sábado, 12 de janeiro de 2013

Ministro anuncia no twitter que obras da transposição do São Francisco serão retomadas


Até maio deste ano, as obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco devem ser totalmente retomadas, após a conclusão das licitações dos saldos remanescentes. O Ministério da Integração Nacional prevê a contratação de mais 1,5 mil trabalhadores para esta nova fase. Atualmente, mais de 4 mil pessoas compõem a força de trabalho da maior obra de infraestrutura hídrica do país.

Algumas dessas obras já foram iniciadas pela Integração Nacional. A Meta 2N, antigo lote 5, por exemplo, situada nos municípios cearenses de Jati, Brejo Santo e Mauriti está em atividade. O trecho terá investimento de R$ 520 milhões. Neste mês deverão ser contratadas as Metas 1L e 1N, além dos editais de licitação das Metas 2L, 3L e 3N, que serão publicados até fevereiro.

O empreendimento apresenta, atualmente, 43% de execução e tem o objetivo de aumentar e garantir a segurança hídrica do Nordeste Setentrional. Com a interligação de uma série de outras obras hídricas, o projeto vai ampliar a oferta d´água nas regiões mais secas da região.

"O Projeto não é a única obra desenvolvida pelo governo federal para garantir a segurança hídrica no Nordeste. Cito como outro exemplo o Eixão das Águas, no Ceará. Se não fosse essa obra, Fortaleza estaria hoje em colapso d´água", lembrou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, durante vistoria nas obras do Eixo Norte nesta sexta-feira (11/01). "Para cada R$ 1 investido na transposição, existe R$ 2 investidos em obras menores, como perfuração de poços, barragens e adutoras", acrescentou.

Eixão das Águas - Integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Eixão das Águas possui mais de R$ 1 bilhão em investimentos do Governo Federal. Com a interligação desse sistema ao Projeto de Integração do Rio São Francisco, mais de três milhões de cearenses terão a garantia de água nos próximos 30 anos. O Eixão das Águas, neste período de estiagem no Nordeste, abastece 50% da demanda hídrica da região metropolitana de Fortaleza. A obra tem previsão de conclusão em março deste ano, e desde setembro de 2012, a água já abastece Fortaleza.

Andamento das obras - Dos 16 lotes de obras, nove estão em atividade: Lote 1, em Cabrobó (PE); 2 e 8, em Salgueiro (PE); 5, em Brejo Santo (CE); 11, em Custódia (PE); 12, em Sertânia (PE); 13, em Floresta (PE); 14, em São José de Piranhas (PB) e o canal de aproximação do Eixo Leste. Dois trechos do Eixo Norte já contam com trabalhos noturnos: o Lote 8, em Salgueiro (PE), e o Lote 14, em São José de Piranhas (PB). O canal de aproximação do Eixo Norte já está concluído.

Metas - O Ministério da Integração Nacional estabeleceu, em 2011, um novo modelo de licitação, contratação e acompanhamento dos seis trechos de obras (Metas 1N, 2N, 3N, 1L, 2L e 3L). Desta forma, a Meta 1L apresenta 74,7% de conclusão; 2L com 53,8% e 3L com 26,2%. No total, o Eixo Leste apresenta 53,8% de conclusão. Com relação ao Eixo Norte, a Meta 1N apresenta 42,3% de conclusão; 2N com 10,7% e 3N com 30,4% de conclusão. O Eixo Norte apresenta 33,7% de conclusão. (Via Site do Ministério da Integração Nacional)

Nenhum comentário:

Postar um comentário