terça-feira, 17 de setembro de 2013

Novos transportes fortalecem educação municipal

A melhoria do transporte escolar em Garanhuns foi significativa para o município e deve refletir positivamente para os próximos resultados de índices educacionais. Atualmente os estudantes da Rede Municipal de Ensino de Garanhuns contam com mais 11 veículos do transporte escolar no Município, para facilitar o acesso.

“Eu acordava as 5h40min, aprontava meus filhos e ia a pé levá-los à escola. Corria para cumprir as tarefas domésticas e dar tempo de voltar para buscá-los. Agora melhorou muito, pois eles vão sem mim, e com mais segurança e conforto”, declarou a dona de casa Jaqueleide dos Santos, moradora da Rua Serra Branca, no Magano, mãe de Alisson e Andreza, de 8 e 9 anos, respectivamente, estudantes da Escola Municipal Dom Mário.

Conquistados pelo novo Governo, o município hoje dispõe de oito micro-ônibus e três ônibus, sendo quatro deles, com acessibilidade, dotados de elevadores e cadeiras de rodas. Somados aos existentes, Garanhuns agora conta com 14 veículos, que atendem a mais de mil alunos distribuídos entre as escolas do campo e da cidade. Na área rural, 15 comunidades ligadas aos Distritos de São Pedro, Iratama e Miracica foram contempladas com a ação governamental.

Moradora do Manoel Chéu, nas proximidades da Várzea, distante quatro quilômetros da cidade, a pequena Joyce da Silva, de apenas 10 anos de idade era levada à escola, de moto pelo pai, enfrentando sol, frio, vento e chuva, bem como à exposição ao risco de acidente. Agora o ônibus para em frente à sua casa e o pai de Joyce não tem mais que se preocupar com estas situações. “Eu deixava minha esposa com um bebê no colo, tomando conta da nossa mercearia, para levar Joyce de moto à escola. E agora com o ônibus, ficou bem melhor, pois é mais seguro. Ele para na minha porta e não tenho mais que me ausentar do negócio”, reconheceu o senhor Josemil Rogério da Silva, morador de Manoel Chéu.

São atendidos pelos transportes escolares do município, estudantes dos horários da manhã, tarde e noite da Rede Municipal de ensino. “Antigamente havia desistências, repetências e faltas escolares entre os estudantes no município devido às  dificuldades enfrentadas pela frequente falta de motoristas, além da insegurança gerada pelos veículos que transportavam os alunos, a exemplo das F4000”, declarou Edilene Vilaça, Diretora de Ensino.

“Às vezes eu ficava até 13h30 esperando os alunos chegarem, para começar a aula. Com a aquisição dos novos ônibus escolares, a frequência escolar aumentou e as aulas agora começam pontualmente”, afirmou Regiane Santos Almeida, professora do 3º ano da manhã e tarde da Escola Dom Mário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário