quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Garanhuenses são contemplados com emissão de documentos

Objetivando o exercício da cidadania, bem como a conquista dos direitos das mulheres, a Coordenadoria da Mulher de Garanhuns recebe a Campanha “Nenhuma Pernambucana sem Documento”. A ação, de realização do Governo do Estado, acontece em parceria com a Polícia Civil, Instituto de identificação Tavares Buril, Secretaria de Defesa Social – SDS, bem como com a SDS/DH, e Secretaria da Mulher de Pernambuco, e visou atender cerca de 300 mulheres sem documentos ou que precisavam da segunda via deles, no município.

A emissão de documentos como registro de nascimento, identidade, certidão de casamento, carteira de trabalho e fotos, foram realizados durante a campanha na cidade, executada hoje (7), no Centro Administrativo. Segundo a coordenadora da Mulher de Garanhuns, Eliane Simões, mulher sem documento é pessoa sem acesso a políticas públicas, e esta ação só vem empoderá-las quanto aos seus direitos. “Elas poderão integrar os programas do Governo Federal, sobretudo, os que prioritariamente atendem necessidades mais básicas da população como a Bolsa Família, Cesta Básica, Minha Casa, Minha Vida; bem como a aposentadoria”, detalhou.

A campanha, gratuita, foi criada em decorrência da vulnerabilidade dessas mulheres, antes, dependentes de seus maridos, e que agora passam a ser provedoras tanto deles, quanto dos próprios filhos, que em suas companhias também passam a ser beneficiados pela ação. Num segundo momento, a zona rural também será contemplada com a iniciativa governamental. “Essa foi a ação mais relevante que já vi aqui em Garanhuns. Há muito tempo eu queria mudar meus documentos e não tinha condições para isto. O nosso prefeito está de parabéns pela parceria”, declarou a moradora da Cohab 2, Edileusa Margarida Pereira, de 70 anos de idade, mais uma pernambucana contemplada na ação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário