(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

No Sertão, Governo do Estado inaugura 20ª Escola Técnica de Pernambuco

O governador Eduardo Campos entregou, nesta segunda-feira (02\09), a Escola Técnica Estadual (ETE) Professor Paulo Freire, em Carnaíba, no Sertão do Pajeú. Além de beneficiar os estudantes do município, a unidade vai atender a demanda de Flores, Afogados da Ingazeira e Tabira. "Essa é a 20ª Escola Técnica de Pernambuco, e até o fim de 2014 nós vamos chegar a 40 unidades", destacou o governador, ratificando que a ação faz parte de uma política de expansão da rede profissional de Pernambuco. O Estado investiu R$ 7,6 milhões na construção da ETE.

Em seu discurso, Eduardo também chamou atenção para o comprometimento de alunos e professores da rede estadual. "É importante destacar que ter um prédio estruturado não garante uma escola de qualidade, pois a unidade de ensino deve ser formada por pessoas comprometidas", observou o governador, ressaltando que todo esse esforço para estruturar o ensino público vai se refletir também no mercado de trabalho pernambucano. "Quando uma determinada empresa realizar uma ampliação ou abrir uma nova unidade, ela vai estar certa de que em Carnaíba vamos ter bons profissionais", garantiu Eduardo. A unidade vai garantir formação profissional em quatro áreas distintas, todas relacionadas com a economia da região. 

Até o final do ano, serão inauguradas escolas técnicas nos municípios de Camaragibe (Região Metropolitana do Recife), Bonito, Santa Cruz do Capibaribe (ambos no Agreste) e São José do Egito (Sertão). O secretário de Educação, Ricardo Dantas, lembrou que a região é destaque com bons índices. "A Escola de Referência de Carnaíba teve a quinta melhor nota do Estado, e a tendência é melhorar", elogiou o secretário.

HABITAÇÃO - Ainda em Carnaíba, o governador entregou 30 novas moradias e garantiu a construção de mais 21. As novas casas se somam às 150 que já haviam sido entregues, todas selecionadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. O investimento para as 30 casas foi de R$ 550 mil, fruto de parceria entre Governo do Estado e União.

O segundo lote do projeto no município contará com investimento de R$ 630 mil. A construção dos imóveis começa em 60 dias. A seleção acontece de acordo com os critérios do programa, mas a prioridade é para famílias que residem em áreas de risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário