(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Alcindo sai em defesa do Governo e ataca Sivaldo

Aliado do prefeito Izaías Régis (PTB) desde que este assumiu o mandato, o vereador Alcindo Correia (PRB) foi hoje a principal voz do Governo na Câmara, na defesa do reajuste da Taxa de Iluminação Pública. Ele travou um verdadeiro embate com o representante do Partido da Mobilização Democrática, Sivaldo Albino, o único a votar contra o projeto do Poder Executivo.

Alcindo acusa Sivaldo de posar para a plateia e tentar jogar o povo de Garanhuns contra Izaías, distorcendo as informações sobre a proposta aprovada hoje no Legislativo. “ Em 2002, como presidente da Câmara e aliado do prefeito da época, votou e convenceu 10 vereadores a reajustar a taxa no valor de 83 centavos por ano. E ainda tornou o que era facultativo obrigatório”, recordou o representante do PRB.

“É o mesmo vereador?”, provocou Alcindo, chamando o seu colega de Câmara de incoerente e de estar agindo movido por interesses pessoais. “O problema todo é que ele queria o apoio do prefeito para deputado e para presidir o Legislativo. Como não conseguiu resolveu fazer arenga nas rádios e nos blogs”, afirmou o vereador governista.

Segundo ele o projeto do Executivo, com as devidas modificações propostas pela Câmara, não vai pesar no bolso do garanhuense como tem procurado passar para a população o representante da oposição. “Para começar todo mundo de baixa renda, quem ganha salário mínimo, vive de bolsa família ou consome até 50 kwh está isento de pagar a taxa. Também está dispensado da contribuição todo morador da zona rural ou de um dos três distritos do município”, informou Alcindo Correia frisando que o aumento dado pela prefeitura foi de apenas 11 centavos por ano.

O vereador lembra que a taxa para quem consome mais de 51 Kwh por mês e vive na zona urbana ficou em R$ 2,50 e no valor de R$ 4,99 no caso de quem consome mais de 101 Kwh a cada 30 dias.

Para Alcindo o vereador Sivaldo Albino está ficando isolado perante a população de Garanhuns e “sua máscara está caindo”. Ele lembra que o representante do MD fez oposição a Luiz Carlos de Oliveira, denunciou de forma corajosa o escândalo da ponte do Sítio Baraúnas, mas depois se calou. “Para completar votou a favor das contas do ex-prefeito que passou anos criticando, contrariando um parecer do Tribunal de Contas do Estado. (Do Blog do Roberto Almeida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário