terça-feira, 27 de agosto de 2013

População reconhece benefícios na Praça Irmãos Miranda

Do caos à modernidade. Foi esta a mudança ocorrida na Praça Irmãos Miranda recentemente. A localidade comercial, e que abriga um terminal de coletivos, durante muito tempo foi palco de reclamações de passageiros e comerciantes, quanto à falta de infraestrutura. Mulheres, homens, idosos, crianças pequenas e de colo, pessoas com deficiências estavam expostas à chegada desordenada dos veículos e um ambiente em reforma, sem data de conclusão, com tapumes que impediam a visibilidade dos estabelecimentos comerciais, bem como a trafegabilidade dos pedestres pelas calçadas, o que acarretou fortes prejuízos financeiros aos comerciantes da localidade.

“A impressão que dava era que realmente as lojas estavam fechadas por aqui. Durante as obras, deixamos de vender nossos produtos em decorrência da problemática existente. Ficamos muito tempo sem comprar mercadorias, e perdemos muitas outras. Particularmente, o meu faturamento caiu 70% na época. Agora, apesar do pouco tempo de reforma, já atingimos 50% do movimento e estamos confiantes. Pois a organização e beleza do ambiente trouxeram melhorias aos nossos negócios”, declarou a proprietária de uma das farmácias na localidade, Bárbara Menezes.

“Agora ficou parecendo um terminal de verdade. Mais bonito e cômodo para esperarmos os ônibus”, opinou seu Rinaldo Pereira, morador da Boa Vista, e um dos passageiros na localidade. “Antes tínhamos que correr para saber qual era o ônibus. Hoje, basta está sentada que ele para em nossa frente”, informou Amanda de Oliveira, moradora do Centro, que diariamente precisa se deslocar ao bairro da COHAB 2, para trabalhar. “Em seis meses, resolver a situação de anos é está com vontade de fazer pela nossa Cidade, realmente”, afirmou satisfeita Maria Cristina Ramos, moradora do Manoel Chéu, em viagem ao IFPE, se referindo à atuação da atual gestão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário