sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Blitz da Lei Seca vai flagrar uso de maconha e cocaína

Policial realiza blitz da Lei Seca, em São Paulo (Julia Chequer/Folhapress)
Policiais passarão a contar com novo aparelho, que detecta uso de drogas por meio da saliva. Operações da Lei Seca ainda terão uso de câmeras

O governo do estado de São Paulo enderece, a partir desta sexta-feira, as blitz da Lei Seca. Além de identificar o consumo de álcool, os policiais passarão a contar com aparelhos que detectam o uso de drogas como maconha e cocaína. Segundo informações do Palácio dos Bandeirantes, a operação Direção Segura será lançada nesta sexta pelo governador Geraldo Alckmin.

A detecção do consumo de drogas será feita por meio de um novo equipamento, que identifica a presença de entorpecentes por meio da saliva do condutor. Em poucos minutos, o aparelho sinaliza a presença de maconha ou cocaína no organismo. Em caso de resultado positivo, valem as mesmas regras para o uso de álcool: multa e até prisão.

Ainda segundo o governo de São Paulo, a fiscalização não ficará apenas a cargo da Polícia Militar, como ocorre hoje – outros órgãos participarão das ações para agilizar as abordagens. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, também passarão a integrar as blitze um delegado e escrivão da Polícia Civil, peritos do Instituto de Criminalística e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e de seis secretarias de Estado.

As operações da Lei Seca no estadão ainda contarão com câmeras para registrar imagens que poderão ser utilizadas como prova, caso o motorista se negue a realizar os testes. (Via Veja Online)

Nenhum comentário:

Postar um comentário