(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

terça-feira, 29 de julho de 2014

Armando apresenta agenda de desenvolvimento para Pernambuco

Diante de uma plateia composta por cerca de 200 representantes dos mais variados setores econômicos, o candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB) apresentou sua agenda para o futuro do desenvolvimento do Estado, durante jantar-debate promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco (Lide PE). No evento, realizado na noite desta segunda-feira (28), na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, Armando expôs suas propostas e respondeu a questões dos empresários e de jornalistas convidados, sendo aplaudido diversas vezes.

Para Armando, o crescimento de Pernambuco nos próximos anos depende em grande medida de mais educação e infraestrutura. Só assim o Estado conseguirá gerar mais oportunidades de emprego e renda para as pessoas. "Para que o crescimento econômico se transforme verdadeiramente em desenvolvimento, temos que investir em dois tripés, a educação e a infraestrutura", destacou o candidato da coligação Pernambuco Vai Mais Longe.

Na área educacional, Armando citou uma série de ações que poderão tirar Pernambuco dos últimos lugares do ranking nacional. "Temos índices que são constrangedores. Precisamos dar suporte aos municípios, seja técnico, seja pedagógico", afirmou, lembrando como iniciativas essenciais a valorização do magistério e a integração entre os ensinos médio e técnico.

Falando sobre grandes gargalos na infraestrutura, Armando reforçou a necessidade de investimentos na malha rodoviária e na ampliação da oferta de água, por meio de grandes investimentos em adutoras, em especial no Agreste. "É a região com maior déficit, inclusive porque tem maior densidade populacional. O Sertão tem reservas hídricas subterrâneas, o Agreste não", explicou.

Armando também lembrou que o Estado não tem capacidade de investimento para bancar sozinho obras como a do Arco Metropolitano, que permitirá o escoamento de mercadorias, a exemplo da produção da Fiat, no Litoral Norte, e a recuperação e ampliação das BRs, como a 232, a 423 e a 104. "Somente com uma parceria estreita com o governo federal, poderemos concluir obras iniciadas. Por isso, é importante reeleger a presidente Dilma Rousseff", destacou o candidato, que ainda defendeu a realização de parcerias com o setor privado, por meio das PPPs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário