sábado, 18 de julho de 2015

Belém do Pará invade Praça Mestre Dominguinhos na segunda noite do FIG 2015

A segunda noite da 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) foi em homenagem ao ritmo musical paraense, sendo representado pelas conterrâneas Fafá de Belém e a Banda Calypso, que levaram à Praça Cultural Mestre Dominguinhos um público médio de 55 mil pessoas, que cantaram, junto com elas, músicas que marcaram a trajetória das artistas. Garanhuns respirou carimbó e muito romance.

A primeira atração da noite foi o músico garanhuense Léo Ferreira, que encantou o público com um autêntico forró pé-de-serra.  Em seguida, subiu ao palco, a também pernambucana banda Ska Maria Pastora, formada em 2008, com um projeto de música instrumental em ritmos que unem o Ska, Reggae e Frevo.

A paraense Fafá de Belém foi a terceira atração da noite e animou o público presente ao som do carimbo.  Em um show romântico, Fafá também cantou músicas conhecidas do seu repertório e composições em homenagem aos seus 40 anos de carreira. Durante o show, a cantora se emocionou e falou sobre a alegria de participar de mais uma edição do FIG. “Ver tanta gente assim chega a me deixar nervosa. Estar aqui sempre me emociona muito”, disse. A cantora falou ainda sobre a semelhança entre os estados do Pará e de Pernambuco, se denominando “paranambucana”.

Encerrando a noite, a banda Calypso subiu ao palco e tocou os grandes sucessos da carreira, levando o público ao delírio. Em coletiva dada à imprensa, antes do show, Joelma falou sobre a participação da banda no FIG e sobre a expectativa de se apresentar em mais uma edição do evento. “A maior expectativa para os artistas que sobem nesse palco, que já tem tanto nome, é a presença do público”, comentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário