Passou 16 anos parada, mas em 2013 voltou com toda força, voltou com outra roupagem, não é só mais uma banda de música, hoje é uma orquestra com 32 componentes”, ressaltou Lulinha.

A banda vem mudando o estilo ao longo dos anos, mas segundo ele o repertório continua o mesmo. “O nosso repertório é bem eclético, sem deixar o tradicional, que é de banda de música, tocando os antigos dobrados. Nós estamos tocando também Big Band, um estilo americano. E nesse estilo nós estamos fazendo músicas brasileiras. O estilo mudou, mas a música é a mesma”, finalizou.

O sanfoneiro Cláudio José foi o convidado da orquestra e ofereceu ao público músicas do também sanfoneiro Dominguinhos. “É um prazer enorme tocar com a Orquestra Manoel Rabelo a convite do Lulinha”, declarou Cláudio. As apresentações do palco Orquestrando no FIG ocorrem ainda nos dias 23, 29 e 30, sempre a partir das 16h. Confira os detalhes:

Sábado, 23/7
16h – Orquestra Amigos da Música (Jucati) | Orquestra Manoel Rabelo

Sexta-feira, 29/7
16h – Banda do 71º BlMtz | Orquestra Manoel Rabelo

Sábado, 30/7
16h – Orquestra Filhos de Brejão | Orquestra Manoel Rabelo

Marcha de Todas as Flores marca​ primeiro sábado do 26º FIG​

Neste sábado (23), dentro da programação do 26º Festival de Inverno de Garanhuns, a ‘I Marcha de Todas as Flores: das lutas às conquistas’ reuniu centenas de pessoas. A iniciativa visa promover reflexão sobre os direitos do gênero e ressaltar as conquistas das mulheres. O momento teve sua concentração em frente ao Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, de onde os participantes saíram pelas ruas do Centro – a marcha seguiu até o Palco da Cultura Popular, localizado no Espaço Colunata.

O bloco Flor do Eucalipto, fundado há 16 anos, foi o responsável pela animação do momento, conduzindo os participantes com marchinhas e hinos populares. “Eu acho esse momento muito válido. A mulher tem que reivindicar seus direitos de todas as formas possíveis”, disse Maria Bernadete, de 78 anos, que faz parte do bloco desde a sua fundação.

Maria das Graças, de 52 anos, veio do Recife para aproveitar a programação do FIG e fez questão de participar da marcha. “Está tudo muito lindo, a mulher é uma trabalhadora e merece ter todos os seus direitos assistidos. O trabalho que a secretaria da mulher é maravilhoso”, comentou.​

Espaço Colunata é palco da Cultura Popular no FIG

O terceiro dia do 26º Festival de Inverno de Garanhuns segue a todo favor. Todas as manhãs, o Espaço Colunata torna-se palco para apresentação de diversos grupos culturais vindos de todo o Nordeste. Hoje (23), a diversidade tomou conta do centro de Garanhuns. Foram apresentados samba de coco, reisados, danças populares e outros ritmos.

O Reisado Garanhuns Cultural, liderado por Luiz Gonzaga de Lima, o Gonzaga de Garanhuns, se apresentou para um público já conhecido. Gonzaga tem 72 anos de idade e dança reisado desde 1955, quando começou aos 12. Ele afirma que o FIG é de extrema importância para que a cultura seja valorizada na cidade. “É muito importante, não só para mim mas para nossa cultura, para nossa cidade e para o nosso povo. Atualmente, Garanhuns está se destacando muito com os reisados. Já temos cinco grupos”, disse.

Já passava das 13h quando o Grupo Afoxé Elegbará começou a apresentar sua performance, baseada em religiões afrodescendentes. Em sua segunda apresentação na cidade, o grupo recifense, regido pelo Mestre Carlos Sereia, transformou músicas já conhecidas nacionalmente em versões especiais. “O afoxé, por sua vez, é uma representatividade do meu candomblé, da minha matriz africana em um culto profano. Foi o modo que a nossa cultura teve de desmistificar a religião de afrodescendente dentro da sociedade”, afirmou Carlos, que disse estar feliz por trazer seu grupo à cidade, concluindo: “O Festival de Inverno de Garanhuns é um evento que é almejado por todos os grupos de cultura afro-brasileira. É extraordinário estar aqui mais uma vez compartilhando dessa festa.”

O Samba de Coco Santa Luzia, criado em Caetés, 150 anos atrás, colocou o público que estava presente para dançar. Durante cerca de 30 minutos, os 20 componentes sambaram o coco que já é tradição entre os 26 membros, que apresentaram músicas cridas por seus bisavós. O grupo já se apresentou diversas vezes em Garanhuns e também em Triunfo, Belo Jardim, Recife e outras cidades do estado.

O Palco Cultura Popular terá apresentações todos os dias do Festival, começando sempre a partir das 10h. Para conferir a programação completa, acesse: http://www.garanhuns.pe.gov.br/programacao-completa-do-fig-2016/.

Música erudita invade Igreja de Santo Antônio durante 26º FIG

A programação de música erudita no 26º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) teve início nessa sexta-feira (22) na Igreja Matriz de Santo Antônio, polo que concentra as atividades do Programa do Conservatório Pernambucano de Música (CPM) até o dia 30 deste mês; o horário das apresentações é fixo, sempre às 16h30 e 21h. Entre as principais atrações estão o pianista André Mehmari, a cantora paulista Mônica Salmaso, a Orquestra de Câmara de Pernambuco e o Coro do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil.

O espetáculo de hoje começou às 16h30 com o pianista Hercules Gomes, num show que consiste em interpretações contemporâneas do pianista e compositor Ernesto Nazareth. “Eu achei a programação deste ano fantástica. Já conheci este polo em anos anteriores, mas não sabia dessa parceria entre o conservatório e o festival. Você olha a programação e sabe que ela é essencial para um tipo de público que acompanha um festival de tão grande porte”, completou o artista.

Os arranjos do pianista fizeram da igreja o ambiente ideal para aqueles que procuravam uma programação mais tranquila e música de alta qualidade. “Eu venho todos os anos, a catedral me traz uma coisa ímpar e que mexe com a sensibilidade de todos que vêm aqui. Na última edição eu trouxe minha mãe de 88 anos que ficou encantada”, declarou Maria de Amorim, de 60 anos de idade, natural de Maceió (AL); que desta vez veio acompanhada da amiga Helena Gomes, de 53 anos.

As atrações do Conservatório na Catedral de Santo Antônio continuam. Neste sábado (23) é a vez do pianista Fábio Martino, às 16h, e do bandolinista Danilo Bento acompanhado por André Mehmari no piano. A programação será retomada na quarta-feira (27) e pode ser acessada na íntegra através do portal: www.garanhuns.pe.gov.br. 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Teatro adulto abre programação de artes cênicas no FIG

A primeira noite do 26º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) teve a apresentação da peça teatral O Ano em que Sonhamos Perigosamente. A companhia pernambucana Magiluth, responsável pelo espetáculo, teve um público de mais de 400 pessoas, que assistiu a encenação – cheia de expressões faciais e frases provocadoras.

O grupo, criado em 2004, no curso de Licenciatura em Artes Cênicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), tem alguns de seus integrantes nascidos em Garanhuns. Os atores Mário Sergio Cabral e Erivaldo Pinheiro começaram a atuar ainda na infância, no Grupo Diocesano de Artes, no Colégio Diocesano de Garanhuns.

O professor Carlos Janduy, que prestigiou a apresentação, disse estar orgulhoso de ter ajudado na formação dos atores. “É uma alegria muito grande tê-los de volta a Garanhuns. Eles começaram comigo. O Mário, por exemplo, começou com 11 anos de idade. O Erivaldo, com cerca de 14, 15 anos. A partir de um trabalho sério de teatro feito naquele momento, hoje eles estão aí representando Pernambuco, não só no Brasil, mas também no mundo. E a gente fica muito contente, me emocionei”, disse.

O espetáculo já foi apresentado em diversas capitais do país e agora traz sua exibição durante o festival. Mario Sérgio Cabral, ator da peça, ressaltou o objetivo da montagem. “O Ano em que Sonhamos Perigosamente é o espetáculo mais recente do Magiluth e é o espetáculo mais provocador, talvez. A gente toca em algumas feridas sociais que estão um pouco abertas ainda, bem esfoladas, para falar a verdade. Aqui a gente quer debater ideias, mostrar um ponto de vista e debater”, completou. O garanhuense também fez questão de comentar que está muito feliz por se apresentar no primeiro palco que um dia ele pisou.

Ao fim, o público aplaudiu de pé os atores. O ator e estudante de História Bruno Alves, de 20 anos de idade, elogiou a iluminação e sonoplastia da obra e ressaltou a importância da encenação ser apresentada na cidade. “Sempre quando tem esses festivais é bom a gente aproveitar, e é um grupo que se formou aqui e foi pra Recife, e agora está fazendo sucesso no Brasil e até fora do país. É importante que eles voltem pra cá e que inspirem outros jovens que também fazem teatro aqui em Garanhuns”, finalizou.

Os ingressos para as próximas apresentações do teatro adulto podem ser adquiridos gratuitamente, sempre a partir das 14h, no próprio Teatro Luiz Souto Dourado. É importante verificar a classificação indicativa das obras. Confira a programação dos próximos espetáculos:

Sexta-feira, 22/7 – Joelma – 19h
Fábio Vidal (Território Sirius/BA)
Com legenda e tradução em LIBRAS
Local: Teatro Luiz Souto Dourado

Domingo, 24/7 – Um Estranho Muito Íntimo – 19h
Trupe Azimute (PE)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado

Sexta-feira, 29/7 – Avental todo sujo de ovo – 19h
Grupo Ninho de Teatro (CE)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado

Sábado, 30/7 – Soledad – A Terra é fogo sob nossos pés – 19h
Hilda Torres (PE)
Local: Teatro Luiz Souto Dourado

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Secretaria de Educação e Esportes de Garanhuns divulga ações que serão realizadas no Festival de Inverno de Garanhuns

A Secretaria de Educação e Esportes (SEDUCE) divulgou nesta quinta-feira (21) como será o plano de ação para o 26º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que acontecerá de 21 a 30 de julho. Uma equipe de 90 profissionais irá trabalhar nos dez dias de evento para atender à população e aos turistas que visitam Garanhuns.

A SEDUCE atuará em diversos polos do FIG com programações educativas. Na Praça Souto Filho funcionará a Praça da Palavra, onde a SEDUCE participará com apresentações do Projeto "Nas Ondas da Leitura" com os alunos das Escolas da Rede Municipal de Garanhuns, com o standard da ALAN e, com serviços de apoio.

Na Biblioteca Luiz Brasil no Parque Euclides Dourado, acontecerá em sua III Edição, o espaço de Literatura Infantil com o tema: “FIG nas Ondas da Leitura” em parceira com o Instituto Meta de Educ Pesq Formação (IMEPH). Ainda, no Parque Euclides Dourado, funcionará o Planetário com duas sessões todas as tardes durante o FIG. Em parceria com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE), a Secretaria de Educação irá sediar na comunidade quilombola Castainho, diversas oficinas pedagógicas na Escola Virgília Garcia.

Na Escola Municipal Professor Antônio Gonçalves Dias (CAIC) acontecerá durante o FIG, oficinas de técnicas circenses para alunos, a partir de 13 anos, da Rede Municipal de Ensino. No CMEI Profª Girlane Lira serão oferecidas aos estudantes de cinco anos de idade, oficinas de vídeo e historinhas em áudio visual. O público do FIG contará também com a Biblioteca comunitária Ler é Preciso que estará realizando a Exposição “Dedicatórias contam histórias”, na Rua 13 de Maio, S/Nº - Sala 02.

A SEDUCE irá atuar também, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, no Centro de Acolhimento, que funcionará durante as nove noites de evento. O objetivo é promover a segurança a crianças e adolescentes em situações de risco. Caso algum menor seja encontrado em alguma situação de vulnerabilidade o mesmo será convidado a permanecer no Centro de Acolhimento. O local contará com uma equipe de 22 profissionais, entre psicólogos, assistentes sociais e educadores.

Para mais informações, a população e os visitantes poderão se dirigir à sede da SEDUCE, das 9h às 14h, localizada na Rua Siqueira Campos, 43 - Santo Antônio e na Biblioteca do Parque Euclides Dourado, das 14h às 19h, localizada no Parque Euclides Dourado na Avenida Júlio Brasileiro​.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Garanhuenses vencem Prêmio Ariano Suassuna

Na tarde dessa terça-feira (19), no Teatro de Santa Isabel, em Recife, foi realizada a entrega do I Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia. Entre os vencedores do concurso, estão dois garanhuenses, o mestre de reisado Benoni Bezerra e o estudante de teatro Alex Apolônio. Eles foram contemplados nos segmentos de Mestre da Cultura Popular e Teatro de Formas Animadas, respectivamente.

Durante a solenidade, diversas representações de todo o Estado se apresentaram, entre eles, grupos de mamulengos, reisado, afoxé e banda de pífanos. A entrega dos prêmios foi feita pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, em conjunto com o secretário estadual de Cultura, Marcelino Granja, e a presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Márcia Souto.

Na categoria de Mestres da Cultura Popular, um dos vencedores foi o garanhuense Benoni Bezerra de Carvalho, popularmente conhecido como Mestre Benoni, de 74 anos de idade - atualmente, mestre do reisado "Os Três Reis do Oriente", que possui 103 anos de atividade. "É uma honra para mim ser escolhido como mestre. Estou muito alegre por estar neste teatro maravilhoso, e queria dedicar o prêmio a todos que ajudaram a construir a história do reisado em Garanhuns", disse, emocionado.

Já no segmento de dramaturgia, o estudante de teatro Alex Apolônio, de 21 anos, natural de Garanhuns, foi um dos vencedores, com o texto “Severino Brincante”; um trabalho fundamentado na poética nordestina e que busca trazer um pouco da cultura popular para o teatro. “O prêmio de verdade que eu recebo é poder ver esses mestres, grupos e ritmos. Tudo isso mexe muito comigo e me sinto contemplado por estar com todos estes fazedores da cultura popular”, declarou.

Sobre o prêmio - O Prêmio Ariano Suassuna foi criado em 2015, durante o 25° Festival de Inverno de Garanhuns. Este é o primeiro ano em que o certificado é concedido a mestres e grupos da cultura popular e dramaturgos. Ao todo, 125 propostas foram inscritas, sendo 70 de cultura popular e mais 55 obras de dramaturgia; todas analisadas durante o período de 13 de maio à 15 de junho.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Adolescentes do Cras Magano conquistam medalhas em competição de karatê

Cinco adolescentes de Garanhuns, atendidos no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Magano, conquistaram medalhas na II Copa de Karatê de Capoeiras. Representantes de 16 cidades participaram da competição, que aconteceu na Escola José Soares de Almeida, no último domingo (17). A copa contou com participantes entre 3 e 70 anos de idade, que disputaram em 47 categorias.

Alisson Aragão, que tem 14 anos de idade, conquistou uma medalha de ouro e uma de prata; José Rafael, com 17 anos de idade, foi vice-campeão em sua modalidade; Daniel Clemente, que tem 12 anos de idade, recebeu duas medalhas, uma de ouro e outra de prata; Emilly Vitoria tem 11 anos de idade e também recebeu medalha de prata em sua categoria; Herisson Patrick, tem 15 anos de idade, e conquistou uma medalha de bronze na disputa.

O professor do grupo, que é campeão brasileiro de Karatê, falou sobre seu sentimento pelas conquistas da equipe. “Me sinto extremamente realizado com a vitória deles. Porque é um trabalho que acontece dia a dia, como se fosse uma lapidação de talentos, até se deparar com um resultado tão bom quanto esse. E isso não somente faz com que eles sejam bons no esporte, mas, também, se desenvolvam enquanto cidadãos. Todos eles receberam medalhas e o resultado não poderia ter sido melhor”, afirma Eguinaldo Silvestre.

As atividades realizadas no Cras Magano, incluindo o karatê, contemplam mais de 70 crianças e adolescentes. As aulas acontecem nas terças e quintas-feiras, nos turnos manhã e tarde. A próxima competição que os participantes do Cras irão participar será no dia 7 de agosto, na 24° Copa Inverno de Karatê de Gravatá.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Secretarias de Assistência Social e da Mulher divulgam plano de ação para 26º FIG

Para chamar a atenção da população sobre a violação dos direitos das crianças e dos adolescentes e violência contra a mulher, a Prefeitura de Garanhuns, por meio das secretarias de Assistência Social e da Mulher, estará promovendo ações de prevenção, monitoramento e fiscalização social durante a 26ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que acontece entre os dias 21 e 30 deste mês.

As ações preventivas serão realizadas pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Os servidores realizarão abordagem aos munícipes e turistas que estiverem nos pontos turísticos e polos do evento. Serão distribuídos panfletos e adesivos informativos sobre a importância da proibição do consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos de idade.

No polo principal do evento, a Praça Cultural Mestre Dominguinhos, não será permitido o acesso de menores de 12 anos de idade desacompanhados. Também será proibida a entrada de menores de 18 anos de idade sem acompanhamento dos pais, responsáveis ou parentes ascendentes e descendentes colaterais até o terceiro grau.

Funcionando em plantão de 24h, o Conselho Tutelar estará executando ações de monitoramento e fiscalização. No período noturno, o órgão terá o suporte de mais 20 educadores sociais que estarão na Praça Cultural Mestre Dominguinhos e no Parque Euclides Dourado, promovendo ações de enfrentamento à violência infantil e proibição do consumo de bebidas alcoólicas. Nas portarias do polo principal, os educadores estarão junto à Polícia Militar e Polícia Civil para cumprir a medida de proibição do acesso de adolescentes menores de 18 anos desacompanhados.

Em relação ao polo principal, se alguma criança ou adolescente for encontrado em algum tipo de vulnerabilidade, será convidado pela equipe a permanecer no Centro de Acolhimento, que estará preparado com materiais pedagógicos e lúdicos, em funcionamento durante todas as noites do evento. Psicólogos, assistentes sociais e educadores sociais fazem parte da equipe de 22 profissionais que estarão envolvidos nessa ação, que conta com a parceria da Secretaria de Educação e Esportes (Seduce).

O ponto de apoio da Secretaria de Assistência Social junto ao Conselho Tutelar funcionará no Polo de Segurança, localizado no antigo depósito do Pérola, durante todos os dias do evento. Já a partir do dia 23, a equipe também contará com uma sala de atendimento, que será instalada no Parque Euclides Dourado, localizado na Avenida Júlio Brasileiro, no bairro Heliópolis. Nos demais horários, o serviço funcionará normalmente na sede do Conselho Tutelar.

Secretaria da Mulher

A Secretaria Municipal da Mulher realizará, durante o Festival de Inverno de Garanhuns deste ano, a “I Marcha de Todas as Flores: das lutas às conquistas”. O evento acontece no próximo sábado (23), e a concentração será às 10h, em frente ao Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. O trajeto segue até o Palco da Cultura Popular, no Largo do Colunata. Também serão oferecidos os serviços através do regime de prontidão, que será estabelecido por meio das demandas da nona Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (9ª DEAM).

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Audiência pública define detalhes sobre organização do 26º FIG

Com a finalidade de garantir a segurança do público que estará participando da 26ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) e definir detalhes sobre o evento, uma audiência pública foi realizada na manhã desta sexta-feira (15), na sede do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em Garanhuns. Participaram da discussão representantes de órgãos públicos de segurança e trânsito, representantes das secretarias municipais e Fundação de Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Na audiência, presidida pelos promotores Alexandre Bezerra e Marinalva Almeida, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o qual consta diversas questões práticas relacionadas ao evento. Além de avaliar os êxitos conquistados no ano passado, algumas correções foram pontuadas na reunião. A primeira situação discutida foi a superlotação do espaço de realização do evento. Ficou acordado que a Praça Cultural Mestre Dominguinhos poderá ser fechada quando a capacidade de público for alcançada. A ação será de iniciativa da Polícia Militar (PM), sendo precedida de uma comunicação à organização do evento.

Não será permitida a entrada de copos ou vasilhames de vidro no local do evento. A orientação é que os comerciantes de alimentos e bebidas sirvam os produtos em materiais descartáveis. A venda de produtos em pratos de vidro também é proibida, cabendo à Prefeitura a devida fiscalização. Em relação às barracas e camarotes, todos deverão ser abastecidos das 8h às 16h30, e a área terá que ser fechada, impreterivelmente, até às 17h.

Não será permitido o acesso de menor de 12 anos de idade que estejam desacompanhados. Também será proibida a entrada de menores de 18 anos de idade sem acompanhamento dos pais, responsáveis ou parentes ascendentes e descendentes colaterais até o terceiro grau. A fiscalização será realizada pelos educadores sociais, que estarão atuando por meio do Conselho Tutelar e Secretaria de Assistência Social, realizando, também, ações preventivas.

Assim como no ano passado, será montado o Espaço de Proteção, para as crianças que estiverem em situação de vulnerabilidade durante o evento. Ainda durante o FIG, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) estará atuando de forma preventiva em situações de violação dos direitos das crianças e adolescentes.

Também ficou estabelecido, na audiência, que a Secretaria de Saúde disponibilizará serviço de urgência e emergência, com equipe especializada durante os dias do evento. Ainda no local, haverá uma equipe profissional, para atendimento ao consumidor, nos casos que envolvam questões sanitárias ou de ofensas à qualidade do serviço prestado.

Quanto ao horário do evento, durante os debates, a Fundarpe informou que os shows na Praça Cultural Mestre Dominguinhos e Palco Pop/Forró seriam encerrados conjuntamente às 2h, durante todos os dias do evento. Em contrapartida, a Polícia Militar (PM) esclareceu que o seu planejamento prevê o fim dos shows nos referidos palcos, de segunda a quinta-feira, às 1h, por dificuldade na formação da escala de serviço pelo déficit militar. A discussão deverá ser repassada ao presidente da Fundarpe e ao secretário de Defesa Social do Estado para decisão final em até 48h.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

I Ecosportes Parkour & Free Runing acontece dia 23 de julho, em Garanhuns

O incentivo à prática de esportes urbanos é o principal objetivo do I Ecosportes Parkour & Free Runing, que acontece em Garanhuns, no próximo dia 23 de julho – durante o 26º Festival de Inverno –, das 14h às 18h, no Parque Euclides Dourado. O evento contará com modalidades como o skate, slackline e BMX.  

O foco da iniciativa é em modalidades que possam ser praticadas sem a necessidade de uma quadra poliesportiva. Entre elas estão o parkour – movimento de transposição de obstáculos, como escalar muros ou saltar sobre vãos; o slackline – esporte de equilíbrio sobre uma fita de náilon; ou o BMX – esporte com bicicletas adaptadas para execução de manobras.

O evento acontece dentro do parque, tendo sua concentração no espaço próximo à biblioteca, onde será montado um circuito para os praticantes do BMX e skatistas. Outra estrutura será montada próximo à quadra, onde os praticantes de parkour e slackline poderão exercer suas atividades.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Festival de Inverno de Garanhuns celebra a diversidade cultural do povo brasileiro

Vai começar mais uma temporada de inverno e muita cultura em Pernambuco. De 21 a 30 de julho, o 26º Festival de Inverno de Garanhuns movimenta o Agreste com uma intensa agenda de difusão e formação nas mais diversas linguagens artístico-culturais. Realizado pelo Governo de Pernambuco (Secult-PE e Fundarpe) e contando com as parcerias da Prefeitura de Garanhuns, da Cepe Editora, do SESC e do SEBRAE, o FIG é o maior festival do estado. Este ano, presta homenagem ao mestre de todos os ritmos, o percussionista Naná Vasconcelos, símbolo eterno da diversidade e da riqueza cultural da nossa gente.

“Chegamos à 26ª edição do FIG com ainda mais certeza de que este é um momento ímpar de celebração da nossa arte e da nossa cultura. Uma oportunidade imperdível para trocas culturais, um intenso e democrático mergulho nos diferentes modos de fazer cultura em nosso tempo”, convida Marcelino Granja, Secretário de Cultura de Pernambuco.

Do forró à música erudita, da cultura popular à atração reconhecida em todo o país, o FIG 2016 reafirma seu compromisso com a promoção dos artistas nacionais, com destaque para a inquestionável riqueza da produção cultural nordestina. Para Márcia Souto, Presidente da Fundarpe, “a programação reflete a pluralidade de ritmos e expressões que ajudam a formar a identidade do povo brasileiro; e também revela a qualidade técnica e o mérito artístico dos nossos fazedores de cultura”.

Além de shows musicais, milhares de pessoas terão acesso gratuito a mostras de Cinema, Fotografia e Artes Visuais; ações de Design, Moda, Artesanato e Literatura; espetáculos de Circo, Dança e Teatro; apresentações de Cultura Popular; e a uma vasta programação de Formação Cultural, como oficinas e rodas de diálogo. A valorização do Patrimônio Cultural pernambucano, dos saberes de Povos Tradicionais e o enlace entre Cultura & Educação também figuram como eixos centrais do 26º Festival de Inverno.

“Como uma ode à diversidade que impera na cultura brasileira, a programação do FIG revela um exercício curatorial que considerou a riqueza cultural nordestina; a influência das manifestações tradicionais no fazer artístico; o papel do negro e da mulher na arte; e a urgência de iniciativas que ampliem o acesso de cada vez mais pessoas a shows, espetáculos e mostras artísticas”, destaca André Brasileiro, coordenador executivo do Festival.

HOMENAGEM A NANÁ VASCONCELOS

A dedicação de Naná às artes e seu empenho em revelar ao mundo toda a força da nossa cultura inspiram o FIG 2016. São qualidades que se refletem numa programação diversa, plural, que amplia diálogos entre tradição e novidade, do jeito que Naná sempre estimulou.

Marcando a abertura oficial do FIG (quinta, 21/7), o Grupo Voz Nagô, o músico Zé Manoel e a intérprete Virgínia Rodrigues vão cantar para Naná na Catedral de Santo Antônio. O Concerto Afro-nordestino contará com a presença do Governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Já na noite do sábado (23), todo o público da Praça Mestre Dominguinhos vai poder reverenciar o percussionista – único brasileiro vencedor de 8 prêmios Grammy - falecido no último 9 de março. É que Zeca Baleiro e Paulo Lepetit vão apresentar, pela primeira vez em Pernambuco, o projeto Café no Bule, uma verdadeira mistura de aromas musicais e sonoridades brasileiras - uma das últimas ‘invenções’ e parcerias artísticas de Naná.

POLOS OFICIAIS

A programação vai se espalhar novamente por toda a Garanhuns, ocupando os 20 polos oficiais e também ruas e praças, por meio de intervenções e atividades descentralizadas.

> PALCO MESTRE DOMINGUINHOS

Local do maior palco do festival, a Praça Mestre Dominguinhos (antiga Guadalajara) será tomada por um público diverso, durante nove dias de shows. Os destaques do primeiro fim de semana são grandes intérpretes e compositoras da música brasileira: Elza Soares, Gal Costa, Karina Buhr, Larissa Luz e Elba Ramalho. Mantendo o pique da programação, também se apresentam por lá artistas e grupos admirados em todo o país, como os pernambucanos Alceu Valença, Otto, Santanna, Siba e Maciel Melo; as bandas Nação Zumbi e Academia da Berlinda; e as cantoras Roberta Sá e Margareth Menezes. Encerrando a programação no sábado (30), sobem ao palco a caruaruense Fulô de Mandacaru e uma referência da música pop nacional, a banda Biquini Cavadão.

> PALCO POP

Uma apurada seleção de música contemporânea - com recorte para a cena autoral nordestina - é o que o público do festival vai encontrar nesta edição do Palco Pop. Do rap da Combo X ao reggae da N’Zambi, passando pela excelência de intérpretes e compositores como Geraldo Maia, Sandyalê, Nuria Mallena, Mônica Feijó, Valdir Santos, Zeca Viana e Erasto Vasconcelos, o polo recebe as mais diversas sonoridades, em cinco dias de programação.  O rock das bandas Volver e Plutão Já Foi Planeta, além do hardcore da Saga HC e Diablo Motor também estão confirmados no palco, agora em novo local, bem próximo à Rodoviária (atrás do Parque Euclides Dourado).

> PALCO FORRÓ

O ritmo mais nordestino que existe segue merecendo um palco dedicado a perpetuar o legado de mestres como Dominguinhos e Luiz Gonzaga. Serão cinco madrugadas de shows, aquecendo Garanhuns com o melhor do nosso forró cantado e dançado por atrações como Gennaro, Derico Alves, Bia Marinho, Beto Hortis, Petrúcio Amorim, Walkiria Mendes, Maria da Paz, Irah Caldeira e Liv Moraes.

> PALCO INSTRUMENTAL

Um dos pontos turísticos mais charmosos de Garanhuns, o Parque Ruber Van Der Linden (Pau Pombo), acolhe novamente o Palco Instrumental. A programação oferece uma excelente miscelânea do gênero, contemplando artistas e grupos de outros estados nordestinos, como o Ceará, representado pelo grupo Murmurando e o músico Cainã Cavalcante; a Paraíba, de onde vem o grupo Burro Morto; e o Rio Grande do Norte, com o Candeeiro Jazz. Entre as atrações pernambucanas, destaque para Vitor Araújo, Gilú Amaral, Bozó Sete Cordas, Daniel Podsk, Orquestra Pernambucana de Choro, Banda Kalouv, Wassab e o projeto Guitarras do Nordeste.

> PALCO DE CULTURA POPULAR

Cerca de 60 atrações de diversos municípios pernambucanos vão animar oito dias de programação no Palco de Cultura Popular. São mestres e grupos representantes das mais variadas expressões, como Reisado, Cavalo Marinho, Maracatu, Ciranda, Quadrilha, Coco, Afoxé, Samba, Caboclinho, Pífano e Boi. Entre eles, Patrimônios Vivos de Pernambuco.

> MÚSICA NA CATEDRAL

A Igreja de Santo Antônio recebe, em mais uma edição do FIG, uma programação musical de rara beleza, sob a curadoria do XII Virtuosi na Serra e do Conservatório Pernambucano de Música (CPM). No domingo (24), a programação do Virtuosi presta uma bela homenagem a Naná Vasconcelos. Já na programação do COM no FIG, os grupos SaGRAMA, Pau Brasil e a cantora Mônica Salmaso são alguns destaques.

> CASA GALERIA GALPÃO

Tradicional polo das Artes Visuais, do Design e da Moda no FIG, a Casa Galeria Galpão incorpora também nesta edição uma Mostra de Teatro Alternativo.

De 24 a 30 de julho, o público terá acesso a seis ações de artes visuais. Entre elas, a exposição ‘Cavani Rosas vai ao Cinema’, que reúne desenhos, cenários e storyboards feitos pelo artista pernambucano para filmes de animação. Seis projetos de design e moda, e ainda cinco exposições fotográficas ocupam a Casa.

De 25 a 30 de julho, sempre a partir das 21h, a Galeria vai se transformar em palco para seis espetáculos de teatro adulto, com a Mostra de Teatro Alternativo. Entre eles, 4x Hilda (Duas Companhias/PE) e Acontece enquanto você não quer ver (Cena OFF/PE).

> PRAÇA DA PALAVRA

Recitais, lançamentos de livros, contação de histórias, intervenções poéticas e debates estão na programação do polo de Literatura do FIG 2016, que conta com a parceria da Cepe Editora e do SESC. Entre os destaques da Praça da Palavra, grandes escritores pernambucanos, como Ronaldo Coreia de Brito, Chico Pedrosa, Raimundo Carrero e o garanhuense Mário Rodrigues, vencedor do mais recente Prêmio Sesc de Literatura. A performance poético-musical do grupo P.I.V.a. - Poesia Incendiária Valvulada, formado pelo poeta José Juva e pelos músicos Muta, Tiago West, Leo Vila Nova, Rama Om e Glauco César II, encerra a programação no sábado (30).

> TEATRO LUIZ SOUTO DOURADO

Doze espetáculos de dança, de teatro adulto e infantil vão ocupar o palco do Teatro Luiz Souto Dourado já a partir da quinta-feira (21). A programação é um importante retrato da cena contemporânea em diversos estados do Nordeste. Do Ceará, chegam o Grupo Ninho de Teatro (Avental todo sujo de ovo) e a Inquieta Companhia de Teatros, com o infantil Esconderijo dos Gigantes. Do Rio Grande do Norte, vem a Associação Giradança, com o ‘Dança que ninguém quer ver’, uma obra coreografada por bailarinos com deficiência ou que não se encaixam no ‘padrão’ físico da profissão. O ator Fábio Vidal (Território Sirius/BA) encena Joelma e, da Paraíba, a Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral apresenta os espetáculos de dança A Feira e Frestas, Fôlego e Pele. Artistas e companhias pernambucanas também são destaques, como o Grupo Magiltuth (O Ano em que Sonhamos Perigosamente); a atriz Hilda Torres, com ‘Soledad – A Terra é fogo sob nossos pés’; e o Bacnaré - Balé de Cultura Negra do Recife, que em 2016 comemora 30 anos de atividades.

> CIRCO

A lona de circo mais querida do Agreste está confirmada no FIG 2016. O local deste ano é o Parque Euclides Dourado, reforçando a vocação do polo para a diversão em família. Do sábado (23) ao sábado (30), sempre às 16h, há sempre uma boa programação gratuita, que privilegia a tradição circense, sem deixar de abrir espaço para artistas contemporâneos. Entre as atrações, destaque para o Circo Alves, a Família Vidal (Disney Circo) e o American Circo (PB). Ações de rua integram a programação circense, como o espetáculo Combo, da Tropa Trupe (RN).

> CINEMA ELDORADO

Treze filmes pernambucanos, nacionais e estrangeiros entram em cartaz na cidade com a chegada da 12ª Mostra de Cinema do FIG. Entre eles, ‘A Luneta do Tempo’, de Alceu Valença;  a animação brasileira indicada ao Oscar ‘O Menino e o Mundo’, de Alê Abreu; e o recém-lançado longa da cineasta Anna Muylaerte, ‘Mãe só há uma’. Algumas sessões contarão com a presença dos diretores, que vão conversar com o público. O debate com Alceu, por exemplo, acontece na quarta (27). Exibições com audiodescrição e LIBRAS, além da sessão especial Horror Brasileiro Contemporâneo, complementam a programação.

> OUTRAS PALAVRAS

A Câmara de Vereadores de Garanhuns e a Escola Instituto Presbiteriano vão receber ações de integração entre Cultura & Educação. Exibições de vídeo realizado por estudantes, diálogos com escritores, apresentações de patrimônios vivos, conversas com artistas e entrega de kits literários para as bibliotecas da região integram a programação especial.

> FORMAÇÃO CULTURAL

Trinta e sete oficinas culturais estão com mais de 700 vagas abertas. São oportunidades em todas as áreas culturais, como Artesanato, Audiovisual, Música, Fotografia e Design. As inscrições devem ser realizadas na Secretaria de Cultura de Garanhuns a partir da segunda-feira, 18/7.

> ESPAÇO DO PATRIMÔNIO

Instalado no Parque Euclides Dourado, o Espaço do Patrimônio oferece, de 23 a 30 de julho, uma Exposição sobre Patrimônios Culturais Imateriais do Brasil em Pernambuco, além dos patrimônios materiais de Garanhuns. A visitação é gratuita, das 14h às 22h.

> CASARÃO DOS PONTOS DE CULTURA

Em sua sexta edição, o polo de debates e apresentações culturais protagonizadas por integrantes de Pontos de Cultura no estado oferece este ano nove minicursos gratuitos.

> PALCO DOS PONTOS

De 27 a 29 de julho, a programação se espalha também pelo Parque Euclides Dourado, que recebe atrações como o Yaathê Thudia, do Ponto de Cultura Indígena Fulni-ô; e o Cortejo de Maracatu do Aurora Cultural.

> CASTAINHO

Oficinas, apresentações culturais da tradição quilombola e ainda uma série de espetáculos cênicos chegam à comunidade do Castainho com o FIG 2016. As atividades de formação são especialmente direcionadas aos moradores das diversas comunidades quilombolas do Agreste, abordando estratégias de preservação dos saberes e das manifestações tradicionais.

> CAFÉ EM PASÁRGADA NO FIG

De 25 a 30 de junho, uma cafeteria em Heliópolis vai se transformar em espaço para recitais livres, com microfone aberto. A ação especial ‘Café em Pasárgada’ vai contar com a participação dos atores Carlos Mesquita, Julierme Galindo e Duvinnie Pessoa.

> SESC NO FIG

Importante parceiro do FIG, o SESC abriga este ano a exposição Imaginação à deriva, do artista plástico pernambucano Daniel Santiago; além de colaborar com a programação de espaços como a Praça da Palavra.

> ARMAZÉM DA ARTE E NEGÓCIOS / SEBRAE

A riqueza do artesanato pernambucano também tem seu lugar no FIG. Em mais uma edição, o polo vai acolher artesãos de diversas regiões do estado, exibindo e comercializando produções que encantam, cada vez mais, os frequentadores do Parque Euclides Dourado.

> ESPAÇO MAMULENGO

O Parque Euclides Dourado será novamente ocupado por mestres e grupos que mantém vivo um patrimônio imaterial brasileiro, o Mamulengo.
> SOM NA RURAL
A caravana musical itinerante pilotada por Roger de Renor marca presença mais uma vez no FIG. Este ano, a Rural vai estacionar no Parque Euclides Dourado, oferecendo de 23 a 30/7, shows de artistas e grupos pernambucanos representantes dos mais diversos gêneros musicais. O Coco de Umbigada, a Banda Dirimbó e a cantora Aninha Martins são algumas das atrações confirmadas.

> AÇÕES DESCENTRALIZADAS

Sessões de cinema a céu aberto em comunidades e distritos rurais (Cinema na Estrada); uma série de intervenções teatrais pelas ruas e praças de Garanhuns; recitais poéticos de porta em porta; e ainda uma Caminhada do Patrimônio, que percorre edificações históricas da cidade são alguns exemplos de ações especiais que integram a programação oficial do FIG 2016.

> APLICATIVO OFICIAL

Pelo segundo ano consecutivo, o aplicativo oficial do FIG foi desenvolvido por um grupo de estudantes da Escola Técnica Estadual Maria José Vasconcelos, na cidade de Bezerros. A decisão reconhece o esforço de professores e estudantes da rede pública, ao mesmo tempo em que inspira novas ações articuladas entre as políticas de Cultura e Educação. Prestigie! O aplicativo FIG 2016 Oficial já está disponível na Play Store (Android). Nas demais plataformas, o app pode ser baixado em app.vc/fig2016.oficial