terça-feira, 23 de julho de 2013

Música Erudita no 23º FIG: Conservatório Pernambucano de Música encerra apresentações na Catedral

O Conservatório Pernambucano de Música (CPM) foi destaque na programação do 23º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). As apresentações que tiveram início na sexta (19) chegaram ao fim nesta segunda (22). Sempre com duas atrações por dia, a Catedral de Santo Antônio, localizada no centro da cidade, recebeu expressivo público às 16hs desta segunda para prestigiar a “Camerata Aço & Água” e o grupo “Olinda Samba Choro”.

Com a música “Doce de coco”, composição de Jacob do bandolim, o “Olinda Samba Choro” trouxe o público para as primeiras bancas da catedral. Uma parte ainda estava chegando quando os músicos presentes convidaram o “Camerata Aço & Água” para preencher as cadeiras vazias. Talvez, a plateia fiel não atentou ao horário antecipado, visto que costumeiramente a programação vespertina começa às 16h30. O certo é que eles apresentavam os arranjos de “Falta-me você”, quando a plateia acomodada já lotava a catedral.

A apresentação mostrou o gênero choro num palco erudito que pretendia o popular. E os calorosos aplausos corresponderam às pretensões. Este foi o gênero musical que encerrou por volta das 17h30 o espetáculo da tarde, no qual foi reforçado o convite para a última apresentação da noite da CPM que contaria com mais de setenta músicos da Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório Pernambucano de Música.

O recital da tarde foi constituído por treze músicas, sendo uma homenagem ao compositor carioca Jacob Pick Bittencourt. A direção do espetáculo foi do arranjador e compositor pernambucano Mauro Rodrigues. O choro foi apresentado em arranjos que combinaram instrumentos de cordas, sopros e percursionistas da “Aço & Água” com o bandolim, violão de seis cordas, flauta, sax  tenor, cavaco, violão de 7 cordas e percussão do ‘Olinda Samba Choro”.

A partir desta terça-feira (23) o 23º FIG apresenta o IX Virtuosi na Serra que também terá duas apresentações diárias – 16h30 e 21h- tendo seu encerramento na sexta (26) na Esplanada Guadalajara com o maestro João Carlos Martins e a Orquestra Jovem de Pernambuco. Esta será a primeira vez do Virtuosi na Esplanada, palco das multidões do FIG. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário