(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Em Garanhuns, Eduardo entrega a primeira UpaE de Pernambuco e garante mais investimentos na saúde


O governador Eduardo Campos inaugurou, nesta sexta-feira (27/06), a primeira Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UpaE), em Garanhuns, no Agreste Meridional. O empreendimento beneficiará cerca de 500 mil pessoas, oriundas de 21 municípios. Antes da solenidade, o governador visitou as instalações da unidade e descerrou a placa inaugural. "Neste equipamento, um dos maiores do Estado, com 2,8 mil metros quadrados de área construída, vão trabalhar 250 profissionais de saúde, que devem atuar com dedicação e solidariedade", destacou o governador.

Sobre a estrutura, Eduardo atestou a qualidade dos equipamentos adquiridos pelo Estado. Para manter a UpaE funcionando, o Estado articulou uma coparticipação, o que permitirá que a unidade receba recursos das três esferas (municipal, estadual e federal). "Essa foi uma estratégia para ajudar os prefeitos, pois o investimento para operar uma unidade de saúde com todas essas especialidades é alto", explicou o governador. Ao todo, o Governo do Estado investiu mais de R$ 21 milhões na construção e aquisição de equipamentos para a unidade, que terá um setor ambulatorial, com 19 consultórios; setor de diagnósticos e terapias; bloco cirúrgico, com quatro salas de cirurgia; e internamento de curta duração, além de apoio técnico e logístico.   


O secretário de Saúde, Antônio Carlos Figueira, aproveitou a solenidade para anunciar mais uma unidade hospitalar no município de Garanhuns: o Hospital do Agreste Meridional. "O projeto já está em andamento e ficará pronto em três meses. Além disso, Garanhuns também poderá assumir a administração do Hospital Dom Moura", adiantou o secretário. O prefeito Izaias Régis destacou a importância desses investimentos para a região e anunciou que a administração municipal está com um orçamento de R$ 15 milhões para investir na cidade a partir de setembro, ressaltando que parte desse recurso foi disponibilizado pelo Fundo de Apoio ao Desenvolvimento do Município. "A unidade trouxe uma economia para o município de R$ 200 mil. Com esses recursos, vamos melhorar ainda mais a cidade", enfatizou.

O governador explicou que a unidade abrirá já na próxima segunda-feira (30/07), mas que não vai operar com 100% da capacidade de atendimento. "Todo equipamento terá capacidade para oito mil consultas por mês, isso quando todo o protocolo de operação for finalizado", garantiu Eduardo, ressaltando que a unidade oferecerá, em seu ambulatório, consultas em 19 especialidades. Ainda dentro desta perspectiva, a unidade terá capacidade para realizar cirurgias de baixa complexidade, como catarata, adenóides, hérnias, entre outras, nas quais os pacientes são liberados em até 24 horas (hospital-dia), e de alta frequência.

HOMENAGEM - O nome da UpaE é uma homenagem a Antônio Simão dos Santos Figueira (1910-1995), médico pediatra, com fortes raízes em Garanhuns, onde residiu. Ao longo de sua vida, foi professor catedrático da UFPE, fundador da Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco, diretor do Hospital Pedro II e idealizador do atual Hospital das Clínicas. Também foi fundador do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), sendo seu primeiro presidente e detentor do CRM número 1. A autoria do projeto que batizou a unidade foi do deputado Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco. "É uma gratidão receber essa homenagem", disse Antônio Figueira Filho, herdeiro do homenageado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário