quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Procurador envia depoimento sobre Lula para Minas

Roberto Gurgel
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse nesta quarta-feira (6) que enviou para análise do Ministério Público Federal em Minas Gerais o depoimento em que o empresário Marcos Valério faz uma série de acusações envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no esquema do mensalão.

Considerado operador do esquema, Valério foi condenado a mais de 40 anos de prisão no julgamento do mensalão e, em meio à análise do caso, prestou um depoimento afirmando que o ex-presidente sabia da existência do esquema e que recursos movimentados via suas empresas teriam custeado despesas pessoais do petista.

Agora, segundo Gurgel, caberá ao Ministério Público de primeira instância analisar o material. Como ex-presidente, Lula não tem mais foro privilegiado.

"Está sendo encaminhado para a procuradoria da República em Minas Gerais. Provavelmente deve ser enviado hoje", disse.

Gurgel afirma que, "depois de uma verificação cuidadosa", foi constatado que a procuradoria em Minas já trabalha em um "um desmembramento determinado pelo ministro Joaquim Barbosa que trata de assunto relacionado ao esquema do mensalão e não compreendido na ação penal 470 [julgado pelo Supremo]".

A dúvida estava entre Minas, São Paulo ou Brasília. Inicialmente, ele havia prometido despachar o depoimento até segunda-feira passada (4) para procuradores em São Paulo, local onde o petista mora.

Gurgel queria evitar que procurador que recebesse o material rejeitasse alegando que não é competência dele.

O procurador disse também que não acredita que a Câmara dos Deputados descumprirá a decisão do Supremo Tribunal Federal de cassar o mandato de deputados condenados no mensalão. "Essa é uma questão que podemos considerar superada", disse Gurgel. (Via Folha Online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário