sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Veja a queda na conta de luz de cada distribuidora; tarifa da Celpe cai 18,04%


A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) divulgou há pouco qual será o percentual de desconto para cada distribuidora do país.

Os números mostram o quanto cada consumidor residencial terá de redução na próxima fatura. Significa que os preços menores serão praticados sobre o consumo feito a partir de hoje.

Todos os consumidores residenciais receberam desconto mínimo de 18%. Alguma distribuidoras tiveram reajuste pouco maior, como é o caso da UHENPAL (Nova Palma Energia), que atua no Rio Grande do Sul, e que poderá aplicar o maior desconto: 25,9%.

Ao todo, oito empresas tiveram abatimento superior a 19%. Segundo o governo, isso ocorre porque cada empresa pratica uma tarifa diferente - em função das peculiaridades de cada concessão.

"A tarifa de energia elétrica deve garantir o fornecimento de energia com qualidade e assegurar aos prestadores dos serviços receitas suficientes para cobrir custos operacionais eficientes e remunerar investimentos necessários para expandir a capacidade e garantir o atendimento", segundo nota da Aneel.

O efeito médio de redução continua mantido em 20,2%, conforme havia sido anunciado pela presidente Dilma Rousseff em setembro do ano passado.

Para os consumidores de alta tensão, como grande indústrias, o desconto pode chegar a 32%.

CONCESSÕES

A redução é resultado da renovação das concessões de transmissão e geração de energia, que tinham contratos vencendo entre 2015 e 2017.

Para prorrogar esses contratos, o governo exigiu que as empresas baixassem as tarifas. Além disso, o governo irá aportar R$ 8,46 bi no setor apenas este ano.

A expectativa é de que em 2014 esse valor vindo do Tesouro Nacional tenha de ser ainda maior, próximo a R$ 19 bilhões.

ENTENDA A FATURA

Como as novas tarifas valem a partir do dia 24 de janeiro, um consumidor que tem sua leitura feita no dia 10 de fevereiro, por exemplo, teria, em fevereiro, metade de sua energia sob regime antigo de cobrança e a outra metade pela nova tarifa.

A partir de 25 de fevereiro todas as contas já perceberão os benefícios completos da tarifa reduzida. (Via Folha on Line)

VEJA O DESCONTO POR EMPRESA
Considerando o consumidor residencial 

Nenhum comentário:

Postar um comentário