(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Em Granito, Eduardo entrega a Escola de Referência e anuncia novos investimentos

O governador Eduardo Campos entregou, nesta terça-feira (307/07), uma série de empreendimentos em Granito, no Sertão do Araripe. Durante sua passagem pelo município, o governador inaugurou a Escola de Referência Miguel Arraes de Alencar, e anunciou a construção da quadra da unidade de ensino. O investimento será de R$ 890 mil, recursos do Governo do Estado. "Hoje, Pernambuco tem uma escola pública de qualidade, com programas voltados para aquisição de conhecimento, que vão além da estrutura física", destacou o governador.

Durante a solenidade, também foram entregues 133 tablets para alunos da rede estadual. A atual gestão oferece as mesmas oportunidades para os alunos da rede estadual, sem distinção entre regiões", completou o secretário de Educação, Ricardo Dantas.


Dantas revelou que a recém-inaugurada unidade já apresentou resultados acima da média estadual. "Com um índice de 4.87, segundo lugar na regional, a instituição já mostrou um excelente resultado já no primeiro ano", contou o secretário. "Temos que lutar sempre por um Pernambuco mais justo. E só a educação pode construir pontes para dias melhores", completou Eduardo.

CIDADES - Antes de visitar a escola,  o governador, acompanhado de secretários e parlamentares, conheceu a segunda Academia das Cidades de Granito, instalada no distrito de Rancharia. O secretário das Cidades, Danilo Cabral, enfatizou o esforço do governo em equilibrar o crescimento de Pernambuco. "O Governo do Estado retorna ao Interior, com inaugurações e autorização para futuras obras, exatamente como prometido no primeiro ano de gestão", lembrou o secretário.


Na ocasião, Eduardo também autorizou a perfuração de dois poços, com um investimento de R$ 48 mil. Cerca de 80 famílias serão beneficiadas com a obra. "Estamos investindo em ações que vão promover um futuro mais tranquilo para os pernambucanos do Agreste e do Sertão", comentou o governador. Ainda em Granito, Eduardo vistoriou e entregou a ponte Brígida e a revitalização da avenida São Paulo. 

Movimento Passe Livre volta às ruas dia 14 de agosto contra propinoduto tucano

Movimento Passe Livre calcula que passagem custaria R$ 0,90 se dinheiro supostamente desviado em governos do PSDB fosse aplicado no transporte
O Movimento Passe Livre anuncia que no dia 14 de agosto voltará às ruas. O grupo irá realizar uma manifestação em parceria com o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, por conta do propinoduto esquematizado nos contratos para as obras do Metrô, que pode ter desviado R$ 400 milhões dos cofres públicos. O caso, ocorrido em gestões do PSDB, foi denunciado pela multinacional Siemens.

“Nossa posição é que é um absurdo que o dinheiro público esteja sendo desviado do transporte. São mais de R$ 400 milhões desviados, isso daria para reduzir a tarifa a R$ 0,90”, afirma Matheus Preis, militante do MPL-SP.

A manifestação do dia 14 de agosto ainda não tem um local definido. No dia 6 de agosto, o MPL vai divulgar, em parceria com os metroviários, uma carta à população, informando o local do protesto.

Entenda o caso

A denúncia parte do recente acordo feito pela multinacional alemã Siemens com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), no qual, em troca de imunidade civil e criminal, a companhia revelou como ela e outras empresas se articularam para formar cartéis que atuavam nas licitações públicas do setor de transporte sobre trilhos. Mesmo sendo alvo de investigações desde 2008, as empresas envolvidas continuaram a disputar e ganhar licitações. Por Igor Carvalho da Revista Fórum (Foto: Mídia Ninja)

Sertão do Araripe ganha primeiros leitos de UTI

O governador Eduardo Campos inaugurou, nesta terça-feira (30/07), a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sertão do Araripe, que funcionará no Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri. São 10 leitos, beneficiando cerca de 320 mil pessoas de 11 municípios da região. Os investimentos para implantação da unidade foram de R$ 2 milhões.

O Araripe era a única região pernambucana que não contava com a UTI, situação que obrigava os pacientes a se deslocarem mais de 100 quilômetros em busca da assistência intensiva em Salgueiro ou em Petrolina. "Quando cheguei ao governo, tinham 240 leitos no Estado. Esse era um direito antes restrito a alguns da capital, de ter sua UTI para salvar a vida. Quase 70% das pessoas acolhidas numa UTI têm a alegria de continuar suas vidas", afirmou Eduardo.

A nova unidade está equipada com cardioversores, monitores multiparamétricos e ventiladores pulmonares, além de cinco médicos, cinco enfermeiros, 25 técnicos de enfermagem, três fisioterapeutas e profissionais de outras especialidades. A rede estadual de saúde chega agora a 1.110 leitos de UTI. "Não podemos ter pernambucanos de primeira e outros de segunda categoria, todos precisam ter o direito do acesso à saúde, é fundamental", acrescentou o governador.

Ainda em Ouricuri, Eduardo entregou à população a Farmácia de Pernambuco, voltada para a distribuição de medicamentos excepcionais. Num primeiro momento, a farmácia atenderá a cerca de 100 pacientes do Programa de Glaucoma. "Essa é uma obra simples, mas muito importante. Temos hoje 40 mil pessoas no Estado que precisam desses medicamentos, que são caríssimos. Antes, tinham de procurar no Recife, em Caruaru ou em Petrolina. É um ato de zelo para com essas pessoas", explicou Eduardo.

A expectativa é de expandir esse número até 3 mil usuários. Os investimentos são da ordem de R$ 505 mil. O atendimento ao público é de segunda a sexta, das 7h às 16h. Agora, são 25 farmácias desse tipo funcionando em Pernambuco.

O governador vistoriou também obras da UpaE de Ouricuri, e de melhorias na distribuição de água do município, que ficam prontas até outubro deste ano. São 11 quilômetros de tubulações e a construção de um reservatório, que garantem melhor controle operacional à Compesa.  

EDUCAÇÃO - No município de Trindade, o governador Eduardo Campos visitou a ampliação da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Governador Muniz Falcão, que necessitou ser reconstruída em 2007. Na ocasião, Eduardo entregou tablets para alunos da rede estadual. Ao todo, serão distribuídos 650 equipamentos para três escolas da região. Além da Governador Muniz Falcão, serão agraciados estudantes da Escola Estadual Hortência Pereira Lima e da Escola Professora Antonia Marinho Apolinário.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Últimos dias de inscrição para o Supletivo 2013

Os interessados em participar do Supletivo 2013 devem estar atentos: o período de inscrições encerra dia 04 de agosto. Os candidatos devem realizar a inscrição exclusivamente pela internet, por meio do site da Secretaria de Educação do Estado (SEE) (www.educacao.pe.gov.br). As provas serão realizadas no dia 20 de outubro, contemplando os níveis Fundamental e Médio da Educação Básica. 

Para o exame de nível Fundamental, o estudante deve ter 15 anos completos até a data da realização das provas. Para o nível Médio, 18 anos completos. No ato da inscrição, o participante deverá escolher o município no qual pretende realizar as provas. Estudantes com deficiência visual poderão solicitar prova em Braille, fiscal ledor ou prova ampliada (com letra ampliada); deficientes auditivos devem solicitar intérprete; e deficientes físicos, se houver necessidade, devem requerer atendimento especial.

É importante lembrar que, no ato da inscrição, o candidato precisa estar munido do documento de identidade (RG) ou certidão de nascimento e CPF. O gabarito das provas estará disponível um dia após o exame, no site da SEE. O resultado final do Supletivo será divulgado a partir do dia 16 de dezembro.

Para mais informações, entrar em contato com a GRE Agreste Meridional através dos telefones (87) 3761-8409 ou 3761-8410.

I Capacitação de Merendeiros(as) Escolares foi realizada nesta terça-feira (30)

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação, promoveu nesta terça-feira (30), nas dependências do Clube AGA, a primeira formação do ano direcionada aos merendeiros(as) que atuam nas Escolas da Rede Municipal. O Prefeito Izaías Régis junto a Janecélia Marins, secretária de Educação participaram do encontro, bem como Dom Fernando Guimarães, Bispo Diocesano de Garanhuns e demais membros da equipe da Secretaria de Educação.

O evento, direcionado a cerca de 140 profissionais, teve como objetivo promover uma integração entre eles, bem como despertar o interesse pela melhoria da qualidade da alimentação servida nas instituições municipais, e avaliar as ações desenvolvidas no primeiro semestre deste ano, orientando as ações para o próximo semestre.

Durante o encontro os merendeiros(as), tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra, ministrada pelas nutricionistas Vanessa Carvalho e Karoline de Oliveira, explorando a temática: “Inclusão dos merendeiros(as) escolares no processo educativo”, em conformidade com o Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.

Para a merendeira Vera Lúcia Rodrigues, que atua há 19 anos na Escola Silvino Almeida, foi muito significativo o momento de formação direcionado à classe. “Pra mim é sempre muito importante momentos como esses. Aqui temos a oportunidade de nos encontrarmos e ficarmos por dentro das novidades. Além do que através das palestras com as nutricionistas teremos como nos aperfeiçoar e levarmos novas ideias para a escola, procurando fazer o máximo para os alunos. Fico feliz quando o aluno lancha, vem repetir e diz que estava gostoso. Pra mim isso é tudo”, argumentou.

Ainda na oportunidade, todos os merendeiros(as) presentes após o coffe break receberam um kit contendo um avental, touca e caneca. Ao fim do evento houve o sorteio de diversos brindes.

Em Araripina, Eduardo entrega novo acesso ao distrito de Rancharia

O governador Eduardo Campos inaugurou, nesta terça-feira (30/07), a rodovia de acesso ao distrito de Rancharia, em Araripina, no Sertão do Araripe. A obra atende a uma reivindicação antiga dos moradores, pois o distrito não possuía ligação com o município. "Essa foi uma obra solicitada durante o Todos por Pernambuco. Hoje, estamos aqui entregando essa rodovia essencial para os moradores dessa região", contou o governador. "Para que o governo pudesse realizar esses investimentos, foi necessário sair dos gabinetes e ouvir a voz do povo, pois só assim e possível promover ações que causem impacto na vida das pessoas", explicou o governador.

A rodovia liberada tem 9,5 quilômetros de extensão e custou aos cofres públicos R$ 5 milhões. O novo acesso deve atrair novos empreendimentos para a região e promover o crescimento da economia. "Em 2007, tínhamos 14 localidades sem ligação de asfalto, que foram devidamente construídas. Além desses casos, tivemos que recuperar outras estradas pernambucanas", afirmou o governador.

O secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, reforçou que a atual gestão esta com um plano arrojado de intervenções nas rodovias do Estado. "Nós estamos investindo bastante em infraestrutura, mas não é possível fazer tudo em um só tempo. Temos que planejar e executar com responsabilidade", disse Nascimento, ressaltando a importância da construção de novas estradas para a economia local. "Ainda  há muito a ser feito, mas tudo isso que começamos vai continuar dentro do estabelecido. O nosso crescimento é irreversível", garantiu Eduardo.

Na ocasião, o prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, adiantou que o município terá uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que será construída num já foi doado pelo Governo de Pernambuco. "Além de entregar obras já anunciadas, o governador trouxe garantia de novos investimentos para a nossa região", atestou o prefeito. Sobre a rodovia, o gestor disse que a população terá um "acesso mais tranquilo".

Governador inaugura Escola Técnica de Araripina e anuncia ações para a região

Em sua passagem pelo município de Araripina, no Sertão do Araripe, nesta segunda-feira (29/07), o governador Eduardo Campos entregou a primeira Escola Técnica da cidade e autorizou obras que vão fortalecer o abastecimento hídrico da região. "Com trabalho e união, estamos construindo uma nova era em Pernambuco", disse o governador. 

Durante a inauguração da unidade de ensino Pedro Muniz Falcão, o secretário de Educação, Ricardo Dantas, explicou que a escola segue o padrão das outros prédios já inaugurados. São 12 salas, sendo três delas laboratórios especializados, com capacidade para 1.200 alunos. "A unidade vai beneficiar nove municípios do Araripe", afirmou o secretário, garantindo que até o fim da atual gestão serão entregues 40 escolas de nível técnico aos pernambucanos. 

Além de oferecer a formação técnica, a unidade também vai receber alunos do Ensino Médio, com aulas que começam de imediato. Já as aulas para o nível técnico só começarão no próximo ano, com cursos que vão interagir com a economia local. O governador aproveitou a ocasião para entregar 800 tablets para estudantes da região. A previsão é que, neste ano, sejam entregues mais de 96 mil novos equipamentos para alunos de 2º e 3º anos da rede estadual. O investimento total será de R$ 84 milhões. Em 2012, foram 156 mil tablets.

"Essa estrutura esta à disposição de vocês. Agora, cabe a cada um encontrar o seu caminho e saber aproveitar essa oportunidade", comentou o governador. " Por trás dessa estrutura, temos as pessoas que fazem a mágica de despertar o interesse pelo conhecimento", completou Eduardo. O prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, destacou que o município "está de cara nova com todos esses investimentos feitos pelo Governo do Estado".

Eduardo também entregou títulos de posse para 100 agricultores, todos emitidos pelo Iterpe, e autorizou o edital de licitação para a construção de uma Academia das Cidades, a primeira do município. O investimento para a viabilização desse equipamento será de R$ 470 mil.

TRANSPORTE - Ainda em sua passagem por Araripina, o governador Eduardo Campos inaugurou a via perimetral do município. Com cerca de oito quilômetros recuperados e um investimento da ordem de R$ 12 milhões, a obra melhora o tráfego na área urbana, onde há um fluxo intenso de veículos pesados, devido ao polo gesseiro. "Fizemos um projeto planejado, com ciclovia e toda a sinalização necessária", ressaltou o governador.

SECA - Eduardo também autorizou a construção de barragens, poços e cisternas. Ao todo, serão 375 cisternas calçadão, com 52 mil litros cada uma, com um investimento de R$ 3 milhões. Os moradores dessa região ainda serão beneficiados com a construção de duas barragens. O investimento para essa obra será de R$ 160 mil, com recursos do programa Água para Todos.

Outra ação foi a assinatura de ordem de serviço, por meio do ProRural, para perfuração e instalação de dois poços tubulares, que beneficiarão 80 famílias, com investimento de R$ 48 mil. 

Jorge Côrte Real acredita que Congresso derrubará o veto de Dilma Rousseff aos 10% do FGTS

O presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco e deputado federal Jorge Côrte Real (PTB-PE) classificou como “um retrocesso” o veto da presidente Dilma Rousseff (PT) à proposta que extinguiria a multa de 10% do FGTS. O parlamentar acredita que no retorno do período de recesso legislativo os congressistas derrubarão o veto da presidente.

Para Côrte Real, haverá uma mobilização grande do Congresso para derrubar o veto da presidente e ele trabalhará efetivamente para sensibilizar seus pares a isso. “Na hora em que o país precisa melhorar a condição de empregabilidade, da produção e da competitividade, nós que tanto lutamos em comissão para extinguir esta multa, os deputados cumpriram a sua missão, e para decepção e surpresa nossa, a presidente veta a proposta”, lembra ele, que faz parte da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (Ctasp).

Côrte Real lembra que o fim da multa de 10% do FGTS não prejudica em nada o trabalhador brasileiro. “Pelo contrário, o fim da multa iria desonerar o emprego e criar mais postos de trabalho”, alerta.

A multa de 10% sobre o FGTS foi criada para cobrir um passivo do Fundo de Garantia em 2001, em caráter temporário, deixado em decorrência dos expurgos inflacionários dos planos econômicos antes do Real. Hoje, os congressistas alegam que o fortalecimento da economia brasileira na última década tornou possível a estabilidade do fundo, permitindo a extinção da contribuição sem ônus.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Em Petrolina, Governo do Estado inaugura Upa 24 horas e UpaE

Petrolina ganha equipamentos para melhoria no atendimento à saúde no município. Nesta segunda-feira (29/07), o governador Eduardo Campos entregou à população petrolinense uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 horas e uma de Atendimento Especializado (UpaE), que vão funcionar de maneira integrada. Os investimentos para construção das estruturas foi de aproximadamente R$ 20 milhões. Juntas, as unidades possibilitarão mais de 150 mil atendimentos por ano.

Batizada de Dr. Emanuel Alírio Brandão, a UPA Petrolina segue o padrão das outras em atendimento de urgência e emergência nas áreas de clínica médica e odontologia. A UpaE oferece consultas ambulatoriais, exames diagnósticos e pequenas cirurgias. “A partir do PSF, muitas pessoas são indicadas a fazer exames com especialidades e encontram grande dificuldade. Reunimos os equipamentos num local só, para melhor atender à população”, disse o governador.

A nova UPA tem capacidade para 80 mil consultas por ano. Já a UpaE estima atender 78 mil pessoas. Serão oferecidas consultas em cardiologia, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, infectologia, nefrologia, neurologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, pneumologia, reumatologia e urologia. 

Para Eduardo, foi o diálogo com a sociedade que indicou a necessidade das especialidades. “Essa é a segunda UpaE a ser entregue, de um total de 12 que estamos fazendo. Destas, seis ficarão no Sertão. Estavam faltando as especialidades, muitas vezes o clínico sentia a necessidade de fazer exames diversos. Aprendemos isso ouvindo a população, depois de todo um diagnostico de como ajudar a melhorar a saúde em nosso Estado”, explicou o governador, que na última sexta-feira (26/07) já havia inaugurado a UpaE Garanhuns.

A unidade de especialidades conta com um setor ambulatorial, com 19 consultórios, três salas de cirurgia, setor de diagnósticos e enfermaria para internação de curta duração (hospital-dia). A estimativa é de beneficiar 440 mil habitantes de Petrolina e municípios vizinhos, como Afrânio, Cabrobó e Santa Maria da Boa Vista. “Com a UpaE, vamos poder valorizar ainda mais o atendimento do PSF”, comemorou o prefeito de Petrolina, Julio Lóssio.

ÁGUA – O primeiro compromisso do governador na viagem de três dias pelo Sertão foi vistoriar as obras de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Petrolina. São R$ 57 milhões de investimento, numa parceria do Governo do Estado com a União para ampliar em 60% a oferta de água. O município vai ganhar uma nova estação de tratamento, com capacidade para 400 litros por segundo, dois reservatórios e 232,6 quilômetros de tubulações. “Nosso governo vai garantir que Petrolina saia dessa situação de falta d’água, enfrentada há tantos anos aqui na região”, garantiu o governador. O prazo para entrar em funcionamento é maio de 2014. 

Ainda em Petrolina, o governador Eduardo Campos teve uma audiência com o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), o professor Julianeli Tolentino de Lima, antes de seguir para a inauguração das unidades de saúde.

Hip hop e samba fecham em grande estilo o Festival de Garanhuns

Zé Brown, Afrika Bambaataa e Arlindo Cruz fecharam noite de sábado do FIG (Foto: Manoel Filho / G1)
O hip hop tomou conta da Praça Guadalajara, na noite deste sábado (27), no encerramento da programação do palco principal do Festival de Inverno de Garanhuns, no Agreste pernambucano. Com a responsabilidade de substituir o rapper paulistano Rapin' Hood, o pernambucano Zé Brown cumpriu a missão com louvor.

Acompanhado pelo DJ Beto e pelo Long MC, Zé Brown começou com "Caco de vidro", "Nunca subestime" e "Mais um mandamento". Mais adiante, ele incrementou a apresentação com a presença das B-girls Weedja e Duda e Okado Bboy, dançarinos de break que fazem parte do projeto "Zé Brown apresenta", iniciativa social que apresenta manifestações culturais a jovens da periferia do Recife. "Você tem que dar oportunidade para cada jovem, mais na frente, não ser um marginal. Isso pode ser feito por qualquer cidadão, para combater a violência", opinou o rapper.

A homenagem a Dominguinhos já estava estampada na camiseta de Zé Brown, com um desenho à mão feito por Chico da Camiseta, artesão de Garanhuns. O DJ Beto emendou uma curta sequência com "Abri a porta", "Gostoso demais" e "Não vendo nem troco", para Zé Brown cantar uma versão bem pessoal de "Sanfona sentida" - que tem os versos "deixe a mágoa pra depois / o amor é mais importante a dois".

"Tô doidão", de Reginaldo Rossi, foi a penúltima canção do show, que terminou ao som de "Eu valorizo", música que questiona os vários tipos de preconceito social.

Bambaataa

Com uma abertura matadora - "Sex machine", de James Brown, e "Kiss", de Prince - o DJ norte-americano Afrika Bambaataa deu início ao show histórico que fez em Garanhuns. Os dançarinos de Zé Brown voltaram ao palco, pouco antes de ele tocar "Planet rock", música de 1986 que mostrou ao mundo o que era o electro funk - a mistura de Kraftwerk, Ennio Morricone e "otras cositas más".

O funk carioca também estava no set list de Bambaataa. "Tá dominado", do Furacão 2000, "Vira de ladinho", do Malha Funk e músicas de Tati Quebra-barraco e Mister Catra foram sampleadas pelo DJ. Zé Brown também voltou ao palco, acompanhado de Gilmar Bola 8, do Combo X e Nação Zumbi, Pablo, da banda Vírus, e Long MC.

A chuva que começou a cair na Praça Guadalajara não impediu o vocalista King Kamonzi de convidar a turma do gargarejo para dançar break no palco. Foi praticamente um desfile de passos, acrobacias, giros e saltos, ao som da base que Afrika não interrompia. "Ready or not", da banda Fugees, e "Got to be real", de Cheryl Lynn foram algumas das músicas que ele tocou para encerrar o show.

Antes da apresentação, o G1 conversou com Bambaataa. Kevin Donovan, "nome civil" do DJ, disse que vai se mudar para o Brasil em 2014 , onde pretende expandir a atuação da sua ONG Zulu Nation, que atua nos princípios do hip hop - paz, amor, união e diversão. O público alvo por aqui serão egressos de prisões, menores abandonados e em situação de risco e pessoas quem não têm onde morar. São Paulo deve ser a primeira cidade a ganhar um espaço. O Centro-oeste brasileiro também está na mira. "Escolhi o país por causa de toda a situação aqui, das boas pessoas que querem fazer algo para os que precisam de ajuda. Quero construir essas grandes casas no estilo domus, com escola, estúdio de música, pregando a ideologia zulu, que peg um pouquinho de todas as religiões e conhecimentos da ciência", explicou.

Guadalajara cai no samba

Depois de muito rap e hip hop, o público que foi prestigiar o encerramento do FIG na Praça Guadalajara curtiu um vasto repertório de samba. Primeiro, a cantora Mart'nália apresentou o repertório do CD "Não tente compreender" e fez um registro do show para o projeto de DVD que está em desenvolvimento. "Pé na cova", abertura do seriado homônimo que conta com a cantora no elenco, também não faltou.

O fechamento da noite ficou por conta de Arlindo Cruz, que subiu ao palco às 2h25, na estreia dele no Festival de Inverno de Garanhuns. A chuva já tinha parado e a Guadalajara era um mar de gente, pronta para sambar com o cantor, muito conhecido do público também por causa da participação no programa "Esquenta", apresentado por Regina Casé, na TV Globo.

O começo do show não deixa ninguém parado: "Batuques do meu lugar" (Arlindo Cruz), "Deixa a fumaça entrar" (Martinho da Vila), "Camarão que dorme a onda leva" (Beth Carvalho), "SPC" (Zeca Pagodinho) e "Luz do repente" (Jovelina Pérola Negra) foram algumas das canções que ele tocou para esquentar a plateia.

"O bem" deu início ao segmento mais romântico do show, seguida por "Agora viu que perdeu e chora", "Vai embora tristeza", "Trilha do amor", "A pureza da flor", "O que é o amor" e "Será que é amor?" - nessas duas últimas, já com a chuva de volta, o público se abrigou com capas e guarda-chuvas, mas não deixou de cantar com o sambista carioca.

"Meu nome é favela", composição do próprio Arlindo que retrata muitos costumes do subúrbio das grandes cidades brasileiras, retomou a animação do show, que foi mantida com "Suingue de samba", anunciada como fruto de uma parceria com Seu Jorge.

Em ritmo de samba lento, "Quem me levará sou eu" foi a escolhida por Arlindo Cruz para a homenagem a Dominguinhos. "Nunca cantei essa música, mas ela me toca muito", comentou, antes de ser acompanhado pela plateia. Para fechar a apresentação, "Madureira" e um pout-pourri com "Samba de arerê", "Coisinha do pai", "Vou festejar", "Não quero dinheiro", "Aquarela brasileira" e "A Vila canta o Brasil celeiro do mundo" - este último, samba campeão do carnaval carioca deste ano, com a Vila Isabel. Do G1 PE

sábado, 27 de julho de 2013

Apresentações do Palco de Cultura Popular animaram o público do FIG

Nessa sexta-feira (26), penúltimo dia de apresentações do Palco de Cultura Popular, dentro da programação da 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns, a Orquestra Metais do Frevo, fundada em Garanhuns em 2006, fez o público presente dançar ao som de um dos ritmos mais contagiantes de Pernambuco. Canções como: “Trombone de Prata”, “Frevo e Ciranda”, “É bom demais” e “Nos quatro cantos”, contagiaram uma numerosa plateia que se reuniu no Largo do Colunata. Um dos momentos mais aplaudidos da apresentação, foi quando o Maestro Spok, referência no quesito frevo, subiu ao palco para participar do show.

Na sequência, a troça carnavalesca Mista Cachorro do Homem do Miúdo, que está na ativa desde 2010, alegrou os presentes com muita dança. A agremiação carnavalesca, considerada a mais antiga do Brasil, foi muito aplaudida após sua apresentação.


Outro grupo que encheu os olhos daqueles que acompanhavam a programnação foi o Caboclinho União Sete Flechas, de Goiana (PE). Como é tradição, os participantes, vestindo roupas de índio e usando cocares e adornos com penas coloridas e munidos de arco e flecha, dançaram a bacuba, o perré, bem como a tesoura, o baião e a macumba, que são típicas do Caboclinho.

Segundo José Mário Vieira, 53 anos, o Palco de Cultura Popular é o mais bonito de todo o evento. "Sempre que posso venho a Garanhuns prestigiar as atrações do Festival. Como moro em Arcoverde e é relativamente próximo, procuro me organizar para chegar mais cedo e apreciar a cultura popular tão ricamente mostrada aqui. Tenho muito orgulho de fazer parte de um Estado que dá valor a este tipo de tradição", comentou o bancário.

Logo após a apresentação do Caboclinho, o palco recebeu o Maracatu de Baque Solto Piaba de Ouro. Em seguida, o Mestre Luiz Paixão fez a animação com sua rabeca. O encerramento da programação de ontem se deu com o grupo Afoxé Oxum Pandá.

Galeria das Artes abrigou a “Casa Pop Up Garimpo”

Um espaço para muitas competências. Um verdadeiro mosaico cultural de gente que sabe fazer a arte pernambucana. É assim que se traduz a Galeria das Artes, localizada no antigo Fórum de Garanhuns, durante o Festival de Inverno.  O local abrigou vários trabalhos de Design e Moda, Fotografia e Artes Visuais. Um dos ambientes de destaque do espaço foi o Casa Pop Up Garimpo, que atuou como suporte para o gerenciamento de novos negócios da moda pernambucana, bem como do seu crescimento. A prestação de serviços é para quem atua de forma inicial no mercado. O Casa Pop Up é um tipo de consultoria à pessoas que precisam aprender a gerir o negócio da moda, configurando-se numa espécie de incubadora de talentos.

No Garimpo, a apresentação de dezesseis incubados ficaram expostos nas paredes, como forma de divulgar duplamente os trabalhos. Tanto o de quem recebe a consultoria, quanto o da referida casa prestadora do trabalho. A design Maria Ribeiro, por exemplo, foi um dos destaques do local. Acompanhada pelo Garimpo desde 2007, o produto que leva seu nome, está em expansão e três lojas já foram abertas. O ambiente apresenta trabalhos de acompanhamentos à empresa especializada em cenografia urbana como a árvore flutuante natalina em Recife, e até acessórios cortados a laser e estampas do Melk Z-Da.

Neste sentido, outro diferencial visto no espaço foi o QR-CODE. Um tipo de código de barra que serviu para levar ao site ou facebook da marca, facilitando assim, as compras online, bem como interações com a própria marca. “O acesso é rápido e funciona em todos os aparelhos smartfones. Bastando apenas baixar o aplicativo, que funciona para baixar o código”, declarou Íris Marques, produtora do local, se referindo aos serviços prestados a 2 Primas, outra marca de moda incubada pela Casa Garimpo, e detentora do QR - CODE. “O artista pensa muito no criativo e não consegue conciliar a parte gerencial do negócio. Sendo assim o Garimpo dá este suporte”, declarou Wilton Terto, outro produtor do espaço.

O Casa Pop Up Garimpo exerceu grande importância no FIG, uma vez que serve de vitrine para mostrar ao público o trabalho de artistas que acreditam em sua arte, mas precisam do suporte gerencial do seu talento. O local é atrativo a novos Designs da região interessados em mostrar suas competências. “O Garimpo pode até render uma projeção internacional, tendo em vista, já ter estado em Londres”, afirmou Íris Marques. O Casa Pop Up Garimpo é de Recife.

Diversidade Cultural no Parque Euclides Dourado

Nós somos muitos. Somos índios, portugueses, holandeses, franceses, ingleses e africanos. Nós somos povo. Gente que se misturou e do interior à capital, fez de Pernambuco um Estado multicultural. Mundialmente conhecido por suas cidades históricas, pelo seu carnaval e sua intensa produção patrimonial, que abrange os bens materiais e imateriais, pois em diferentes tempos históricos, diversas nações das nossas raízes, foram as responsáveis por isso. Seja marcando a nossa paisagem ou o nosso cotidiano, mas sempre nos deixando o legado para a extensa riqueza cultural pernambucana, que pode ser prestigiada durante o Festival de Inverno de Garanhuns – FIG, por meio da Exposição “Raízes e Asas”, abrigada pelo Espaço Patrimônios de Pernambuco, localizado no Parque Euclides Dourado.

A intenção dessa iniciativa é mostrar ao público do evento a contribuição das diversas nações, para a constituição das nossas raízes pernambucanas, e, a partir destas, nossas próprias características. Sendo assim, ganhamos “Asas” e delineamentos próprios, unindo diversas particularidades num só lugar.

POR DENTRO DA HISTÓRIA

No espaço que abriga um amplo acervo da nossa cultura, por exemplo, registros pré-históricos informam que abrigos em Furna do Estrago, localizados em Brejo da Madre de Deus, foram muito utilizados como cemitério indígena, onde os nativos eram enterrados em formato fetal. Nos achados arqueológicos também constam a pedra do letreiro. Um tipo de comunicação que eles utilizavam entre si. As marcas deixadas nos sítios históricos, tanto em Furna, quanto no Vale do Catimbau, falam da origem dos primeiros habitantes, que mesmo sem a comprovação oficial da etnia, iniciaram a história de Pernambuco.


Elementos artesanais destinados à caça e pesca, o conjunto de trançados, o uso de materiais como esteiras, redes de dormir, alimentos como o milho, a mandioca o cará, bem como frutas, a arte plumária, adornos, instrumentos musicais e as palavras de origem indígena, passaram a fazer parte do nosso cotidiano. Porém, são heranças herdadas das tribos Tabajaras e Caetés, estabelecidas em nosso Estado, de acordo com estudos sobre os indígenas. O fato é que eles contribuíram com a nossa identidade local até hoje.

A Exposição patrimonial também mostra os novos costumes impostos e apreendidos com o domínio Português, que promoveram o desenvolvimento da cultura do açúcar e seus engenhos, bem como a religiosidade, fortemente observados no legado da arte sacra, pois ao longo do século XVI várias igrejas foram construídas, com destaque para a de Igarassu, marco inicial da arquitetura. Nas nossas Raízes e Asas, também constam holandeses que se estabeleceram em nossa capital Recife, que além de Maurício de Nassau, trouxeram uma comitiva de pintores, escultores, astrônomos, arquitetos, bem como outros cientistas, para a ordem das coisas, na referida colônia à época.


Em nossa história cultural também consta a expressiva influência inglesa, responsável pela instalação das ferrovias, a construção de estações ferroviárias, a introdução de vários produtos industrializados, e a construção de prédios públicos. Os franceses contribuíram com a chegada do engenheiro de Louis Léger Vanthier, o qual projetou o Teatro Santa Izabel, bem como o Mercado Público de São José, fonte inspiradora de outros edifícios neoclássicos.

Nossas raízes africanas, que também datam do período colonial, mostram que pessoas escravizadas eram trazidas para trabalhar em nossa capital. As disseminações dos redutos de fuga do trabalho escravo, os chamados Quilombos, foram se espalhando por todo o Estado, e as celebrações em casas de cultos afros, contribuíram com a formação da cultura de eventos como o carnaval, bem como as festas juninas. Traços afros como a capoeira o frevo, o baião, o coco, o xote e o xaxado, também são observados como elementos que influenciaram definitivamente a nossa cultura. O bairro de São José, por exemplo, virou reduto urbano negro, pelos vários trabalhos que eles desempenharam na referida localidade.

SAÚDE: Central de Regulação começa a funcionar na segunda-feira

Na tarde dessa sexta-feira (26), o prefeito Izaías Régis e o secretário de Saúde, Harley Davidson, juntamente com o secretário estadual de Saúde, Antônio Carlos Figueira, inauguraram a primeira Central de Regulação Regional de Pernambuco. O principal objetivo da iniciativa é tentar acabar com as filas para a marcação de consultas e exames pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Em suas palavras, Antônio Figueira fez várias considerações referentes ao avanço da infraestrutura de saúde, principalmente no primeiro semestre de 2013. “Garanhuns realiza hemodiálise, ressonância magnética, tomografia, UTI, o prefeito já conseguiu, em apenas sete meses de gestão, implantar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e agora a implantação da Central de Regulação, a primeira em nosso estado”, disse.


O líder municipal parabenizou a equipe da Secretaria Estadual de Saúde pelo treinamento que deu à equipe de Garanhuns e elogiou a determinação e o empenho de todos na implantação desse novo serviço. “Toda a administração tem que ser moderna e sempre com o pensamento voltado para a qualidade de vida da população. A minha felicidade só poderá ser alcançada quando eu ver o povo de Garanhuns feliz”, comentou.

Após do descerramento da placa, as autoridades presentes na cerimônia visitaram as instalações do local e assistiram a uma breve apresentação feira pelo secretário Harley Davidson, que mostrou como o serviço de marcação funcionava antes e como funcionará a partir da próxima segunda-feira (29).

FIG TUR: Novidade no 23º FIG trouxe comodidade aos turistas

Umas das novidades da 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns foi o FIG TUR. O projeto, que tem a intenção de diminuir o grande fluxo de veículos que circulam na cidade durante o evento e trazer comodidade e segurança aos turistas, trouxe mais uma opção para quem gosta de passear pelos pontos turísticos do município.

Os ônibus, devidamente identificados, param nos terminais, que também são personalizados com os adesivos, para que o cliente suba. Após isso, os turistas escolhem em quais polos do evento querem ficar. O veículo circula na cidade das 13h30 às 21h e aguardam a volta dos visitantes por cerca de uma hora. Para o usuário ter acesso ao serviço é necessário que ele esteja identificado com uma pulseira que é disponibilizada no hotel onde está hospedado. O valor diário custa 10 reais. As pulseiras também são adquiridas no próprio ônibus. Caso algum visitante se interesse pelo serviço e queira abordar os veículos em algumas das paradas personalizadas, basta que se informe com o motorista e pague o valor para usufruir do mesmo.

O professor de filosofia Clévio veio de Natal (RN) e está pela primeira vez em Garanhuns. Chegou sozinho, ontem, sexta-feira (26), e contou como descobriu o projeto. “Eu vi a informação pelo Facebook. Até cheguei a comentar e compartilhar porque achei muito bacana. Chegando no hotel, peguei mais informações na recepção e me venderam a pulseira. Me falaram que tinha o FIG TUR e que passava nos polos do evento, aí eu aproveitei pra me locomover pela cidade já que eu não a conheço”, comentou. Clévio também disse que resolveu vir à Garanhuns por causa do frio típico da cidade, já que onde ele mora esse clima, praticamente, não existe.

O FIG TUR é um projeto da Secretaria de Turismo do município em parceria com a empresa de ônibus São Cristovão. 

Decreto de Luto Oficial

O prefeito de Garanhuns no uso de suas atribuições decretou luto de três dias pela morte do senhor Marcos Antônio Carvalho do Nascimento, servidor da secretaria de administração da prefeitura de garanhuns, há mais de vinte anos. Durante os dias de luto, a bandeira do município ficará hasteada a meio mastro. O prefeito Izaías Régis aproveita também para manifestar solidariedade à família do mesmo, neste momento de grande perda e tristeza. Foto do Blog Educação e Luta PE

Na madrugada deste sábado, a cantora Daniela Mercury fez o show mais político do Festival de Inverno de Garanhuns

Daniela Mercury foi a responsável pelo momento mais político do Festival de Inverno de Garanhuns. Em seu show, a cantora defendeu o Movimento Passe Livre, criticou o racismo que ainda persiste no Brasil e avisou ao público que a Organização das Nações Unidas (ONU) criou uma campanha internacional contra a homofobia. Enquanto isso, nas ruas da cidade, ninguém aproveitou um evento tão grande para fazer protestos.

O show de Daniela foi excelente durante a primeira metade, quando ela valorizou a percussão e o samba-reggae. Depois, quando a cantora insistiu na MPB e no rock brasileiro, com excesso de covers (Legião Urbana, Raul Seixas, Titãs, Chico Science, Belchior, etc), seu diferencial foi diluído.

Antes dela, a Eddie mostrou que pode fazer todo mundo dançar sem precisar de rádios ou mídia televisiva. Suas batidas contagiantes, com ingredientes de frevo, rock e reggae, contagiam até mesmo os que não conhecem a banda. Erasto Vasconcelos (suas músicas Baile de Betinha e Guia de Olinda são verdadeiros clássicos), Karina Buhr e Isaar (Desterro, de Reginaldo Rossi, encontra a perfeição em sua voz) complementaram o show com participações essenciais.

Fagner apresentou uma sequência de clássicos (Cartaz, Borbulhas de amor, Revelação, Notunro e outras) e ainda fez belas homenagens a seu amigo Dominguinhos com A morte do vaqueiro e Quem me levará sou eu. Do Blog do Diário de Pernambuco

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Em Garanhuns, Eduardo entrega a primeira UpaE de Pernambuco e garante mais investimentos na saúde


O governador Eduardo Campos inaugurou, nesta sexta-feira (27/06), a primeira Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UpaE), em Garanhuns, no Agreste Meridional. O empreendimento beneficiará cerca de 500 mil pessoas, oriundas de 21 municípios. Antes da solenidade, o governador visitou as instalações da unidade e descerrou a placa inaugural. "Neste equipamento, um dos maiores do Estado, com 2,8 mil metros quadrados de área construída, vão trabalhar 250 profissionais de saúde, que devem atuar com dedicação e solidariedade", destacou o governador.

Sobre a estrutura, Eduardo atestou a qualidade dos equipamentos adquiridos pelo Estado. Para manter a UpaE funcionando, o Estado articulou uma coparticipação, o que permitirá que a unidade receba recursos das três esferas (municipal, estadual e federal). "Essa foi uma estratégia para ajudar os prefeitos, pois o investimento para operar uma unidade de saúde com todas essas especialidades é alto", explicou o governador. Ao todo, o Governo do Estado investiu mais de R$ 21 milhões na construção e aquisição de equipamentos para a unidade, que terá um setor ambulatorial, com 19 consultórios; setor de diagnósticos e terapias; bloco cirúrgico, com quatro salas de cirurgia; e internamento de curta duração, além de apoio técnico e logístico.   


O secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira, aproveitou a solenidade para anunciar mais uma unidade hospitalar no município de Garanhuns: o Hospital do Agreste Meridional. "O projeto já está em andamento e ficará pronto em três meses. Além disso, Garanhuns também poderá assumir a administração do Hospital Dom Moura", adiantou o secretário. O prefeito Izaias Régis destacou a importância desses investimentos para a região e anunciou que a administração municipal está com um orçamento de R$ 15 milhões para investir na cidade a partir de setembro, ressaltando que parte desse recurso foi disponibilizado pelo Fundo de Apoio ao Desenvolvimento do Município. "A unidade trouxe uma economia para o município de R$ 200 mil. Com esses recursos, vamos melhorar ainda mais a cidade", enfatizou.

O governador explicou que a unidade abrirá já na próxima segunda-feira (30/07), mas que não vai operar com 100% da capacidade de atendimento. "Todo equipamento terá capacidade para oito mil consultas por mês, isso quando todo o protocolo de operação for finalizado", garantiu Eduardo, ressaltando que a unidade oferecerá, em seu ambulatório, consultas em 19 especialidades. Ainda dentro desta perspectiva, a unidade terá capacidade para realizar cirurgias de baixa complexidade, como catarata, adenóides, hérnias, entre outras, nas quais os pacientes são liberados em até 24 horas (hospital-dia), e de alta frequência.

HOMENAGEM - O nome da UpaE é uma homenagem a Antônio Simão dos Santos Figueira (1910-1995), médico pediatra, com fortes raízes em Garanhuns, onde residiu. Ao longo de sua vida, foi professor catedrático da UFPE, fundador da Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco, diretor do Hospital Pedro II e idealizador do atual Hospital das Clínicas. Também foi fundador do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), sendo seu primeiro presidente e detentor do CRM número 1. A autoria do projeto que batizou a unidade foi do deputado Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco. "É uma gratidão receber essa homenagem", disse Antônio Figueira Filho, herdeiro do homenageado. 

Garanhuns terá museu em homenagem a Dominguinhos

O prefeito de Garanhuns Izaías Regis, no Agreste do estado, terra do sanfoneiro Dominguinhos, anunciou nesta quinta-feira (25) que a cidade construirá um museu em homenagem ao músico ainda este ano. "Dominguinhos foi um grande mestre e merece esta homenagem. Vamos preparar tudo. Assim que o Festival de Inverno terminar, vou sentar para conversar com os amigos e familiares do cantor", disse, em entrevista ao Viver.

O gestor esteve no velório na manhã desta quinta. Ainda segundo ele, o cemitério da cidade estava todo preparado à espera do corpo do músico.Em vida, Dominguinhos manifestou o desejo de ser enterrado na cidade natal.

"Pela manhã, liguei para Liv (filha) e Guadalupe (ex-esposa) e disse que tudo estava preparado. Não sei o porquê não quiseram enterrá-lo aqui. Como amigo deles, respeitei a opinião", revelou o prefeito.

Izaías também falou que a Praça Souto Filho (a do chafariz), no centro de Garanhuns, também vai receber um monumento de corpo inteiro do músico, que será preparado por cinco artistas do município. Do Diário de Pernambuco

Programação Internacional: Virtuosi na Serra é sucesso na Catedral de Santo Antônio

Pelo nono ano consecutivo, o Festival de Inverno de Garanhuns apresenta o projeto Virtuosi na Serra, com a direção artística e regência do chileno Rafael García e a Coordenação Geral de Ana Lúcia Altino.

O polo erudito é uma oportunidade de oferecer música da melhor qualidade ao público do FIG, superando o preconceito de que as pessoas têm dificuldade no acesso a esse tipo de apresentação. Os concertos na Igreja Matriz de Santo Antônio são divididos em duas partes: A primeira (de 19 a 22) incluiu a programação do Conservatório Pernambucano de Música e, agora, nessa segunda parte, a Catedral recebe o projeto Virtuosi na Serra até hoje (26), que predomina a apresentação de artistas internacionais.

Nessa quinta-feira (25), se apresentou o Duo da Eslováquia, composto pelos violinistas Andrej Baran e Adam Marec. O “Slavonic Duo” tocou em seu repertório obras de Paganini, Heitor Villa-Lobos e muitos outros. Também se apresentou o pianista russo Ilya Ramlav, de apenas 21 anos de idade. Estudante do Conservatório Tchaikowsky de Moscou, o artista tem em seu currículo uma série de prêmios em competições internacionais.

O Virtuosi é uma sociedade que promove, em média, seis festivais ao ano com características diversas nas suas apresentações, sempre trazendo o que há de melhor na música erudita nacional e internacional. Além de Garanhuns, cidades como Recife (PE), Gravatá (PE), São Paulo (SP) e Belém (PA) recebem esse belíssimo evento.

Nesta sexta-feira (26), o Virtuosi apresenta, a partir das 21h, o maestro João Carlos Martins (piano) em conjunto com a orquestra Jovem de Pernambuco e o regente Rafael Garcia. O fato desse evento ser na Esplanada Guadalajara é graças a um pedido do público que assistiu ao concerto na edição anterior.  A Catedral não comportou a quantidade de pessoas no local. Muita gente foi conferir a apresentação desse grande maestro brasileiro que se tornou popular graças ao seu talento e a sua belíssima história de vida.

De acordo com a produção da Fundarpe, excepcionalmente neste sábado (27) para fechar a programação do IX Virtuosi na Serra, tem a curadoria dos artistas locais da Prefeitura de Garanhuns com o maestro Otávio Matias, em horário especial, das 16h30 às 18h.

Governo Municipal e Tribunal de Contas firmam convênio

O Governo Municipal, por meio do Instituto de Previdência dos Servidores de Garanhuns (IPSG), e o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE) firmou convênio, ontem (25), no Gabinete da Presidência do TCE, em Recife. A assinatura trata da implantação de um sistema de processo eletrônico para aposentadorias e pensões.

Garanhuns, localizado no Agreste Meridional, será um dos municípios pioneiros na implantação desse novo sistema, que a partir do ano que vem passará a ser obrigatório. Além de Garanhuns, Recife, Caruaru, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Itacuruba e Cortês também estão na lista.

Benefícios – O Processo Eletrônico permitirá o trâmite e a comunicação dos atos dos processos de controle externo em meio eletrônico, utilizando sistemas informatizados e a internet. Entre as vantagens estão a eliminação do papel, redução de custos de logística, redução de perdas de documentos, celeridade processual, redução de tempo pela eliminação de deslocamentos e diminuição de erros de envio.

Ainda no mês de agosto, irá acontecer um treinamento para o uso deste sistema. O IPSG enviará dois de seus servidores para receberem o treinamento e começarem os trabalhos. De acordo com o presidente da instituição, a iniciativa trará ainda mais transparência. “A ação é uma parceria. Os servidores irão ganhar com maior transparência que eles poderão acompanhar o processo”, comenta.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Eduardo entrega em Garanhuns a primeira UpaE do Estado

A população do Agreste Meridional de Pernambuco passa a contar, a partir desta sexta-feira (26/07), com a primeira Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UpaE) do Estado. A UpaE de Garanhuns, que será inaugurada pelo governador Eduardo Campos, às 17 horas, beneficiará mais de 500 mil moradores de 21 municípios da região.

A UpaE de Garanhuns vai ajudar a descentralizar a oferta de consultas especializadas em Pernambuco. Ao todo, o Governo do Estado investiu mais de R$ 21 milhões na construção e aquisição de equipamentos para a unidade, que terá um setor ambulatorial, com 19 consultórios; setor de diagnósticos e terapias; bloco cirúrgico, com quatro salas de cirurgia; e internamento de curta duração, além de apoio técnico e logístico. Todos os setores funcionarão em uma estrutura com mais de 2,8 mil metros quadrados de área construída. 

Em seu ambulatório, a UpaE de Garanhuns oferecerá consultas em diversas especialidades. A unidade ainda terá capacidade para realizar cirurgias de baixa complexidade, como catarata, adenóides, hérnias, entre outras, nas quais os pacientes são liberados em até 24 horas (hospital-dia), e de alta frequência (procedimento que retira do colo do útero lesões precursoras do câncer).

Após a inauguração da UpaE de Garanhuns, o Governo do Estado deverá entregar a unidade de Petrolina. Ao todo, 12 UpaEs serão erguidas em todo o Estado. Todas já estão em fase de construção.

HOMENAGEM - O nome da UpaE é uma homenagem a Antônio Simão dos Santos Figueira (1910-1995), médico pediatra, com fortes raízes em Garanhuns, onde residiu. Ao longo de sua vida, foi professor catedrático da UFPE,  fundador da Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco, diretor do Hospital Pedro II e idealizador do atual Hospital das Clínicas. Também foi fundador do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), sendo seu primeiro presidente e detentor do CRM número 1. A autoria do projeto que batizou a unidade foi do deputado Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

SERVIÇO:

Inauguração da UpaE de Garanhuns
Data: Sexta-feira (26/07)
Horário: 17h
Local: BR-423, no Loteamento Planalto do Quilombo São José, bairro de Dom Tiago Postman, Garanhuns

Homenagens a Dominguinhos emocionam Guadalajara

Mais uma vez Garanhuns rende-se ao seu filho ilustre José Domingos Moraes, Dominguinhos. Novamente, o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) lembra-se do brilhante artista. A noite de quarta (24) do 23º FIG foi marcada pela emoção de artistas, imprensa e plateia. Isto devido às merecidas homenagens ao conterrâneo que deixa um legado cultural para o mundo.

A Esplanada Guadalajara não foi o único polo a prestar homenagem ao sanfoneiro garanhuense, todavia, os arranjos, o canto e os gestos foram compartilhados com um expressivo público que compareceu numa noite de constante chuva. E não poderia ter outro tom a referida Esplanada.


Na noite dedicada ao forró, os artistas consagraram o eterno Dominguinhos, vivo nas composições que perpetuarão entre os músicos, na memória da sociedade e no orgulho do nordestino. Paulinho Groove, primeira atração, fez referência ao sanfoneiro. Seguido por Adiel Luna que também cantou o garanhuense reverenciado.

A banda Os Sertões trouxe ao palco um show com músicas do novo cd “A idade dos metais”, além de cantar Cordel do Fogo Encantado.  “Nossa senhora da paz” foi dedicada pelo vocalista Clayton Barros ao amigo e parceiro Lirinha. O público ovacionou as músicas do Cordel relembradas por Clayton. E não diferente, Os Sertões referenciou o sanfoneiro homenageado da noite, cantando “Gostoso demais”.


Em seguida, foi a vez de Santana, o cantador, arrastar muito forró para esquentar a Guadalajara. A plateia acompanhou o cantador que trouxe um repertório de músicas conhecidas, dentre as quais “Ana Maria” e “Cenário de amor”. Mas foi interpretando “Onde o Nordeste garoa”, composição de Luiz Gonzaga, que o público fez coro.

Após encerrar a apresentação, Santana voltou para a homenagem de Garanhuns ao conterrâneo Dominguinhos. Com um palco repleto de artistas da terra e dois telões mostrando fotos do sanfoneiro, a emoção foi geral. Os aplausos e o canto mostraram-se mais calorosos neste momento memorável do 23º FIG.


Por fim, nas primeiras horas da quinta-feira, Maciel Melo entrou em cena para encerrar a sétima noite da Esplanada. Ele cantou “Sete meninas” como reverência e músicas de sua trajetória musical para famílias, amigos e casais que se confraternizavam num grande pátio de São João.

A maratona cultural continua até o próximo sábado (27) em diversos polos do festival. O 23º FIG é uma realização da prefeitura de Garanhuns, da Secretaria de Cultura de Pernambuco e da Fundarpe. (Fotos FH Studio)

FIG realiza o I Encontro Internacional de Literatura Cartoneira

A manhã desta quinta-feira (25) foi de muita cultura e literatura, na Praça da Palavra. Cartoneiros de seis países se reuniram para dialogar sobre o movimento cartoneiro. “Garanhuns, o mundo, papelão e literatura: o que é o movimento cartoneiro?” foi o tema do encontro, que teve o objetivo de explicar e propagar as ideias acerca do cartoneirismo.

O encontro foi mediado por Andreia Joana Silva, de Portugal. Participaram do diálogo os cartoneiros Nicolas Durancka, Washington Cucurto, Daniela Elias, Amandine Cholez, Juan Malebrán, Helder Herik e Núbia Bezerra. Todos eles falaram sobre a importância do movimento, contaram um pouco de suas experiências e chamaram a atenção para questões sociais.

No Brasil, os cartoneiros são chamados de catadores, donos de uma preocupação social e ecológica. Esse movimento nasceu na Argentina, em 2002, e funciona através da junção de catadores de papelão a escritores e artistas plásticos. O objetivo é produzir livros de papelão, usando a matéria-prima dos catadores.

O escritor Helder Herik e a catadora Núbia Bezerra fazem parte do projeto cartoneiro, denominado “Severina Catadora”, que se uniu a catadores de uma associação de reciclagem (Asnov), localizada na  Cohab III, em Garanhuns. Um dos frutos desse projeto é o livro também intitulado de “Severina Catadora”, que reúne doze jovens, autores garanhuenses.

O livro de papelão é um conceito que vai além da então chamada cultura descartável. Os cartoneiros buscam não só espalhar a literatura, mas também, a forma de se pensar, a humanização e valores da sociedade, em qualquer lugar do mundo.

Praça da Palavra atrai os amantes da leitura

No 23º Festival de Inverno, o espaço destinado à literatura fica localizado na praça Souto Filho. O pavilhão montado próximo à fonte luminosa é designado às atividades culturais como contação de histórias, recitais, saraus, palestras, debates e vendas de livros novos e seminovos. Nesta última quarta-feira aconteceu um encontro de literatura e música. Um sarau especial só com textos de poetas garanhuenses, o “Sarau na Serra” com Homero Fonseca, Marco Polo Guimarães e o convidado especial: o músico e poeta Alexandre Revoredo.

A partir desta quinta-feira (25) haverá no local o 1º Encontro Internacional de Literatura Cartoneira, um encontro que vai reunir escritores, catadores de papelão e editores de selos cartoneiros. Esse projeto começou na Argentina, em 2003. As capas dos livros são feitas em papelão e depois são pintadas à mão pelos próprios catadores. Vale lembrar que no ano passado houve uma capacitação com os trabalhadores da ASNOV (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reciclável Nova Vida), da COHAB 3, que resultou no selo da Severina Catadora. Os livros desse selo também são vendidos no pavilhão. Este ano no evento, os catadores da ASNOV irão participar do encontro para trocar experiências e ideias fortalecendo ainda mais o movimento na cidade e colocando Garanhuns no centro do universo cartoneiro.

Um espaço muito charmoso na Praça da Palavra é o estande da Academia de Letras de Garanhuns. O local é voltado especialmente aos escritores da cidade onde livros de diversas temáticas são vendidos, além de momentos com recitais e apresentações em vídeo para os visitantes.

Algumas ações descentralizadas também são realizadas no polo da literatura do FIG, entre elas o “A gente da Palavra” que é uma espécie de Disk Literatura. As pessoas ligam para o (87) 9985.1660 e solicitam um recital em sua casa ou em qualquer parte da cidade, entre os horários das 9h30 às 11h30.   Os poetas Jomard Muniz de Brito, Jorge - Poeta do Improviso, Adélia Coelho e Ícaro Tenório levam, uniformizados, literatura aos bairros. Outra ação realizada durante o evento é a “Livros Livres”. Consiste em deixar livros em lugares públicos para que outras pessoas encontrem, leiam e depois deixem em outro local. É necessário que antes os livros recebam um selo que identifica a ação para que só depois disso as obras possam ser distribuídas por aí. A ideia da ação é fazer com que a literatura “circule” e faça a leitura chegar ao maior número de pessoas possíveis.

Durante o evento acontecem no local as oficinas de literatura, e nesta quarta-feira o destaque foi a oficina de criação de roteiro para cinema. Também tem o “Escambo de Livros”, um cesto cheio de obras onde as pessoas trazem o seu livro antigo e trocam por outro. É necessário que sejam livros de literatura, não pode ser, por exemplo, didático ou religioso. É só chegar ao local, trazer um livro, depositar no cesto e trocar por outro.

No último dia do Festival, haverá o fechamento da programação na Praça da Palavra às 18h30. O coordenador de Literatura da Secrataria de Cultura do Estado, Wellington de Melo, faz o convite aos poetas da cidade para que todos possam ir ao local, recitar seus poemas e se confraternizar neste encerramento especial.

Explosão de ritmos na sexta noite do Palco Pop

Quem foi curtir o início da noite de ontem (24), no Parque Euclides Dourado, pôde prestigiar a diversidade da música brasileira alternativa, no Palco Pop. A banda Rhudia, com seu som pulsante, mostrou seu mais recente trabalho com o repertório do CD “Arrudiando o Mundo”. O show foi uma verdadeira explosão de ritmos.

Mas, não parou por aí. A segunda atração foi a banda recifense Sem Peneira Pra Suco Sujo, com dois anos de formação, eles já têm um público fiel. O estilo musical é voltado para o hip hop. A banda tocou músicas do seu EP, intitulado “Respera”, o show contou com a participação da repper Ana Talita.

O público ainda contou com a Tiger, que cumprimentou o público com um mix das músicas de Dominguinhos. Além das músicas de sua autoria, a banda também cantou sucessos da Nação Zumbi. A noite prosseguiu com o Dj Beto, que fez seu som nos intervalos das apresentações e no encerramento, por volta das 21h. 

CNI/Ibope: Governador Eduardo Campos tem a melhor avaliação nos Estados; Sérgio Cabral, a pior

A pesquisa CNI/Ibope divulgada na tarde desta quinta-feira, 25, apontou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como o mais bem avaliado entre os 11 Estados da sondagem. Campos, que articula uma possível candidatura à Presidência da República, teve gestão avaliada como ótima ou boa por 58% da população do Estado. Em segundo lugar, com 41% de avaliação ótima ou boa, aparece o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), seguido pelo cearense Cid Gomes (PSB), com 40%, e, em seguida, o mineiro Antonio Anastasia (PSDB), com 36%.

O levantamento apontou que o governador pior avaliado do país foi Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro. Ele obteve apenas 12% de avaliação ótima ou boa dos entrevistados. Cabral ficou abaixo da média nacional, de 28%.

O segundo mais mal avaliado foi o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), seguido pelo gaúcho Tarso Genro (PT), com 25%, e pelo paulista Geraldo Alckmin (PSDB), com 26%.

A pesquisa da CNI foi feita entre 9 e 12 de julho, com 7.686 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 434 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Do Estadão.com.br

Justiça condena TelexFREE a devolver R$ 101 mil à pessoa prejudicada

Um advogado de Rondonópolis, no Mato Grosso, conseguiu garantir na Justiça o direito a ter o dinheiro investido na TelexFREE de volta. Decisão da 3º Vara Cível da cidade determinou na última sexta-feira que a empresa pague ao divulgador – como são chamadas as pessoas que vendem os supostos produtos da companhia – a quantia de 101,5 mil reais.

É o primeiro caso registrado de decisão judicial que obriga a empresa a restituir alguém prejudicado pela paralisação das operações, que permanece desde junho por determinação da Justiça do Acre.

O montante de 101 mil reais foi pago pelo advogado Samir Badra Dib, vice-presidente da OAB de Rondonópolis, justamente no dia em que a empresa teve os bens bloqueados e foi proibida de continuar a pagar vendedores ou oferecer serviços.

Por causa da paralisação dos pagamentos, divulgadores têm feito protestos em todo o país pedindo a reversão da medida judicial, como pode ser visto na foto acima.

A TelexFREE é acusada de operar sob o esquema de pirâmide financeira, conhecido por oferecer remuneração aos vendedores não pela venda de produtos, mas pela cooptação de novos divulgadores. O sistema se mantém pela contínua adesão de pessoas, remunerando bem um (pequeno) grupo que chega primeiro, mas acaba ruindo quando o fluxo de novas entradas chega ao limite, deixando, muitas vezes, milhares de pessoas no prejuízo.

A TelexFREE nega e afirma que pratica marketing multinível, quando há recompensa pela adesão de novos vendedores, mas a renda dos envolvidos tem lastro no comércio dos produtos. No caso em questão, serviços de telefonia pela internet (VOIP).

Com ativos bloqueados, a empresa, no entanto, não tem como pagar a quantia determinada. Por isso, a juíza, Milene Aparecida Pereira Beltramini, pede que a Justiça do Acre desbloqueie o valor, que seria então depositado em uma conta do TJ-MT até o desfecho do caso.

Advogados da companhia continuam travando uma batalha judicial para reverter a decisão de um mês atrás. Pelo menos oito recursos já foram negados pelo TJ-AC. A TelexFREE chegou a oferecer como garantia o valor de 660 milhões de reais para voltar a operar. Da Exame Online

Eduardo conforta família de Dominguinhos e destaca importância do sanfoneiro para música pernambucana e nacional

O governador Eduardo Campos esteve, nesta quinta-feira (25/07), no velório do cantor pernambucano José Domingos de Moraes, o Dominguinhos, que aconteceu na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Em suas palavras de despedida, Eduardo confortou a família e os amigos do artista, e falou da importância do sanfoneiro para a cultura pernambucana.

“Um grande artista, um homem que teve fé na vida, em Deus, um músico de importância, que entra para a história da música de Pernambuco, que ajudou outros músicos da nossa cena cultural e agora está imortalizado por suas músicas. Vim aqui como cidadão, e que Deus possa confortar a dor da família que sofre com a dor da saudade, que ele tanto cantou”, disse o governador.

Diversos cantores, entre eles a filha do cantor, Liv Moraes, Cristina Amaral, Cezzinha e Alcymar Monteiro, prestaram suas homenagens com canções embaladas pelas sanfonas de forrozeiros presentes. "Amizade Sincera", "Xodó" e "Lamento Sertanejo” foram algumas das músicas que deram o tom da despedida. Natural de Garanhuns, município do Agreste pernambucano, Dominguinhos morreu na última terça-feira (23/07), aos 72 anos, depois de uma luta de seis anos contra um câncer.

O enterro está marcado para as 16h, no município de Paulista. À noite, um grupo de artistas fará show em homenagem a Dominguinhos, no Chevrolet Hall. Participam da celebração Liv Moraes, Elba Ramalho, Fagner, Nando Cordel, Flávio José, Geraldo Azevedo, Jorge de Altinho, entre outros.

Começa o velório do corpo de Dominguinhos na Assembleia Legislativa de Pernambuco; fãs, políticos e artistas comparecem

Pontualmente às 8h desta quinta-feira (25), o corpo do cantor Dominguinhos começou a ser velado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no bairro da Boa Vista, Centro do Recife. Logo no início da cerimônia, que é aberta ao público, passaram pelo local artistas locais e o prefeito do Recife, Geraldo Julio. O enterro será realizado no cemitério Morada da Paz, em Paulista.

Ao lado do caixão, a filha Liv Moraes e Guadalupe, ex-mulher Dominguinhos e também cantora, receberam as primeiras pessoas que foram prestar homenagens. Entre elas, o prefeito Geraldo Julio, que prestou condolências à família. "Ele inspira muita gente, inclusive pessoas que encontram no forró uma oportunidade de vida", disse o prefeito.

Ex-mulher de Dominguinhos, Guadalupe, recebe o abraço de Geraldo Julio

"Ele adorava a vida, mas tinha consciência de que tudo o que vivemos agora é só o presente", disse Guadalupe. Como ela, apesar de triste, a família disse estar conformada e que a morte foi, na verdade, um descanso para o cantor que estava internado desde janeiro.

O filho mais velho do cantor, Mauro Moares, ressaltou o respeito que o cantor tinha pelas pessoas. "Tinha com ele uma relação de pai e filho. Sou um filho que nunca deu problema para ele. Sou tão apaixonado por ele que dei o nome dele ao meu garotinho", disse Mauro.

Mauro Moraes, filho de Dominguinhos, lembrou o respeito que o cantor tinha pelas pessoas
O cantor Alcymar Monteiro também foi um dos primeiros a chegar ao local. "A morte de Dominguinhos é uma perda irreparável para a música. Ele tinha uma maneira única de fazer forró", declarou. Para Alcymar, o músico era um exemplo de talento, honestidade e brasilidade. Paulo Wanderley, pesquisador e criador do site www.luizgonzaga.com.br, muito abalado, passou pelo local.

Cantor Alcymar Monteiro conversa com fãs de Dominguinhos antes de prestar homenagem
O corpo do cantor e compositor pernambucano Dominguinhos chegou ao Recife de madrugada, às 3h22 desta quinta-feira (25), no Aeroporto Internacional do Recife, localizado no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife. O artista foi trazido para a capital pernambucana em um voo comercial da empresa TAM.  No terminal aéreo, o fã de Dominguinhos Ricardo Carvalho contou que, apesar de morar em João Pessoa, no estado vizinho da Paraíba, não poderia deixar de prestar uma última homenagem ao ídolo. "Cheguei às 23h de ontem (quarta-feira, 24) para receber esse cantor e compositor brasileiro que deu tanto orgulho no mundo inteiro", relatou Ricardo antes de seguir para o local do velório.

Logo na chegada do corpo à Alepe, amigos e familiares se consolaram pela perda do artista que morreu na noite desta terça-feira (23), aos 72 anos, vítima de complicações infecciosas e cardíacas após uma longa luta contra um câncer de pulmão.

Não há informações concretas sobre o enterro do sanfoneiro, uma vez que a família de Dominguinhos ainda não chegou a um acordo sobre onde e quando o sepultamento será realizado. Existe a possibilidade de que o artista seja enterrado na Região Metropolitana do Recife; em Garanhuns, no Agreste do Estado, onde o cantor nasceu; ou ainda em Nilopólis, no Rio de Janeiro, onde estão sepultados os pais e irmãos de Dominguinhos.

José Domingos de Moraes havia sido hospitalizado no final do ano passado em Recife e transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em janeiro deste ano. Antes do velório no Recife, o corpo de Dominguinhos foi velado durante esa quarta (24) na Assembleia Legislativa de São Paulo, onde um representante do Grammy Latino entregou à família do músico o prêmio ganho na categoria “Melhor Álbum de Música de Raízes Brasileiras” em 2012 pelo CD “O Iluminado”. A organização do prêmio aguardava a saída do músico do hospital para entregar o troféu.

Em Pernambuco, o governador Eduardo Campos decretou luto oficial de três dias.

SHOW - Na noite desta quinta, uma série de artistas de renome nacional fará uma apresentação em homenagem a Dominguinhos no Chevrolet Hall, no Recife. O dinheiro arrecadado será utilizado para quitar a dívida do tratamento do músico com o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde janeiro.

Os ingressos para o show custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada). A mesa para quatro pessoas sai por R$ 500 e os camarotes custam de R$ 600 a R$ 1 mil. Os bilhetes estão à venda nas lojas Renner e no Chevrolet Hall. Do NE10, Com informações de Amanda Miranda, do local