domingo, 21 de julho de 2013

FIG 2013: Mostra de Cinema tem variedade de narrativas

Sete obras cinematográficas pernambucanas disputaram o “Troféu Candango” no Festival de Cinema de Brasília, no ano passado. O fato chamou a atenção da mídia, pelo quantitativo de filmes inscritos, pois mostrava a boa fase pela qual vem passando o cinema local nas últimas décadas, uma vez pautado em qualidade técnica, estética e discursiva. Em Garanhuns, eles chegam para a 9ª Mostra de Cinema do Festival de Inverno, que segue até o dia 27 de julho. Além dos longas metragens que competiram no Distrito Federal, o expectador local poderá assistir também o fenômeno “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho, bem como o recente documentário “Ferrolho”, que foi rodado em Caruaru.

“Acreditamos no poder transformador desta arte. É um investimento para todos e serve para ajudar a pensarmos em nós mesmos”, declarou a coordenadora da Mostra, Carla Francine, informando que a variedade de narrativas e estéticas compõe a programação em Garanhuns. No geral, integram a 9ª Mostra do FIG, dez longas e quatro curtas metragens pernambucanos, além de duas obras nacionais e três internacionais.

Na tarde deste sábado (20), o público infantil pôde conferir “O Pequeno Nicolau”. A obra francesa teve sessão dublada e contou a história em que o pequeno herói, amado pelos pais e diversos amigos, acredita que com a chegada de um irmão, não receberá mais atenções, e ainda será abandonado na floresta. “Essa Mostra é uma oportunidade pra quem gosta de assistir filme bom e de graça como eu”, declarou Josinaldo Vitor, expectador infantil, morador do bairro de Heliópolis em Garanhuns, que assiste aos filmes do Festival desde o ano passado. Também prestigiaram a sessão, deficientes visuais, que assistiram a divertida história de adaptação, com Áudio Descrição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário