(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Izaías fala do fechamento do Hospital (Casa de Parto) Municipal de Garanhuns


Izaías convocou a imprensa para falar do fechamento do Hospital (Casa de Parto) Municipal de Garanhuns na última sexta-feira (04).

4 comentários:

  1. As mulheres pobres de Garanhuns nunca tiveram um luxo como o Hospital Municipal, mas para quê pobre com luxo não é mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Realmente Sr. prefeito, há vários locais onde existem vários profissionais sem estarem executando suas funções. Agora há de lembrar que como exemplo citado pelo Sr. a odontologia (Cirurgiões dentistas, auxiliares e técnicos), há meses que estão sem as mínimas condições de trabalho. Então é muito fácil criticar estes profissionais que bem mais que os outros dependem de instalações adequadas e materiais para trabalhar. Gostaria que o Sr. prefeito tive a sensibilidade de enxergar realmente a odontologia como parte de um processo da saúde como um todo para a população de Garanhuns. E não se comparasse a alguns municípios onde a única preocupação do prefeito e de seu secretário é no comprimento de uma jornada de trabalho vergonhosa em relação as condições contratuais e de trabalho oferecida e também em apenas números de atendimentos, deixando de lado a qualidade do atendimento a população. Deixo bem claro que é preciso mudança, mais a mudança é um processo onde todos devem ganhar e principalmente o povo, pq o povo é quem realmente precisa que os serviços funcionem.
    Mais pra finalizar não estava nem um pouco preocupado em relação a odontologia pq o prefeito de nossa cidade falou que dava muita importância a mesma pois ele acredita que saúde começa pela boca, mais estou vendo que ele só sabe que começa pela boca, mais não sabe da complexidade da profissão e tenho certeza que seu secretário também não.

    ResponderExcluir
  3. agora so basta fecha o dom moura, e o povo alienado que se ferre, bando de puxa saco.

    ResponderExcluir
  4. Teria que ter sido feito um plebiscito popular, essa foi uma ação ditadora.

    ResponderExcluir