quarta-feira, 22 de julho de 2015

Romantismo tomou conta da sexta noite do Festival de Inverno de Garanhuns

Termômetros marcando 14 graus e muita neblina foram atores coadjuvantes no palco principal na noite desta terça-feira (21), no 25º Festival de Inverno de Garanhuns.  Muito romantismo,  nostalgia e um bom vinho fizeram com que cada atração tivesse um encanto a mais. Vários casais puderam, ao embalo de antigas canções, reviver seus tempos de mocidade. 

Iveraldo de Souza Lima, conhecido como Leonardo Sullivan, foi o responsável pela abertura da noite. Cantor e compositor da música romântica brasileira, em coletiva com a imprensa, Leonardo se emocionou ao falar que há vinte anos não estava na programação do FIG e que, para ele, esse festival, juntamente com o de Campos do Jordão, são as melhores do país. Clássicos como “Memórias e Mãe”, levou o público emocionado a dividir a voz com o artista, que se despediu do palco com muitos aplausos. Não demorou muito para que Agnaldo Timóteo, segunda atração da noite, subisse ao palco para espantar o frio do grande público.

A talentosa e carismática Joanna encerrou com chave de ouro a noite dedicada ao amor, com grandes sucessos, fazendo com que todos fossem ao delírio cantando e dançando os melhores hits da compositora.  A passarela, que complementa o palco, se tornou pequena, para tanto brilho que Joanna liberou ao público.  "A música é algo maravilhoso que une pessoas, une vidas, une nações e me une a esse público maravilhoso", finalizou, emocionada, em coletiva a imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário