sexta-feira, 17 de julho de 2015

Vozes femininas marcam a noite de abertura do FIG 2015

A 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) iniciou ontem (16). O palco principal do evento, na Praça Cultural Mestre Dominguinhos, reuniu quatro grandes mulheres, que foram as responsáveis pela noite de abertura do evento, neste ano. Já se aproximava das 22h, quando a primeira atração da noite, a cantora Kiara Ribeiro, subiu ao palco, na Praça Cultural Mestre Dominguinhos.

O swing da artista garanhuese fez todo o público entrar no ritmo de seu repertório, não permitindo que a baixa temperatura e presença de chuva atrapalhasse o show. Intitulado como “Rítmica”, o show de Kiara, que foi preparado exclusivamente para o evento, é baseado em suas influências percussivas.  O show fez uma viagem pela música popular brasileira, acompanhando ritmos e movimentos da cantora, que puderam traduzir a sua arte de uma forma simples e autêntica. O repertório do show passou pelo samba, clássicos do axé e contou com canções de grandes artistas que são referência para Kiara.

A cantora, compositora, rebequeira e atriz Renata Rosa foi a segunda atração da noite. Suas músicas são referência por evidenciarem as tradições do Nordeste. A artista já recebeu prêmios musicais nacionais e internacionais. Renata Rosa, que toca músicas regionais, maracatu, cavalo marinho e sempre valoriza a cultura da Zona da Mata, falou sobre a música em sua vida e o que representa para ela estar se apresentando no FIG. “Eu tive grandes mestres, que me adotaram, e isso me tornou a profissional que sou hoje. Sempre ouvi músicas de vários lugares. A música foi entrando na minha vida brincando, e eu sei que a música é sacerdócio. É preciso ter dedicação. Meu primeiro show, como Renata Rosa, foi aqui no FIG de 2001, nesse palco, e é muito prazeroso voltar aqui”, afirmou a artista.

Isaar Maria de França Santos, que é cantora e compositora, cantou acompanhada do grupo feminino Voz Nagô. Sua voz forte e equilibrada convidou o público a entrar no balanço da canção. Frevo é o ritmo recorrente no repertório, mas surge bem misturado a outros ritmos. Há oito anos sem cantar no Festival de Inverno, Isaar estreou no palco principal do evento. O show da artista contou com músicas como “Nunca mais desapareça”, “Casa Vazia” e “Todo Calor”. De acordo com a organização do evento, a praça já contava com um público estimado em 60 mil pessoas, quando se aproximava o último show da noite.

Considerada uma das artistas mais completas e populares do Brasil, o show de Ana Carolina foi o mais esperado da noite e um dos mais aguardados do evento, e contou com algumas músicas de seu novo disco e sucessos clássicos da artista, que levou todo o público a acompanhá-la nas canções. Ana Carolina dedicou uma de suas músicas, “Rosas”, a uma fã que encontra-se hospitalizada em Caruaru. “Pra mim é uma inspiração saber que Otávia se tranquiliza ao ouvir a minha voz, e como não poderei ir onde ela está, irei dedicar essa música a ela e a todas às mulheres guerreiras”, afirmou Ana Carolina, que neste ano completa 16 anos de carreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário