(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Escolas Estaduais do Agreste Meridional são atração no Festival de Inverno de Garanhuns

A 23ª edição do Festival e Inverno de Garanhuns (FIG) começa hoje e traz mais uma novidade na sua programação. Quem for prestigiar o evento terá a chance de ver apresentações culturais de escolas estaduais do Agreste Meridional animando a grade de diversos polos distribuídos pela cidade.

Na segunda, 22 de julho, o palco do “Arte no Casarão”, evento promovido pelo Sebrae e Ferreira Costa, recebe estudantes da Escola Monsenhor Alfredo Dâmaso, em Teresinha, com o espetáculo “Dança Miscelânea Cultural”, a partir das 16h. Logo após, a Escola Lenita Fontes Cintra, do município de São Bento do Una, apresenta a “Dança regional teatralizada”, seguida da Quadrilha Flor Mirim e da “Dança da Cultura Popular Pernambucana”, apresentações das escolas Simôa Gomes e EREM Garanhuns, respectivamente.

Os estudantes da rede estadual voltam ao mesmo palco na quarta (24) a partir das 18h. Desta vez, a Escola Senador Aderbal Jurema faz a sua apresentação e, na sequência, a “Dança do Baião” da Escola Duque de Caxias, o “Grupo dos Domadores” da EREM Augusta Cordeiro (Calçado) e a “Dança Flor do Mamulengo” da EREM Ismênia Lemos Wanderley (Brejão) animam quem estiver no local. As apresentações do dia serão encerradas com a Quadrilha Arraiá do Clemente, formada por estudantes da EREM Virgem do Socorro.

As Escolas Indígenas Fulni-ô do município de Águas Belas também se apresentam durante o FIG este ano. Com a proposta de sensibilizar a sociedade sobre a importância da cultura pernambucana a partir da contribuição do povo indígena Fulni-ô para a história, os indígenas farão apresentação étnica no dia 27 de julho, a partir das 10h, no palco do projeto Cultura Livre nas Feiras que será montado na feira da CEAGA. 

A partir das 10h, o grupo “Cultura e arte nas escolas do Agreste meridional” ocupa o palco para levantar a importância de conhecer e valorizar a cultura e o protagonismo no currículo escolar, encerrando a participação da Educação do Estado no FIG.

A inclusão das escolas estaduais na programação no Festival é uma articulação da GRE Agreste Meridional com instituições locais. O objetivo é incentivar a melhoria do rendimento educacional a partir de ações que incentivam a prática de leitura, escrita, o desenvolvimento do protagonismo e a valorização cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário