(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

sábado, 25 de julho de 2015

Última noite no Palco Instrumental é marcada pela diversidade de ritmos

A última noite da 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), no Palco Instrumental Pau Pombo, contou com uma diversidade de gêneros da música instrumental que animou o público presente, que permaneceu no Parque Ruber van der Linden até o último show.

O primeiro show da noite ficou por conta do músico garanhuense Cláudio Lins, que tocou temas clássicos do blues. Em seguida, os músicos Jehovah da Gaita, Renato Bandeira e Bráulio Araújo, do projeto 3D, tocaram diversos temas em bossa, samba, chorinho e frevo. O Frevoton, comandado pelo Maestro Spok, em parceria com Dj Dolores e o músico Yuri Queiroga, encerrou a noite de shows no Palco Instrumental Pau Pombo ao som de ritmos pernambucanos.

Para o garanhuense Paulo Duarte, ter um polo dedicado à música instrumental é um privilégio. “Para nós, ter um espaço como esse, no interior de Pernambuco, é maravilhoso.  Associar esse espaço à música de qualidade é, de fato, um privilégio de poucos. Por isso sempre digo que quem puder vir conhecer, venha”, comentou.

A presidente da Fundarpe, Márcia Souto, que prestigiou os shows no Palco Instrumental, fez uma avaliação sobre a 25ª edição do FIG. “Estamos encerrando essa edição do festival de inverno com um saldo positivo. Tivemos um público ainda maior que nos outros anos, de acordo com a polícia, e essa edição contou, também, com uma proposta diferenciada na área educacional com as oficinas e atividades nas escolas que teve a participação de alguns artistas que se apresentaram durante o evento. Para nós isso foi muito positivo”, comemora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário