sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Garanhuns vive dia histórico com a volta do mestre Dominguinhos ao seu aconchego

Foi por volta das 9h de ontem (26) que o cortejo com os restos mortais de José Domingos de Morais, o Dominguinhos, saiu de Recife com destino a Garanhuns. Acompanhado de dois ônibus e outros veículos, por onde passou, arrancou aplausos e a emoção das pessoas. No município de Jupi, por exemplo, cerca de 500 moradores aguardavam a passagem às margens da BR-423. Em solo garanhuense, pontualmente às 13h40min, a limousine do cemitério Morada da Paz, que realizou o translado, apontou na rua Luiz Burgos, onde se localiza o cemitério São Miguel. A população que aguardava, deu o último adeus ao Mestre.

Mas as homenagens começaram cedo na “Terra da Garoa”, como ele mesmo dizia. Uma série de apresentações reverenciaram a história de Dominguinhos. A Orquestra Manoel Rabelo fez a abertura, seguida por Gonzaga de Garanhuns, banda marcial do Colégio Municipal Padre Agobar Valença e mais seis escolas municipais, o Reisado Viturino, Reisado Benone, alunos do projeto “Orquestrando Vidas”, recital de poesia de alunos do 5º ano da Escola Mário Matos, a Orquestra Sanfônica Garanhuns Dominguinhos, e o encontro de músicos e sanfoneiros de todo o estado de Pernambuco.


Entre os destaques dos sanfoneiros, quem chamou a atenção, com apenas nove anos de idade, foi “Vynícius do Acordeon” como é conhecido. O menino que aprendeu a tocar o instrumento com pouco mais de três anos, teve a honra de conhecer e tocar junto com Dominguinhos no ano passado. Perguntado qual foi a sensação, o caruaruense respondeu: “Deu um nervoso, mas eu gostei. Eu toco acordeon faz tempo”. Vynícius também fez sua homenagem, ontem, ao seu maior ídolo e deverá ser um dos eternos seguidores do sanfoneiro.

Liv Moraes, filha do artista, e sua mãe, Guadalupe Mendonça, vieram no comboio desde a capital pernambucana. Mauro Moraes, o filho mais velho do “príncipe do baião”, também acompanhou o percurso, junto de dois irmãos de Dominguinhos, Maria Auxiliadora e Valdomiro Moraes. Antes do sepultamento, o bispo de Garanhuns, Dom Fernando Guimarães, fez a oração de encomendação do corpo e benção do túmulo. Coberto com as bandeiras de Pernambuco e Garanhuns, o caixão entrou no cemitério sob aplausos e fogos de artifício.

Alisson Martins, Alexandre Martins (Prefeito de Terezinha e Guadalupe viúva de Dominguinhos
Bastante emocionado, o prefeito Izaías Régis discursou destacando a importância do sanfoneiro para o país. "Dominguinhos saiu daqui muito cedo. Decolou pelos trilhos do sucesso no nosso estado, no nosso Brasil e até fora dele. Hoje, se realiza mais um sonho dele. Ele volta ao seu aconchego. Para onde deixou suas raízes e está deixando muitas saudades", disse.

Balanço do Governo Municipal – Os órgãos municipais envolvidos no planejamento do translado afirmam que o roteiro, na estrada, e a chegada ao município foram tranquilos. De acordo com a presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT), Ana Rossini, a segurança foi mantida o tempo inteiro. “Conseguimos alcançar o objetivo com tranquilidade. A cidade se comportou de forma receptiva, respeitaram o esquema de segurança, poucos carros nas avenidas. As pessoas foram a pé, aplaudir, esperar Dominguinhos e, no final do cortejo, as pessoas abraçaram, realmente, Dominguinhos, vindo ao lado do veículo até o cemitério”, ressalta Ana. 

A secretária de Cultura, Cirlene Leite, também comentou, emocionada, o trabalho realizado. “Olha, é muito positivo. Eu vi muita gente chorando, emocionada, por que isso era um desejo dele. Todos nós sabíamos disso. Sabíamos que isso ia ser assim, essa recepção, esse carinho. É aqui a casa dele, é aqui ele tem que ficar, mais perto de nós”, afirma.

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da secretária Janecélia Marins e coordenação dos supervisores educacionais Carlos Barros e Karine Kelly Siqueira, também participaram da homenagem ao saudoso Dominguinhos. “Desfilaram cerca de 200 estudantes de seis instituições. Abrilhantaram o momento mostrando que a educação valoriza a cultura local e regional”, comentou Carlos.

Além da AMTT e da Cultura, as equipes de servidores da Secretaria de Comunicação Social, Secretaria de Serviços Públicos e Obras, Secretaria de Planejamento, Guarda Municipal e da Secretaria de Turismo, também estiveram no suporte do evento, intitulado “De volta pro meu aconchego”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário