(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Governo Municipal divulga balanço do 23º Festival de Inverno de Garanhuns

A 23ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que aconteceu entre os dias 18 e 27 deste mês, deixou um saldo positivo para o município. A Prefeitura de Garanhuns, em parceria com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e Secretaria Estadual de Cultura, desempenhou papel de grande importância para o sucesso do evento. Os servidores municipais envolvidos trabalharam diuturnamente para atender às necessidades de suas pastas e assim concretizar um planejamento de meses.

Em 23 anos de história, o evento se consolidou como uma boa opção para os apreciadores da diversidade cultural, sejam eles garanhuenses ou vindos de outros municípios do Brasil e de fora do país. A variedade de segmentos – música, cinema, teatro, dança, circo, artesanato, cultura popular, design, moda, fotografia, patrimônio, literatura – se expandiu em 11 polos da programação, que trouxe mais de 500 atrações para se apresentarem e mostrar o significado da beleza e da força do povo nordestino.

Abaixo, o balanço por algumas autarquia/secretaria responsável:

Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT)

Todas as atividades da autarquia foram realizadas em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran) e o 9º Batalhão de Polícia Militar. Para garantir que o trabalho fosse um sucesso, a AMTT contou com os próprios agentes da Autarquia, além de 15 orientadores de trânsito da “Turma do FON FON”, 21 agentes de trânsito do Detran, 13 profissionais da Lei Seca, além de oito homens do Pelotão de Trânsito do 9º BPM.

Antes mesmo do Festival de Inverno ser iniciado, a autarquia entrou em ação realizando o credenciamento antecipado dos moradores e comerciantes para que estes tivessem livre acesso às suas residências e/ou aos locais de trabalho. As principais vias de entrada e saída dos polos foram interditadas garantindo, desta maneira, mais tranquilidade aos que se decolavam diariamente pela cidade.

Segundo Ana Rossini, presidente da AMTT, as ações tiveram êxito graças ao planejamento realizado. “Tivemos aproximadamente 100 pessoas espalhadas estrategicamente pelas principais avenidas da cidade. Contamos com uma equipe de educação para o trânsito que muito contribuiu para a diminuição de autuações, fazendo com que o número caísse de dez, registrado ano passado, para quatro multas por dia. Isso mostra que de fato a AMTT vem cumprindo o seu papel, fazendo com que os condutores se enquadrem dentro da Legislação”, destacou.

A Polícia Militar recolheu 41 veículos, o Detran recolheu quatro e a AMTT tirou 17 automóveis de circulação, já que os mesmos se encontravam estacionados em locais não permitidos. Durante todos os dias do FIG a AMTT realizou um plantão para os motoristas que tiveram seus carros recolhidos pudessem liberá-lo com mais agilidade.

Com relação às multas, a PM contabilizou a abordagem em mil condutores de veículos e 500 motociclistas, sendo que, destes, 203 receberam multa pelas mais diversas infrações cometidas (18 foram por alcoolemia).

Os agentes do Detran aplicaram 521 multas - 55% foram por causa do uso do não-uso do cinto de segurança; 25% por falar no celular; 10% por ultrapassar o sinal vermelho e 10% outras irregularidades. Numa análise mais minuciosa, ao dia, cada agente aplicava de 3 a 4 multas. Em 2012, cada agente aplicava de 10 a 12 multas – uma redução de 70%.

Assistência Social

Com o compromisso de proteger a criança e o adolescente, a Secretaria de Assistência Social, numa parceria com a Secretaria da Criança e Juventude de Perbambuco, Conselho Tutelar e Juizado Especial, atuou em todos os polos, com 35 educadores sociais divididos em todos os turnos. 

Inicialmente, os trabalhos da equipe da Assistência do Município, foram voltados à adesivagem em barracas, carros, bares e restaurantes. A ação foi de combate à venda de bebidas alcoólicas a menores, bem como a exploração sexual e o trabalho infantil, servindo de alerta a toda a população local. 

Como reforço, um espaço de proteção às crianças de risco foi montado no Festival. Lá foram abrigados menores, filhos de barraqueiros que trabalharam no Festival, vendendo os seus produtos. O espaço de atividades lúdicas e dotado de TV e Vídeo ainda ofereceu lanches aos pequenos. Turistas, bem como o público que transitava pelo evento também recebeu orientações acerca dos menores, e de forma elogiosa à equipe, reconheceram a importância das informações adquiridas. Incumbidos do ofício os educadores sociais alertaram, além da bebida alcoólica, que ajudas (esmolas) não fossem dadas às crianças e adolescentes, e na sequência explicavam todo o programa quanto à ação.

Atuante, a equipe de educadores da Assistência Social fez abordagens e sensibilizações com sucesso, uma vez que conseguiu levar adolescentes às suas casas, por meio do Conselho Tutelar.

Agricultura e Meio AmbienteForam realizados cortes dos eucaliptos do Parque Euclides Dourado para prevenção de acidentes, sendo suprimidos 20 eucaliptos ao todo, incluindo as árvores já mortas; manutenção e revitalização do espaço do Parque Euclides Dourado, como por exemplo, ajuda nas pinturas e pequenas reformas; fiscalização e controle dos ambulantes no Parque Euclides Dourado, no Espaço Colunata e nas principais ruas do centro; apoio às empresas e também à Fundarpe na montagem das estruturas do FIG.

Cultura

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, contratou, diretamente, 46 artistas para participarem do Festival de Inverno. Outros nove foram indicados para a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), para serem contratados pelo Estado, totalizando, assim, 55 artistas na grade de programação. Outros dois foram convidados sem nenhum custo.

O pagamento dos contratados será feito sem descontos. O cachê será pago integralmente, sem descontos. O valor total ficou em torno de 140 mil reais. 

Quinze indicações de artistas de instituições do município e da região foram feitas para que se apresentassem no Palco da Cultura Popular, Casarão das Artes e Pontos de Cultura. 

Os servidores da respectiva pasta deram suporte à grade de programação e na infraestrutura do evento, incluindo a distribuição de ingressos do teatro, circo e pavilhão de dança. A infraestrutura de todo o Teatro Luiz Souto Dourado e do Antigo Fórum passaram por reformas para receber as demandas do FIG.

Vigilância Epidemiológica 

Os servidores envolvidos realizaram notificações e investigação de emergências de saúde pública; orientação de medidas de controle para impedir a ocorrência de novos casos; promoção das ações de prevenção e controle através de panfletagem e orientações à população das seguintes doenças: Meningites, Hanseníase, Tuberculose, Tabagismo, Dengue, Hipertensão, Violências, Diabetes e Febre Amarela;

Também foi feita uma exposição de banners das ações executadas no município pela Vigilância Epidemiológica; cadastro de participantes para o tratamento do fumante disponível no município pelo programa de controle do tabagismo com distribuição de medicamentos (adesivos de nicotina, pastilhas de nicotina e Bupropiona 150mg), disponível na Vigilância Epidemiológica do município;

Além de divulgações do Programa de Controle do Tabagismo implantado no município de Garanhuns; do Núcleo de Prevenção e Vigilância de Violências implantado recentemente; da Cartilha de Orientação ao Atendimento às Vítimas de Violência do município de Garanhuns, publicada em Maio de 2013 pela Vigilância Epidemiológica e Secretaria de Saúde de Garanhuns.

Ações (inspeção de estabelecimentos e notificação) em equipe junto à assistência de enfermagem e vigilância sanitária e uma apresentação das ações executadas pela Vigilância Epidemiológica e Educação em Saúde de Garanhuns no Chalé de Exposição da V GERES. (O município foi inscrito e selecionado para esta apresentação na Praça Guadalajara).

Coordenadoria da Mulher

A equipe da Coordenadoria atuou na execução da campanha “Entre homem e mulher o que bate é o coração”. Numa parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Militar, foram distribuídas camisas e panfletos, além de adesivos. Algumas vias da cidade também receberam a divulgação da campanha com a instalação de faixas com mensagens de sensibilização. 

Educação

As duas creches vinculadas ao município funcionaram durante todo o dia para dar suporte às ocorrências com crianças que estavam nas ruas. A ação, em combate a vulnerabilidade social, levava as crianças para o convívio pedagógico com brincadeiras e alimentação.

A Praça da Palavra, instalada na Praça Souto Filho, recebeu estandes com programação especial. A Academia de Letras de Garanhuns teve espaço reservado no local, que funcionava durante todo o dia.

Sessenta servidores da Secretaria Municipal de Educação foram voluntários em ações gerais durante o 23º Festival de Inverno de Garanhuns.

Direitos Humanos e Cidadania

A secretaria deu apoio ao camarote da Acessibilidade, atendendo a mais de 300 pessoas, entre elas, pessoas com deficiência, idosos, e pessoas com doenças crônicas. Também apoiou a infraestrutura de diversos polos de apresentação cultural, onde foi necessário o uso de recursos de áudio descrição e libras, como: teatro, cinema, circo, palco de danças e outros, como também no espaço de mamulengos com o "dominó" para cegos.

A equipe ainda recepcionou cerca de 50 pessoas que integram o projeto "Encontro na Estrada", vindos do Recife e que são pessoas com necessidades especiais, e talentosas como artistas plásticos, músicos, escritores e fotógrafos. A SDHC acompanhou o grupo em um City-tour nos principais atrativos turísticos. Dentre outras atividades o talentoso grupo abrilhantou o FIG com uma apresentação musical no "Casarão", que deixou encantados a todos que ali estavam. 

Centro de Controle Ambiental 

O Departamento de Vigilância Sanitária atuou de diversas formas no 23º Festival de Inverno de Garanhuns. A equipe realizou cadastros, inspeções, termos de notificação e autos de apreensão e inutilização na Praça Guadalajara, Parque Euclides Dourado e com uma equipe itinerante

Praça Guadalajara

Cadastros realizados = 159

Inspeções realizadas = 1.590

Termos de notificação = 16

Autos de apreensão e inutilização = 29

Parque Euclides Dourado

Cadastros realizados = 60

Inspeções realizadas = 600

Termos de notificação = 01

Autos de apreensão e inutilização = 11

Equipe Itinerante

Cadastros realizados = 08

Inspeções realizadas = 08

Termos de notificação = 06

Autos de apreensão e inutilização = 07

SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Apuração e textos 

Cássia Amaral | Cloves Teodorico | Ilana Dias
Assessoria de Comunicação Social e Imprensa

Marcella Valença
Diretoria de Imprensa

Jacqueline Menezes
Secretária de Comunicação Social

Um comentário:

  1. EM TERMOS DE BALANÇO DO FESTIVAL DE INVERNO, HÁ 23 ANOS QUE GARANHUNS ESTAVA PRECISANDO DE ALGUÉM QUE TIVESSE LIDERANÇA E CONSEGUISSE ESMAGAR A CABEÇA DA SERPENTE. NÃO É QUE CHEGOU!!! NÃO É QUE APARECEU!!! EM QUE PESE, EM ALGUNS CASOS, A EQUIPE DE TRABALHO MONTADA PELO PREFEITO IZAÍAS RÉGIS NÃO SEJA UMA SUMIDADE NO TOCANTE À COMPETÊNCIA, PORÉM, ESSA MESMA EQUIPE FORA MONTADA NUMA PLATAFORMA QUE CARREGA EM SEU BOJO O SÍMBOLO OU O SINÔNIMO DE COESÃO. DÁ-SE OU TEM-SE UMA IMPRESSÃO QUE A EQUIPE FORA PICADA PELO VENENO DA IRMANDADE POR TRABALHAR EM CONJUNTO NA BASE DE “UM POR TODOS E TODOS POR UM”. EMBUÍDA DOS MELHORES PROPÓSITOS DE ESPÍRITO PÚBLICO, NESSE 23º FESTIVAL, CONJUNTAMENTE, ELES DERAM UM SHOW DE BOLA. A FAUNA DE IZAÍAS, COMPOSTA DE JACARÉ A VAGALUME E SEUS PIRILAMPOS BOTARAM À MÃO NA MASSA COM VONTADE E PRESTARAM UM SERVIÇO A CONTENTO E PORQUE NÃO DIZER DE GRANDE RELEVÂNCIA. TENDO AINDA POR CIMA, O PREFEITO IZAÍAS, UMA VASTA FLORA VERDEJANTE QUE É O LEAL E INSEPARÁVEL MACAMBIRA, UM VERDADEIRO CÃO DE GUARDA NO CAMPO DA LEALDADE, DA BLINDAGEM E DO COMPANHEIRISMO. POIS BEM, TOMANDO POR BASE A EQUIPE DE TODO O SEU SECRETARIADO E OS RESPECTIVOS FUNCIONÁRIOS DE SEGUNDO E TERCEIRO ESCALÃO, COMPROVOU-SE MAIS UMA VEZ QUE, NEM SEMPRE, QUALIDADE SIGNIFICA NECESSARIAMENTE COMPETÊNCIA, SUPRA-SUMO OU SOFISTICAÇÃO... ÀS VEZES, OU QUASE SEMPRE, UM GRUPO OU EQUIPE DE TRABALHO MODESTO, MAS COM VONTADE DE ACERTAR, SUPERA OS OBSTÁCULOS MESMO NÃO SENDO COMPOSTO POR PESSOAS QUE SE AUTODETERMINAM CAPACITADAS, MAS POR SE ACHAREM O MÁXIMO, SÓ QUEREM VIVER ENCLAUSURADAS EM SEUS BIRÔS COM OS FUNDILHOS PROSTADOS NUMA POLTRONA EM SALAS ATAPETADAS E SENDO TRAVADAS E ENGOLIDAS POR UMA BUROCRACIIA INFERNAL. QUEM SABE, A PARTIR DESSE FIG QUE JÁ SE FOI, O IZAÍAS, NÃO TENHA DESATADO O NÓ OU A SANGRIA DESSA EMPERRADA BUROCRACIA DE UMA VEZ POR TODA. LIDANDO-SE COM FATOS, NÃO COM IMPRESSÕES, DENTRO DO POSSÍVEL, NO CAMPO ORGANIZACIONAL, O QUE COUBE A EQUIPE DA PREFEITURA(NÃO SE PODE DIZER A MESMA COISA DA FUNDARPE), O 23° FIG FOI UM SUCESSO. TAÍ, PARA QUEM QUISER VER. AFINAL DE CONTAS, O PIOR CEGO É AQUELE QUE, QUANDO QUER, SE FAZ DE SURDO E MUDO...

    ResponderExcluir