segunda-feira, 6 de maio de 2013

Governo de Pernambuco inaugura sistema de abastecimento de água em Bom Conselho


O Distrito de Rainha Izabel, no município de Bom Conselho, já pode comemorar a chegada da água da Compesa nas torneiras. Nesta sexta-feira (03/05), o governador Eduardo Campos inaugurou o primeiro sistema de abastecimento de água do distrito, orçado em R$ 940 mil; além de autorizar a construção de 725 cisternas na zona rural do município agrestino, num investimento de mais de R$ 3,7 milhões. “Essas obras vão trazer a Bom Conselho a universalização da água a um preço justo. "Vocês, aqui, pagarão a tarifa social do nosso Governo, de apenas R$ 5”,00", garantiu Eduardo.

Ao abrir um chuveirão instado na principal praça de Rainha Izabel, o governador pôs fim à escassez de água para as 3,5 mil famílias que moram no distrito. Até então, a população vivia da compra particular de uma água bruta, sem tratamento, conforme lembrou o agricultor  Rosildo Brito, 62. " “A água que tinha pra gente era muito suja e só chegava de oito em oito dias. É muito difícil viver e criar os filhos e depois os netos nessa situação”", relatou.
"Ver chegar água tratada é uma alegria muito grande para gente. Porque temos a certeza de que as futuras gerações não ficarão submetidas à má qualidade da água e tudo que vem como consequência, como doenças e diversos problemas de insalubridade"”, comemorou Eduardo.

O sistema de abastecimento de Rainha Izabel contempla uma Estação de Tratamento de Água, 500 metros de adutora, 7 mil metros de rede de distribuição e 800 ligações prediais com hidrômetros e reservatório de água. Já as cisternas são dividas em 225 do tipo calçadão (plantio) e 600 reservatórios de 16 litros (para consumo).

AÇUDE NAÇÃO- Antes de ir a Rainha Izabel, o governador Eduardo Campos visitou a obra do Açude da Nação, situada também em Bom Conselho. O açude, que está sendo reconstruído desde outubro de 2012, deve estar pronto até o final deste ano. Concluído, ele vai praticamente multiplicar por cinco a sua capacidade de acumulação, chegando a 750 milhões de metros cúbicos de água.

O Açude Nação terá 240 metros de extensão por 12 metros de altura.  O investimento é de R$ 8,7 milhões. Construído há mais de 30 anos, o açude se rompeu durante a cheia de 2010.  A obra é emblemática, pois naquela ocasião especulou-se que este fato teria sido um dos fatores que contribuíram para as cheias não só no Estado de Pernambuco, como também da Paraíba.   

RODOVIA- O município de Palmerina foi a última parada de Eduardo nesses três dias pelo Agreste e Mata Sul do Estado. Além de entregar a rodovia é a PE-187, que liga Palmerina a Poço Comprido (Correntes), o governador assinou Ordens de Serviços para pavimentação de um conjunto de ruas dos municípios dos Palmerina e Correntes.  Com prazo de 120 dias, as obras terão investimentos de mais de 3,4 milhões e fazem parte do Plano de Infraestrutura Rodoviária Caminhos da Integração.

A ponte do Jacaré, que foi totalmente destruída pelas fortes chuvas de 2010, também será reconstruída, ligando a área rural à parte urbana de Palmerina. O custo da intervenção será de R$ 1,2 milhão e tem prazo de 240 meses de execução.    Já PE-137, que compreende um trecho de 10 quilômetros, teve  valor de R$ 5.5 milhões. A estrada melhora a acessibilidade entre os municípios da bacia leiteira do Agreste, fazendo a interligação com a BR-424.

Nenhum comentário:

Postar um comentário