terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Silvino Duarte de Andrade (PSDB), ex-prefeito de Garanhuns, continua inelegível por agravo regimental negado pelo Superior Tribunal de Justiça - STJ


https://ww2.stj.jus.br/processo/jsp/revista/abreDocumento.jsp?componente=ITA&sequencial=1110530&num_registro=201100049693&data=20111207&formato=PDF

NOTA - CDL GARANHUNS


A Câmara de Dirigentes Lojistas de Garanhuns – CDL comunica que em conformidade ao acordo firmado entre os sindicatos do Comércio Varejista de Garanhuns e Empregados no Comércio de Garanhuns, os empresários que quiserem abrir a sua loja no próximo sábado, dia 4 de fevereiro de 2012, feriado de aniversário da Cidade, deverão adequar-se às condições estabelecidas pela convenção coletiva vigente, devendo comunicar o seu desejo por escrito no próprio sindicado com antecedência mínima de 24 horas da referida data. Igualmente, a CDL informa ainda que a maioria dos empresários do Comércio local já demonstrou tal intenção em abrirem as suas portas, uma vez que o feriado do próximo sábado, por ser um feriado municipal, poderá trazer prejuízos financeiros aos lojistas.

A CDL Garanhuns aproveita o ensejo para convidar a população do Agreste Meridional para vir à Garanhuns no próximo sábado e aproveitar toda a qualidade e diversificação dos produtos do nosso Comércio.

O vereador Silvio Sabino (PSC), diz que apoiará o candidato do prefeito Luiz Carlos de Oliveira (PDT) a sua sucessão, seja Zé da Luz (PHS), Silvino Duarte (PSDB), Aurora Cristina (PSDB) ou um nome do PDT

Prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira - Foto: Divulgação

O vereador garanhuense, Silvio Sabino (PSC), diz estar, “totalmente fechado” com o prefeito Luiz Carlos de Oliveira (PDT) quanto à sucessão municipal, afirmando que o PSC apoiará o candidato escolhido pelo atual mandatário municipal.

“Hoje tenho um compromisso com seu Luiz (prefeito), por isso, o meu candidato a sucedê-lo vai ser qualquer que ele escolher, seja alguém do PDT, seja Zé da Luz (PHS), Dr. Silvino Duarte (PSDB) ou Aurora Cristina (PSDB). Para mim o que importar é estar com ele, pois este é o meu compromisso. Agora, quando a escolha for feita, obviamente que vamos sentar para ajustarmos os detalhes.” Diz Silvio Sabino.

Procurado pelo Blog do Kleber Cisneiros, o ex-prefeito Silvino Duarte (PSDB), disse que, a candidatura da sua esposa, a ex-deputada Aurora Cristina (PSDB), não esta sacramentada, podendo até ser ele mesmo o candidato, caso consiga reverter à rejeição as suas contas na câmara municipal, da época em que foi prefeito da cidade. Dizendo também que o seu candidato pode vim a ser o ex-prefeito Caetés, Zé da Luz (PHS), e ou um nome do PDT escolhido pelo prefeito Luiz Calos, com os quais vem mantendo conversas.

“Temos conversado muito, eu o prefeito Luiz Carlos e Zé da Luz. Só o que posso dizer no momento é que ainda não temos nada definido, e que o candidato pode vim a ser Zé da Luz, Eu, Aurora, ou algum outro nome do PDT indicado pelo prefeito.” Diz Silvino Duarte.

Alckmin cria gabinete antiprotesto para fugir de manifestantes

Ilustração: Toni para o Brazil Cartoon

Do Blog de Jamildo

No Vermelho.org

Depois de sofrer duras críticas e ser acusado publicamente – por diversas forças progressistas e representantes dos movimentos sociais – de promover no estado de São Paulo uma política repressiva e violenta, o Palácio dos Bandeirantes irá adotar um novo método para tentar driblar protestos em agendas do governador Geraldo Alckmin.

A política higienista de Alckmin na região da Cracolândia, centro de São Paulo, e a violenta ação da policial durante a desocupação da comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos, reforçaram nas redes sociais e no seio dos movimentos sociais o enfrentamento contra a política antidemocrática imposta pelo PSDB no estado.

Para evitar que o governador passe por saias justas e tenha que encarar frente a frente uma população cada vez mais insatisfeita com seu governo, foi ‘instituído’ o gabinete antiprotesto. O objetivo é vigiar as manifestações organizadas nas redes sociais – promovendo assim mudanças em sua agenda pública.

Nos últimos seis dias, Alckmin não foi a dois eventos em que sua participação estava prevista. Ambos foram marcados por atos contra o governo, detectados previamente pela subsecretaria de Comunicação e por um assessor de Alckmin.

O primeiro furo na agenda oficial foi na última quarta-feira (25) – aniversário de São Paulo –, quando o governador deixou de participar de missa na catedral da Sé pelo aniversário da cidade. A decisão foi tomada na noite que antecedeu o evento, após reunião com os secretários da Casa Civil e da Comunicação.

A missa ficou marcada pelas imagens do prefeito Gilberto Kassab sendo atingido por ovos atirados por cidadãos que protestavam contra a desocupação de Pinheirinho. Ciente da manifestação, e em mais uma demonstração de bravura, o governador preferiu se poupar e perguntou se o vice, Guilherme Afif Domingos, poderia representá-lo.

O mesmo aconteceu no último sábado (28), quando Alckmin faltou à inauguração da nova sede do Museu de Arte Contemporânea (MAC). Também houve protesto na saída do evento, mas dessa vez, além de ovos, os manifestantes levaram sacos com chuchus para arremessar contra as autoridades.

Dessa vez, o eleito pelo governador para representá-lo junto aos manifestantes foi o secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Andrea Matarazzo. No entanto, a escolha parece não ter sido a mais acertada. Matarazzo se descontrolou e discutiu com os manifestantes. Mais um lamentável episódio de um governo que parece não ter sido forjado na democracia.

Em nota, a assessoria de imprensa do governo negou que Alckmin tenha faltado à inauguração do MAC. Disse que o governador não havia confirmado presença tanto que cumpriu outra agenda, na região da Nova Luz. O texto diz ainda que Alckmin não foi à missa do aniversário de São Paulo "por uma questão familiar".

Em mais um exemplo de que o governo está desalinhado aos direitos democráticos dos cidadãos, a assessoria do governo chama os manifestantes de “grupelhos truculentos”.

Internautas de Garanhuns usam de criatividade e bom-humor nas redes sociais para protestarem contra imposição do PSB estadual





Médico ginecologista filiado ao PSB Garanhuns, Dr. Antônio Coelho, manda recado ao governador Eduardo Campos através de nota à imprensa

Dr. Antônio Coelho, PSB Garanhuns / Foto: Wagner Marques, Agenda Garanhuns

Por: *Dr. Antônio Coelho, PSB Garanhuns

O que fazer diante de tal imposição? Será que este fato vai passar impune?

Vamos reagir, pois não se trata apenas de uma briga partidária ou de pré-candidatos, a coisa é mais séria, trata-se de desrespeito a nossa terra, a nossa história e a nossa dignidade. Historicamente nossa cidade nunca aceitou o coronelismo, a política autocrática, nosso povo, sempre mostrou independência e nunca foi encabrestado. Política séria, se faz com diálogo, com aglutinação de pessoas e idéias, e não da forma que o prefeito de Lajedo está fazendo. 

Antonio João, não tenho nada contra sua pessoa, até porque não o conheço, porém, não posso tirar boas conclusões de uma pessoa que se diz articulador, e é incapaz de dialogar com os companheiros do PSB de Garanhuns, que chega na terra alheia e entra sem pedir licença. 

O povo de Garanhuns, que deu aproximadamente 90% dos votos ao nobre Governador Eduardo Campos, não merece ser tratado desta forma pela cúpula Estadual; Governador, o senhor foi merecedor de nossa confiança e admiração, porém, não permita que pessoas que falam em seu nome e menosprezem as pessoas de GARANHUNS, destruam um trabalho liderado por Dr. Ivan Rodrigues, que, com muita sabedoria, vinha reconstruindo o PSB aqui na cidade. Governador, se faça merecedor dos votos obtidos em Garanhuns, e permita que, Democraticamente, o Partido possa trabalhar e construir seus pré-candidatos.

*Dr. Antônio Coelho, é médico ginecologista e obstetra, filiado ao PSB Garanhuns

NOTA OFICIAL - SINALIZAÇÃO


NOTA OFICIAL 

A Prefeitura Municipal de Garanhuns comunica a população em geral, que não possui nenhum convênio com a suposta empresa SIGNS COMUNICAÇÃO VISUAL, com fins a instalação de placas de sinalização neste Município. 

A Prefeitura de Garanhuns também comunica que um suposto empresário, que se apresenta como represente da suposta empresa SIGNS COMUNICAÇÃO VISUAL, vem se identificando junto a comerciantes ou prestadores de serviço de Garanhuns como parceiro da Prefeitura na realização de um movimento denominado VAMOS SINALIZAR GARANHUNS. As pessoas/empresários abordados por este cidadão, e que se sentirem lesados, devem procurar as autoridades policiais competentes. 

A Prefeitura de Garanhuns reafirma que não autoriza a utilização do seu nome ou de qualquer Agente Público que integra esta Administração, nem fez qualquer tipo de parceria junto a empresas ou pessoas físicas com a finalidade de ações de sinalização de ruas e avenidas.

Garanhuns-PE, 31 de janeiro de 2012.

NOTA OFICIAL - Início das aulas na rede municipal de ensino


NOTA OFICIAL 

A Prefeitura Municipal de Garanhuns, através da Secretaria de Educa-ção, comunica a população em geral, que em virtude da não conclusão de serviços de reforma em algumas Escolas Municipais, bem como da convoca-ção de profissionais da Educação para atuarem em diversos Educandários Municipais, as aulas na Rede Municipal de Ensino serão iniciadas no próxi-mo dia 13 de fevereiro de 2012.   

Garanhuns-PE, 31 de janeiro de 2012.

Ferrovia destruída pelas enchentes será recuperada

Tufi Daher Filho - Pres. da Transnordestina Logística / Foto: Eduardo Braga/SEI

Parcialmente destruída pelas chuvas em 2010, a Ferrovia Cabo-Propriá, que liga Pernambuco a Sergipe, terá um trecho de 380 km recuperado. O anúncio das obras de reparo foi feito nesta segunda-feira (30), no Palácio do Campo das Princesas, pelo governador Eduardo Campos e pelo diretor-presidente da Transnordestina Logística S.A, empresa responsável pelas obras, Tufi Daher Filho.

A companhia investirá R$ 60 milhões em recursos próprios para a recuperação da linha férrea. Os trabalhos vão gerar cerca de 200 empregos diretos. Com extensão total de 560 km, a estrada de ferro apresenta hoje 350 pontos de interrupção no seu traçado localizados entre os estados de Pernambuco e Alagoas.

Do total dos investimentos, cerca de R$ 25 milhões serão destinados a recuperação de um trecho de 150 km da ferrovia que corta os municípios pernambucanos de Ribeirão, Gameleira, Joaquim Nabuco, Catende, Maraial, São Benedito do Sul, Quipapá e Palmares – todos na Mata Sul – além de Canhotinho, no Agreste Meridional. Três pontes serão reconstruídas. Também serão feitos serviços de drenagem e terraplenagem, troca de trilhos e dormentes, além da limpeza da linha.

As obras devem começar dentro de 15 dias, após autorização do Ibama. A expectativa é que a estrada de ferro esteja em pleno funcionamento dentro sete meses. Ainda segundo estimativa da Transnordestina Logística, a movimentação de cargas na ferrovia deve chegar a 1,5 milhão de toneladas por ano até 2015.

O presidente da companhia destacou que a conclusão da obra acaba com a segmentação da ferrovia. “Ela interliga o Nordeste ao Sudeste do Brasil. Com a recuperação desse trecho reativamos também o corredor entre o Recife e Salvador”, disse, citando a ligação da Cabo-Propriá com outra ferrovia, a Centro-Atlântica, que vai até a capital baiana.

Tufi rechaçou a possibilidade de novas enxurradas voltarem a destruir a linha férrea. “As barragens que estão sendo construídas pelo Governo de Pernambuco vão evitar novas tragédias”, disse.

Para o governador, a ferrovia é mais um importante instrumento para o fortalecimento econômico do estado. Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a estrada de ferro será responsável por receber cerca de 15% da carga movimentada no Porto de Suape. “Ela vai trazer de Alagoas a produção de álcool, açúcar, minérios e cimento para o Porto de Suape.”, disse Eduardo.

HISTÓRICO – A Ferrovia Cabo-Propriá havia sido destruída pela primeira vez nas enchentes de 2000. Depois de oito anos e de uma disputa judicial que definiu a responsabilidade pelo conserto da linha, os serviços começaram a ser executados. Em 2010, quando já possuía vários trechos prontos e estava prestes a ser inaugurada, a estrada de ferro foi novamente destruídas pela força das águas.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Membro do PRP Garanhuns, Mano do Caetano, liga para o socialista Givaldo Calado de Freitas, e o parabeniza por defesa da democracia


Hoje (30) pela manhã, o vice-presidente do PRP Garanhuns, conhecido como Mano do Caetano, telefonou para o ex-vereador e empresário Givaldo Calado de Freitas (PSB), para parabenizá-lo por sua postura em “defesa da democracia e do povo de Garanhuns”, a exemplo do deputado estadual Izaías Régis (PTB), o qual também enviou nota à imprensa parabenizando o socialista.

“Liguei para Givaldo e lhe disse que, se já tinha uma admiração por ele, hoje a tenho mais ainda, pois ele foi até agora, o único membro do PSB Garanhuns, que teve coragem de se colocar de forma clara e explicita, em defesa da democracia do povo da nossa cidade, contrariando a vontade da executiva estadual do seu partido. Por isso, não pude deixar de ligar e lhe dizer que pode contar comigo, hoje e sempre.” Disse Mano.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Confira o vídeo com a confusão que levou Rita Lee à delegacia em Aracaju


Givaldo Calado de Freitas (PSB) manda nota ao jornalista Inaldo Sampaio em resposta a artigo publicado na coluna Fogo Cruzado do último sábado (28)

Inaldo Sampaio

*Givaldo Calado de Freitas

Estimado Inaldo Sampaio, 

Estivemos reunidos, nós da Comissão Provisória do PSB de Garanhuns, com o Diretório Regional do PSB, aí no Recife, na última quinta-feira.

A reunião foi civilizada. Eu, pessoalmente, entrei frio e saí gelado, sem nenhuma contrariedade, portanto.

Quando o Presidente Estadual do PSB, Sileno Guedes, deu a entender que a escolha do candidato socialista na sucessão municipal em Garanhuns estaria decidida em torno do nome do Prefeito de Lajedo, ponderei, democraticamente, que esta escolha teria que passar por uma pesquisa junto à população de Garanhuns, para saber qual o nome deveria ser o candidato a Prefeito pelo PSB.

A resposta da direção foi a mais estapafúrdia possível: “não há mais tempo para se ouvir a população”.

Eu, no entanto, argumentei: a eleição só será em outubro. O Congresso do PSB para escolha de candidatos à Prefeito, só acontecerá no período de 10 a 30 de junho.

Portanto, se decidirmos, agora, pela pesquisa, na próxima semana ela estará em campo, e, na outra semana, estaremos novamente reunidos, a analisá-la. Afirmei ainda que se o nome do Prefeito de Lajedo for o escolhido pela população garanhuense, eu seria o primeiro a apoiá-lo – não sei ir contra o povo.

Aprendi com Dr. Arraes, quando dizia deixe o povo decidir. No entanto, se o escolhido for o meu nome, ou qualquer outro nome do Partido, em Garanhuns, espero que a Executiva Estadual venha também a fazê-lo.

Cumpre ressaltar, também que, em instante algum, nenhum membro da Comissão Provisória de Garanhuns se submeteu a qualquer decisão autoritária, nem a muito menos a qualquer “ponto final”.

Da reunião saí direto para o Palácio do Campo das Princesas, onde destinei carta para o Presidente Nacional do PSB, Governador Eduardo Campos, em que coloco que ele sempre foi defensor intransigente dos postulados democráticos, e que entendo que nesse episódio, ele encontrará uma saída que não venha mais tarde a macular o seu nome, colocando-o no rol dos políticos que não nos dá saudades, devido às suas truculências e espírito ditatorial.

Assim, continuo com minha pré-candidatura, até por que ela não me pertence. Hoje, ela faz parte do desejo do povo de Garanhuns, que em nenhum momento se deixará subjugará aos caprichos de quem quer que seja mesmo daqueles a quem temos o melhor respeito e admiração”.

Saudações socialistas,

Givaldo Calado de Freitas.

Veja abaixo o artigo da coluna "Fogo Cruzado", do jornalista Inaldo Sampaio, publicada tanto em seu Blog, como no jornal Folha de Pernambuco, do último sábado (28), o qual motivou a nota do ex-vereador e empresário Givaldo Calado de Freitas, do PSB Garanhuns:

Ponto final – O PSB deu por encerrada ontem a discussão sobre a escolha do seu candidato à prefeitura de Garanhuns. É Antonio João Dourado e ponto final. O empresário Givaldo Calado, que também postulava a indicação, saiu da reunião contrariado mas se submeteu à decisão. O próximo passo do prefeito de Lajedo é ir atrás do apoio dos outros partidos da Frente Popular.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Deputado Izaías Régis (PTB), parabeniza Givaldo Calado de Freitas (PSB), por defesa da democracia

Deputado estadual, Izaías Régis / Foto: Divulgação
Dizendo estar pessoalmente muito feliz e surpreso, com a postura e a coragem, do seu amigo e conterrâneo, Givaldo Calado de Freitas (PSB), “saindo em defesa da democracia e do povo de Garanhuns”, o deputado Izaías Régis (PTB), o qual esta na suíça pernambucana, afirmou hoje (28), que, “qualquer um que viva e ame de verdade esta cidade" (Garanhuns), deve enaltecer e parabenizar o ato do ex-vereador e empresário, Givaldo Calado.

“Podemos até estar em palanques diferentes hoje e no futuro, como também poderemos até estar no mesmo palanque, isto ninguém sabe, ainda é cedo para sabermos, só o que sabemos, é que, hoje ou amanhã, iremos estar sempre no mesmo partido, que é o partido de Garanhuns, e, nenhum Garanhuense, que viva e ame esta cidade de verdade, pode deixar de enaltecer e parabenizar a postura e a coragem, do nosso amigo e conterrâneo, Givaldo Calado de Freitas, em defesa da democracia e de Garanhuns”, disse Izaías, também pré-candidato a prefeito, pelo PTB.

O ato ao qual o deputado se refere, foi o não aceitamento, pelos integrantes do PSB Garanhuns, da imposição do Palácio, do nome do prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado, como candidato do partido a prefeito na cidade das flores, tendo o pré-candidato, Givaldo Calado, sugerido ao presidente da executiva estadual, Sileno Guedes (PSB), a realização de uma pesquisa de opinião, para a escolha do canadidato, dizendo que, desta forma, apoiaria qualquer um que fosse o vencedor. Após pouco mais de cinco horas de reunião - a qual começou por volta das 9h, se estendendo até pouco mais das 14h, da última quinta-feira (26) – e muitas discursões calorosas, Sileno não concordou com a pesquisa, dizendo que o partido já tinha um candidato, e que este era a escolha do governador Eduardo Campos. Assim, Givaldo disse que não aceitaria, e que permaneceria com sua pré-candidatura, a não ser que fosse expulso do partido.

Givaldo divulga carta aberta entregue ao presidente nacional do PSB, o governador, Eduardo Campos

Givaldo Calado de Freitas

Cumprindo sua promessa, o socialista, Givaldo Calado de Freitas, enviou à toda imprensa, carta aberta que deixou no Palácio do Campo das Princesas, na última quinta-feira (26), para ser entregue ao presidente nacional do seu partido, o PSB, o governador Eduardo Campos.

Na última quinta-feira (26), o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, convocou toda a comissão provisória do partido em Garanhuns, para uma reunião na capital pernambucana, reunião esta marcada na véspera, de última hora, com o intuito de enquadrar e forçar os companheiros garanhunenses, a aceitarem a candidatura a prefeito, imposta pelo palácio do campos da princesas, do prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado, em Garanhuns.

Não aceitando a imposição, o empresário e ex-vereador Givaldo Calado de Freitas (PSB), propôs uma pesquisa para a escolha do candidato do partido, tendo Sileno Guedes, se colocado totalmente contra, em discursão bastante calorosa, afirmando que a escolha já estava feita a favor do prefeito e Lajedo. Givaldo não se dando por satisfeito foi ao palácio entregar uma carta aberta a Eduardo Campos.

Veja abaixo a integra da carta entregue no Palácio:

Excelentíssimo Senhor Governador do Estado de Pernambuco 
Eduardo Henrique Accioly Campos 
M. D. Presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro - PSB

Senhor Presidente,

Saúdo em V.Exa. a todos os companheiros que trabalham com empenho e coerência pelo crescimento do Partido Socialista Brasileiro -PSB, inserindo-o neste momento virtuoso que vivem Pernambuco e o Brasil, como não temos notícia em nenhum capítulo de nossa História. Não tenho dúvida, Senhor Governador, de que a consagração do seu trabalho é que faz do nosso Partido uma agremiação política com presente notável e um grande futuro. 

Tenho muito orgulho de fazer parte desse trabalho, modestamente, em meu pequeno mundo, Garanhuns. Aqui, onde o PSB alcançou uma dimensão, que poucos partidos tiveram até hoje, abrindo a análise e a discussão de todos os grandes problemas sociais da região, uma iniciativa extraordinária dos companheiros - especialmente do presidente da Comissão Municipal Provisória, Ivan Rodrigues, cuja história pessoal e política dispensam qualquer comentário. 

E porque o Partido tem se destacado na mobilização de lideranças locais - de todos os setores - para encontrar os melhores caminhos não apenas para Garanhuns, mas para todo o Agreste Meridional - inevitavelmente começaram a surgir nomes possíveis para governar nosso município a partir do próximo ano. 

Estou sendo colocado honrosamente como pré-candidato e é nessa condição que me dirijo a V.Exa. para dizer como dizia o poeta: “É o tempo da travessia /E se não ousarmos fazê-la/Teremos ficado para sempre/À margem de nós mesmos". 

Aceitei, e aceito, a sugestão da pré-candidatura porque nunca me perdi na travessia, nunca admiti ficar à margem de mim mesmo. Tenho absoluta certeza de que não o faço pela vaidade de dirigir Garanhuns, mas por conhecer os problemas da cidade, do município, e ter a convicção de que saberei enfrentar cada um - se chegar à Prefeitura -, com o apoio de V.Exa. e de todos os companheiros de Partido. 

Advogado e empresário, sempre fui, sobretudo, político, no sentido mais abrangente do termo, e por isso me dedico, em cada dia de minha existência, a pensar a cidade e todos os seus obstáculos. A descobrir os caminhos possíveis para realizar os sonhos possíveis, e um deles é coletivo: a melhoria da qualidade de vida para todos.

Por isso ouso procurar V.Exa. de uma forma diferente de outros dias, quando busquei o Partido para me fazer um dos militantes, contribuindo para o momento histórico que Pernambuco vive, governado pelo aprendiz de Miguel Arraes de Alencar, que se transformou no mestre de todos nós. 

Estou me apresentando a V.Exa. como pré-candidato a prefeito de Garanhuns nas eleições deste ano. E me empenho para que o Partido chegue unido e mais forte à eleição municipal, fazendo de 2013 o ano em que nosso município - como Pernambuco vem fazendo -  iniciará um trabalho histórico de crescimento, gerando trabalho e renda, fazendo as transformações inadiáveis, com a celeridade que exigem os novos tempos.

Fui advogado militante; advogado do Banco Nacional da Habitação e da Caixa Econômica Federal, como também dirigente sindical e vereador, e hoje sou ativo empresário dos ramos da construção civil e da hotelaria na minha cidade de Garanhuns. Além de ter exercitado forte militância estudantil e partidária, e no nosso partido seu presidente municipal por vários anos, a ele voltado pelas mãos honradas do nosso bravo companheiro e presidente Ivan Rodrigues da Silva. Portanto, julgo-me preparado para exercer o honroso cargo de prefeito da minha cidade como assim o fez o grande líder garanhuense, meu sogro, Amílcar da Mota Valença.

Na certeza de que V. Exa., na condição de defensor intransigente dos postulados democráticos, reconhecido por todo o povo pernambucano e brasileiro, atenderá ao meu pedido no sentido que se exercite a democracia no nosso partido em Garanhuns, subscrevo-me.

Saudações socialistas.

Garanhuns, 25 de janeiro de 2012

Givaldo Calado de Freitas

Recife tem a menor taxa de desemprego da história


A Região Metropolitana do Recife (RMR) fechou o ano de 2011 com a menor taxa de desemprego da história. Segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (26) pelo IBGE, a capital pernambucana apresentou uma taxa de desocupação de 4,7% no mês de dezembro, o menor índice desde que o levantamento começou a ser realizado, em 2002. O índice é 2,2 pontos percentuais abaixo do registrado em dezembro de 2010.

O resultado do Grande Recife foi o terceiro menor entre as seis regiões metropolitanas pesquisadas, atrás apenas dos de Porto Alegre (3,1%) e Belo Horizonte (3,8%) e empatado com o de São Paulo (4,7%). Salvador (7,7%) e Rio de Janeiro (4,9%) registraram os maiores índices, segundo o IBGE.

“Considerando o desempenho histórico e o tamanho das economias de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, vemos que Pernambuco está gerando proporcionalmente bem mais empregos que os grandes estados do Sudeste”, compara o secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio.

O secretário destaca ainda que os dados da pesquisa reforçam as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados esta semana, que apontam Pernambuco como o estado que mais criou oportunidades de emprego com carteira assinada no Nordeste e o Recife como a capital que apresentou o maior crescimento percentual do País na oferta de postos formais de trabalho (8,29%). “Os números refletem o bom momento vivido por Pernambuco e o esforço do Governo do Estado para que as oportunidades fiquem com os pernambucanos”, ressalta.

O levantamento do IBGE constatou ainda o crescimento da renda média anual do trabalhador durante o ano de 2011, que ficou em R$ 1.141,07 na Região Metropolitana do Recife. O valor supera em 2,3% a média registrada em 2010 e é o maior desde o início da série histórica, iniciada em 2003, o que mostra que o crescimento econômico além de gerar mais emprego está melhorando a remuneração paga aos pernambucanos.

Futebol Amador movimenta comunidade do Magano

A Prefeitura de Garanhuns, através da secretaria de Comunicação Social e Esportes, em parceria com a Associação Clubes Amadores de Futebol do Magano, promove a 4ª Copa da Amizade de Futebol daquela localidade.

A competição teve inicio no último domingo, dia 15 janeiro e conta com a participação de 14 equipes. Atlético, Cruzeiro, Canadá, São Paulo, AVEMAC, Arsenal, Amigos, Unidos, Valencia, Imperial e Bahia, todas do Magano, Juventus de Manoel Chéu, Democrata do bairro São José e Associação Bela Vista da Cohab 3 são as equipes que disputam o título da tradicional competição amadora.

“Apesar de estarmos no inicio da competição, é grande o nível técnico apresentado pelas equipes. A presença de atletas ex-profissionais, oriundos de outras localidades do Município, espalhados por diversas equipes mostra a importância dessa Competição para o amadorismo local”, declarou o Organizador da Competição, o desportista Ricardo Brasil. A competição deve se estender até o mês de março, quando será conhecido o grande campeão.

ATLETISMO - O atleta José Márcio Leão conquistou o 3° lugar na Corrida da Longevidade, realizada no último domingo, dia 15, em Recife. A prova integra o Circuito iniciado em abril de 2011, em Marília-SP.

Corredor profissional há apenas 4 anos, Leão chega a treinar diariamente 25 km em sua plena forma. O atleta pertence ao Cruzeiro Esporte Clube e conta com o patrocínio da Prefeitura de Garanhuns.

DENGUE – Garanhuns apresenta Alto Índice de Infestação e Prefeitura pede colaboração da População


Garanhuns se encontra numa situação extremamente vulnerável à epidemia de Dengue. A informação é da Secretaria de Saúde, através do departamento de Vigilância Sanitária, e se baseia nos altos índices de infestação do mosquito Aedes Aeghipt registrados na Cidade. As localidades que estão mais vulneráveis são: Boa Vista, Aloisio Pinto, Heliópolis, Magano, Manoel Chéu, São José e Francisco Figueira (a popular Cohab 2).

Ainda de acordo com a Saúde Municipal, os altos índices são resultado da falta de colaboração popular, já que diversos cidadãos de Garanhuns, ainda apresentam resistência à visita dos Agentes Endêmicos em suas residências. Cerca de 14% das residências da Cidade não foram tratadas por conta da falta de colaboração dos seus proprietários. Todavia, uma equipe com mais de 50 profissionais, visitam os mais de 44 mil domicílios de Garanhuns diariamente, e retornam em períodos de 60 dias. A meta é visitar 100% das casas e controlar a proliferação do mosquito transmissor da dengue.


“O trabalho da eliminação dos focos não depende apenas dos governos municipais, estaduais ou federais. Mas sim, de toda a população”, declara o Gerente de Vigilância à Saúde, Marcos André, que também faz um alerta quanto a gravidade da doença: “a Dengue é um tipo de doença que pode levar a pessoa à óbito. O vírus tipo Hemorrágica ou o tipo 4 são as formas mais evoluídas da Dengue Clássica. Uma vez infectado com eles, o paciente não resiste. O tipo Clássica é a forma mais comum da doença. Mas se houver complicações no doente, ele também chega a falecer”, chama a atenção o Gerente de Vigilância à Saúde.

COMBATE A DENGUE - Limpeza de quintais e armazenamento d’água adequado em recipientes bem fechados, continua sendo necessário ao combate do mosquito da Dengue. Qualquer possibilidade de acúmulo de água limpa e parada, em poças ou objetos, precisa ser eliminada para dificultar o surgimento do mosquito. Reservatórios, que já tenham sido criadores do Aedes, ainda que secos, também podem gerar o mosquito. Pois o ovo pode passar até um ano colado na parede de um reservatório, esperando por água. E assim que houver o contato, ele eclode e novamente passa a ser um foco do mosquito da Dengue.

Contatos: Secretaria de Saúde – (87) 3762-7070/ 7047; e

Marcos André – Gerente de Vigilância à Saúde - (87) 9988-2409.

Banda do Diocesano disputará Copa Pernambuco


Contando com o apoio da Prefeitura de Garanhuns, através da secretaria de Comunicação Social e Esportes, a Banda Marcial do Colégio Diocesano participou, durante o ano passado, do Circuito Interiorano de Bandas Marciais, Musicais e Fanfarras do Agreste Pernambucano.

A representante de Garanhuns conquistou o título nas categorias: Mor (Comandante de Marcha) e Baliza e ainda trouxe para a Cidade das Flores o Vice-campeonato nas categorias Banda Musical e Corpo Coreográfico.

Diante do excelente resultado, o tradicional grupo garantiu vaga para a Copa Pernambuco na categorial Musical, sendo a única representante do Agreste Meridional. “Nossos resultados foram bastante positivos. Neste evento nós mostramos todo o potencial da Banda e conseguimos classificação para disputarmos a Copa Pernambuco em 2012, que definirá a representante do Estado, no Norte/Nordeste que acontecerá no final deste ano, com cidade ainda indefinida”, argumentou o Diretor Administrativo da Banda, Luiz Fernandes.

Outro desafio da Banda em 2012 será a busca pelo Tricampeonato Alagoano de Bandas e Fanfarras. A competição terá como sede a cidade de União dos Palmares-AL. A expectativa é de que o evento aconteça no mês de março. “Vamos novamente contar com o apoio da Prefeitura, para que possamos continuar elevando o nome da nossa Cidade no segmento musical”, finaliza Luiz Fernandes.

FECAJU promete movimentar Miracica neste fim de Semana


No período de 27 a 29 de janeiro, o distrito de Miracica, distante 20 km do centro de Garanhuns, será palco da Festa do Caju (FECAJU). O Evento que já acontece há dez anos vai contar com produtos manufaturados a partir da fruta, para comercialização, além de programação festiva.

Nos três dias de festa acontecem apresentações artísticas, reuniões, concurso da Rainha do Caju, cavalgada, Trilhas de motos, homenagens, apresentação de Reisado e shows. As Bandas Cena de Novela, Banda Rota 69, de Recife, e Banda Forró Salgado, do Rio Grande do Norte, farão a animação do evento. A celebração da Santa Missa acontecerá na Igreja de São José e marca o encerramento da festa.

De acordo com o diretor de Indústria e Comércio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, possibilitando a expansos na Comunidade, a estimativa de vendas cresce Paulo Fernando, o popular Paulo da Muchila, um dos organizadores do Evento, a expectativa é atingir um público superior a 10 mil pessoas. “O sucesso da FECAJU já nos propiciou realizar o zoneamento do Caju nessa região, o que favoreceu o acesso a linhas de crédito junto às agências do Banco do Brasil e do Nordeste, possibilitando à expansão do cultivo e consequentemente a comercialização dos produtos; bem como o favorecimento de emprego e renda, além do desenvolvimento da Comunidade”, comemora.

Realizada pela Federação das Associações Comunitárias do Distrito de Miracica (FADIMI), a festa conta com o apoio da Prefeitura de Garanhuns e promete movimentar as 16 Associações Rurais que compõem a Federação, bem como toda a comunidade adjacente ao distrito de Miracica. 

= CONFIRA A PROGRAMAÇÃO =

* SEXTA-FEIRA - DIA 27

9h – Reunião do Conselho de Desenvolvimento Rural

16h – Programa Musicamp – “Zezinho de Garanhuns”

19h30min – Concurso da Rainha do Caju (Participação – Banda Poder de Deus)

22h – Show - Banda Cena de Novela

* SÁBADO - DIA 28

10h – Radiola de Ficha (Marcos Cardoso – Marano FM)

20h – Desfile da Rainha do Caju

20h: 30min – Homenagem aos 10 anos da FECAJU

22h – Show – Banda Rota 69 – Recife – PE

00h: 00min – Show – Banda Forró Salgado – Rio Grande do Norte

* DOMINGO - DIA 29

9h – Trilha do Caju e Motoqueiros – 75 km de pura emoção (Concentração em Miracica)

10h – Trilha do Caju e Cavalgada – Concentração na Associação União e Força do Sítio Muchila

16h – Missa Campal

17h – Reisado de Vitorino

Cursos Gratuitos serão oferecidos através dos CRAS Garanhuns


Uma parceria firmada entre a Prefeitura de Garanhuns e o SENAC contemplará as famílias beneficiadas pelos Centros de Referência e Assistência Social - CRAS, existentes no Município. As Comunidades de Heliópolis, Magano, Bela Vista, Várzea, Boa Vista e Quilombolas receberão os Cursos de Cuidador de Idoso, Vendedor, Agente de Informações Turísticas, Recepcionista em Serviços de Saúde e Garçom.

A iniciativa acontece através da Secretaria de Assistência Social. Os cursos serão ministrados de segunda a sexta-feira, com carga horária de 4 horas diárias. Totalmente gratuitos, os cursos serão iniciados no dia 19 de março e concluídos ao término do mês de maio, sendo formadas 7 turmas com 25 alunos cada. Os interessados já podem procurar o CRAS de sua localidade para se inscrever. Para tanto, serão necessários os seguintes documentos: Identidade, CPF, Comprovante de Residência, Comprovante de Escolaridade e duas fotos 3x4.


A oportunidade é ofertada a pessoas a partir dos 18 anos, que possuam o ensino fundamental completo. “O conhecimento qualifica qualquer trabalho. Com isso, o ingresso no mercado fica mais fácil”, declara a Diretora de Voluntariado da Assistência Social, Zélia Herculano. Ao final dos cursos serão entregues certificados emitidos pelo SENAC aos participantes.

Contatos: Zélia Herculano – Diretora de Voluntariado – (87)9104-8511.

Secretaria de Assistência Social – (87) 3762-7080/ 7081.

COMUNICADO – FERIADO MUNICIPAL – DIA 4 DE FEVEREIRO


A Prefeitura de Garanhuns, através da secretaria de Agricultura e Abastecimento, comunica a população em geral, que no próximo dia 4 de fevereiro de 2012, sábado, será Feriado Municipal, em virtude de Lei Aprovada e Sancionada pelos poderes Legislativo e Executivo deste Município. Neste sentido, as Feiras Livres realizadas na CEAGA e na Boa Vista, bem como todas as atividades afins, serão antecipadas para a sexta-feira, dia 3 de fevereiro de 2012.

A Prefeitura de Garanhuns informa ainda que os Mercados Públicos (Mercado 18 de Agosto e Mercado de Farinha) também estarão fechados neste sábado, dia 4 de fevereiro de 2012, tendo as suas atividades normais realizadas no dia da Feira Livre, sexta-feira, dia 3 de fevereiro de 2012.

Prefeitura realiza festa em comemoração aos 133 anos de Garanhuns

Saia Rodada
No próximo dia 4 de fevereiro, feriado municipal, será comemorado os 133 anos do município de Garanhuns. Para festejar o aniversário da cidade a Prefeitura está organizando uma programação solene, com apresentações culturais e shows gratuitos durante a noite.

As festividades têm inicio na quinta-feira, dia 2 de fevereiro, a partir das 20h, com uma Noite Instrumental, no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. O artista garanhuense, Marcos Cabral, abrirá a programação, que ainda conta com a apresentação do Duo Maggiore, formado pelo cantor Arthur Philipe e pelo pianista Thiago Albuquerque. A dupla prioriza o jazz em suas apresentações e vem se destacando em festivais e casas de shows em que se apresentam.

Já na sexta-feira, dia 3, na Esplanada Guadalajara, a partir das 21h, os artistas locais marcam presença na programação dos 133 anos de Garanhuns.  Kiara Ribeiro, Forró Pesado e Mourinha do Forró, garantem a animação na véspera do feriado.

No sábado, dia 4, feriado municipal, a cidade será acordada as 6h, com uma alvorada de fogos. Às 8h está marcado o hasteamento das bandeiras do Brasil, Pernambuco e Garanhuns, no pavilhão defronte ao Palácio Celso Galvão. A Banda Musical do 71º BI Mtz participa da programação. A noite, a partir das 19h30min, a religiosidade será fortalecida com a Celebração Eucarística do Aniversário, a ser realizada na Catedral de Santo Antônio. O Bispo Diocesano, Dom Fernando Guimarães, presidirá a Celebração.

Já partir das 21 horas, um show pirotécnico abre a programação do palco montado na Esplanada Guadalajara, que recebe o talento de Djair e Banda; seguido da Banda Pinga Fogo. A banda Saia Rodada fecha a programação, apresentando o show da turnê 2012.

Os shows na Guadalajara contarão com uma infra-estrutura composta por banheiros químicos, palco, som e iluminação. A segurança será realizada pela Polícia Militar. De acordo com a secretária de Cultura, Ana Nery Azevedo, cerca de 30 mil pessoas estão sendo aguardadas. “Dia 4 de fevereiro é feriado municipal em Garanhuns, dia de descanso e lazer da nossa população, por isso, todos estão convidados a comemorar o aniversário da nossa Cidade”, chama a atenção a secretária Ana Nery.

= PROGRAMAÇÃO – ANIVERSÁRIO DE GARANHUNS =

* Dia 2 de fevereiro de 2012 (quinta-feira).

20h – Noite Instrumental – Local: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti.

Atrações: Marcos Cabral

Duo Maggiore

* Dia 3 de fevereiro de 2012 (sexta-feira).

21h – Shows de Aniversário – Local: Esplanada Guadalajara.

Atrações: Kiara Ribeiro

Forró Pesado

Mourinha do Forró

* Dia 4 de fevereiro de 2012 (sábado) – FERIADO MUNICIPAL.

6h – Alvorada Festiva – Local: Colinas de Garanhuns.

8h – Solenidade de Hasteamento dos pavilhões Nacional, Estadual e Municipal – Local: Defronte a Sede da Prefeitura.

8h10mim - Apresentação da Banda Musical do 71º BI Mtz.

8h30mim – Café da Manhã Festivo – Local: Chalé Restaurante.

19h30min – Missa em Ação de Graças pelo Aniversário de Garanhuns – Local: Catedral de Santo Antônio. – Celebrante: Bispo Diocesano Dom Fernando Guimarães.

21h – Show Pirotécnico do Aniversário – Local: Esplanada Guadalajara.

21h – Shows de Aniversário – Local: Esplanada Guadalajara.

Atrações: Djair e Banda

Banda Pinga Fogo

Saia Rodada.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Em reunião tensa, no Recife, pré-candidato, Givaldo Calado de Freitas (PSB), peita, presidente estadual do seu partido, Sileno Guedes (PSB), e diz que só abre de sua pré-candidatura, se for expulso

Givaldo Calado de Freitas

Em reunião tensa na manhã desta quinta-feira (26), na capital pernambucana, reunião esta, “emergencial”, pois foi marcada de última hora, de acordo com Givaldo Calado de Freitas (PSB), a executiva estadual, chamou a todos da comissão provisória de Garanhuns, para comunicar que o partido já tem um candidato a prefeito da cidade, e que este candidato é o prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado.

Seundo Givaldo, ele propôs que o candidato do partido fosse escolhido através de pesquisa de opinião, chegando a dizer que, se o melhor colocado nesta pesquisa, fosse o prefeito de Lajedo, ele mesmo o apoiaria, só não poderia aceitar que o escolhido viesse desta forma, através de uma “imposição”.

“Propus que o candidato do partido fosse escolhido através de uma pesquisa, tendo Sileno se colocado totalmente contra, dizendo a todos os presentes, que o partido já tinha um candidato, e que este era o prefeito de Lajedo, foi quando falei que isto eu não poderia aceitar, que iria manter a minha candidatura, que não iria me calar, e que iria sair dali direto ao palácio, para entregar uma carta aberto ao presidente estadual do PSB, carta esta que vou repassar para toda a imprensa nos próximos dias, e caso não aceitem a minha posição, que me expulsem do partido”, disse Givaldo.

Ainda nos foi relatado pelo próprio Givaldo, que estando no palácio, não conseguiu falar com o Governador, pois o mesmo estava em despacho, deixando a carta protocolada em seu gabinete, para lhe ser entregue. Dizendo ainda que na saída do palácio, chegou a cruzar com Antônio João Dourado, o qual estava chegando.

“Saindo da reunião me dirigi direto ao palácio, para entregar a carta ao presidente nacional do meu partido, o governador Eduardo Campos (PSB), carta esta, que iriei divulga a todos vocês da imprensa, nesses próximos dias, quero também já adiantar que não irei desistir da minha pré-candidatura, pois ainda não ouvi da boca do governador a sua opinião, caso achem por bem, que me expulsem do partido”, diz Givaldo. E continua, “quando eu estava saindo do palácio, encontrei Antônio João, o qual estava chegando, foi quando lhe disse que o conhecia já a muitos anos, tendo por ele uma grande estima, mas achava que ele estava colocando o governador numa situação muito delicada na região, tendo ele me dito, que só estava atendendo a uma convocação do próprio governador, e não indo pela própria vontade,  foi quando falei que queria ouvir isto da boca dele (governador), e não de terceiros”. Finaliza Givaldo.

Edilson Silva: Eduardo Campos, mentiroso ou desinformado


Do Blog de Jamildo


Por Edilson Silva

Há poucos dias escrevi aqui um texto intitulado “Eduardo Campos, o déspota”, por conta de sua prepotência que havia se materializado em disparos de projeteis e bombas contra a população desarmada e pacífica. Agora somos obrigados, a bem da verdade, a escrever outro, qualificando-o novamente, agora como faltoso à verdade ou desinformado.

Na entrevista que concedeu ontem à imprensa, onde foi cobrado sobre as manifestações da população, em sua maioria estudantes, contra o aumento das passagens, o governador estava completamente sem noção da realidade. Mais parecia matéria do Diário Pernambucano, “veículo” de comunicação que divulga notícias tão improváveis quanto engraçadas.

O governador afirmou que os manifestantes estavam quebrando ônibus. Afirmou que a polícia agiu bem, que são bem treinados. Afirmou ainda que os manifestantes não têm uma pauta de reivindicações. O governador dá, mais uma vez, provas de que realmente pensa como um coronel da mais velha política e que o vanguardismo que se esforça tanto para colar em sua imagem nada mais é do que puro marketing e excesso de bajulação anti-republicana ao seu redor.

É subestimar e até desrespeitar a inteligência mais elementar da imprensa, das pessoas, querer construir uma verdade como se aquilo que saísse de sua boca fosse incontestável. As pessoas hoje têm celulares que fotografam com qualidade digital e captam imagem e som com semelhante qualidade. A sociedade hoje dispõe das redes sociais para compartilhar tudo isto, sem depender de veículos de comunicação e jornalistas que, não raro, não querem indispor-se com os ocupantes do governo.

A sociedade viu, ouviu, curtiu, compartilhou e repercutiu a postura inconseqüente da PM no meio das passeatas, provocando infantilmente os manifestantes. A sociedade viu os manifestantes dando flores aos PMS. A sociedade não viu um ônibus sequer depredado. A sociedade viu a população assustada, dentro de ônibus e carros, suportando gás lacrimogênio e de pimenta, bombas e tiros lhes atingindo, tudo vindo das armas da polícia do Governador Eduardo Campos.  O governador aposta numa disputa de versões, mas nesta ele não consegue convencer nem o Cardinot!

Mas não foi somente esta "desinformação" que se viu ontem. Enquanto milhares de pessoas estavam nas ruas protestando e reivindicando a revogação do aumento (esta pauta está muito clara e parece que só o governador não percebeu ainda – será que é surdo?), um grupo tão oportunista quanto ilegítimo saia em socorro do governador. Entidades estudantis, aparelhadas por partidos que dão sustentação e dependem do governo, notadamente o PC do B, foram se reunir com Eduardo Campos e assim tentar tirá-lo da sinuca de bico em que está enfiado. Levaram seu chefe, o deputado estadual Luciano Siqueira. Estava também lá o presidente do PT, deputado Pedro Eugênio, para hipotecar seu apoio ao “soberano”. Operação “Salva Eduardo”.

Não é a primeira vez e nem a última que estas entidades estudantis cumprem este papel. Juntam-se aos governos para criar versões e assim confundir a população. O governo ganha a “paz” da desmobilização popular. As entidades “estudantis” amigas do governo ganham mais aparato, mais carteirinhas, para continuar sendo “representantes” dos estudantes. Neste pacto, estão agora propondo uma reunião de cúpula para o dia 20 de março (!), onde serão discutidos, certamente, o sexo dos anjos e outras coisas pelo estilo.

Mas num dia de tantas mentiras, digo, desinformações, duas verdades foram ditas. Uma delas pelo governador Eduardo Campos, na mesma entrevista em que se perdeu em, digamos, alucinações. O governador disse: “Se você  aumenta qualquer centavo a mais na passagem você vai tirando a condição de pessoas que passaram a ter condições de andar de ônibus. Volta a andar a pé. A maior quantidade de pessoas ainda se locomove a pé na cidade.” Bingo! Não se trata, portanto, de se discutir se o reajuste foi maior ou menor que em outras cidades, mas sim de se perceber que parte significativa da população sequer tinha condições de pagar R$ 2,00 – e agora são obrigadas a pagar R$ 2,15. O Estado vai dar as costas para estas pessoas?

A outra verdade dita em alto e bom som foi a voz das ruas. A população organizada, de forma autônoma, em Comitê Autônomo, horizontal, democrático, sem chefes ou caciques, de forma suprapartidária e apartidária, e não anti-partidária, pode exercer seu papel de reivindicar diretamente suas pautas e alcançar conquistas, de forma pacífica, como tem sido até aqui. Tanto é assim que nova mobilização acontecerá na próxima sexta-feira, no GP da Rua do Hospício, às 13 horas.

Se as manifestações continuarem neste ritmo, sem se aceitar as provocações arquitetadas pelo governo, que quer que cada manifestação termine em violência e agressões, o governador terá que voltar à realidade e negociar as reivindicações com o novo movimento popular que brota da indignação de cada cidadão.

PS: Edilson Silva é presidente do PSOL-PE

Estudantes revoltados com 'peleguice' das entidades estudantis

Do Blog de Jamildo

Circulam nas redes sociais fotos e textos em repúdio às entidades de representação estudantis, isso porque nas ruas, no tumulto, no sol, não apareceu uma sequer. Na reunião com o governador, lá estavam todas elas representadas.

Na coluna Repórter JC:

"No passado eram o PSB, PT e PCdoB; agora, PSTU, PSOL, pequena ala do PT e outros bem pequenos. A UNE não está presente nos protestos estudantis no Recife, porque o PCdoB, que domina há décadas a entidade, é aliada do governador Eduardo Campos (PSB). Apenas o PSTU coloca a cara nas ruas."

Depois de longo silêncio, Mesa da Unidade solta nota sobre protestos estudantis no Recife

Do Blog de Jamildo

Os confrontos quase diários entre a Polícia Militar e estudantes que protestam contra os recentes aumentos nas passagens dos transportes coletivos da RMR nos causa preocupação e desconforto.

Vivemos num estado de direito aonde aos cidadãos é facultada a prerrogativa de se organizar, expressar e reunir - inclusive para criticar e protestar contra medidas tomadas pelos governos, em qualquer nível.

E é isso que vem fazendo estudantes e jovens nas ruas da nossa capital, como é comum e usual em qualquer democracia digna desse nome.

Entretanto, se sucedem confrontos de rua, com cenas de violência e truculência por parte do aparato policial do governo do estado, sem que em momento algum as autoridades venham a dar um freio nesses episódios que a todos choca, preocupa e é motivo de repúdio.

É preciso parar com essa aspiral de confrontos, antes que algo grave venha a acontecer, antes que seja tarde. 

Há que se estabelecer o diálogo e a busca de entendimento, de modo a que a arrogância, a prepotência dos que se julgam d onipotentes, e que no passado se diziam democratas, descambe para perdas de toda a sociedade.

Não é apenas o custo das passagens que leva estudantes e população ao protesto. 

Mas também um sistema de transportes coletivos inseguro, impontual, sucateado e desconfortável, numa cidade aonde reina a imobilidade sob os olhos complacentes do desgoverno municipal. Que a tudo assiste e nada fala, se subtraindo as suas responsabilidades.

As oposições reunidas na MDU apelam ao governo do estado e PCR que chamem os estudantes ao diálogo e busquem soluções para o caótico transporte da RMR. e que nesse ínterim, caso as soluções e respostas sejam julgadas insuficientes pela população, que tratem nosso jovens com respeito aos seus direitos e sem violência. 

Pois em Pernambuco e no Recife, ao contrário do que imaginam os governos, não estamos numa ditadura, tão pouco sob o jugo da bota e espora de neo-ditadores iluminados e onipotentes.

A MDU está a disposição dos estudantes e da população para apoiá-los e assegurar-lhes o direito e a liberdade de manifestação ordeira e pacífica, na busca de soluções.

MESA DA UNIDADE DAS OPOSIÇÕES DO RECIFE
PPS, PMN, PMDB, DEM, PSDB.

Após estudantes chegarem à frente do Palácio do Campo das Princesas, Eduardo participa de reunião com comitiva

Foto: Eduardo Braga/SEI

Do Blog de Jamildo

O presidente do PT de Pernambuco, deputado federal Pedro Eugênio participou hoje, às 17h, de uma reunião no Palácio do Campo das Princesas entre o governador Eduardo Campos e uma comissão de 27 pessoas, representantes de seis organizações estudantis pernambucanas.

Em nome da UNE, UEP, UBES, UMES, UESTE e do DCE da Rural, os estudantes entregaram, ao governador, uma pauta propositiva, com 15 pontos. Dentre as reivindicações pediam: o cancelamento do aumento de 6,5% dado às passagens de ônibus, definido na última sexta-feira (20) e uma participação mais efetiva no conselho de transportes, que atualmente, só possui um representante da classe estudantil, não eleito pelo setor.

Na ocasião, Pedro Eugênio lembrou da lei estadual de sua autoria, que dá ao poder público a responsabilidade de garantir vale transporte aos seus funcionários.

“O sistema de transporte precisa receber subsídios fortes para poder, de fato, caber no bolso do cidadão”, declarou o parlamentar.

O petista exaltou a importância do momento e lamentou os excessos cometidos pela polícia militar.

“Muito bom estarmos aqui comprometidos com a causa popular, esse movimento reforça nossa aliança. Bom que o governador tenha se comprometido em avaliar os pontos expostos pelos estudantes e apurar as atitudes da polícia que passaram dos limites.”, disse o deputado.

A reunião também foi acompanhada pelos secretários das Cidades, Danilo Cabral, Articulação Social e Regional, Sileno Guedes, e da Casa Civil, Tadeu Alencar e o presidente estadual do PCdoB Luciano Siqueira. Veja as fotos do fotógrafo Nilton Villanova dos protestos desta quarta-feira 23.

Em novo dia de protesto, estudantes chamam governador de Pinochet de Pernambuco

Augusto Pinochet e Eduardo Campos / Foto: Ilustração
Do Blog de Jamildo

Em mais um dia de protestos nesta quarta-feira (23), já o terceiro, contra o aumentos das passagens de ônibus no Grande Recife, estudantes tomam a avenida Conde da Boa Vista em direção ao Palácio do Campo das Princesas. Cantando palavras de ordem, dentre elas, chamando o governador Eduardo Campos de Pinochet de Pernambuco.

No passado, o avô já havia sido criticado, nas ruas, da mesma forma, quando o PT era oposição a tudo, em manifestações de servidores públicos. O então deputado estadual Paulo Rubem Santiago, hoje no PDT, disse com todas as letras que o então governador Miguel Arraes era o Pinochet de Pernambuco, numa referência ao ditador chileno.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Em entrevista polêmica, Governador diz que estudantes jogaram pedras em ônibus, defende polícia e diz que vai apurar excessos



Do Blog de Jamildo

Se aconteceu, nenhum veículo da imprensa conseguiu ver. Também o Grande Recife Consórcio de Transporte esqueceu de mandar nota informando. O sindicato das empresas de ônibus também não se manifestou. Mas o governador Eduardo Campos (PSB) disse, nesta quarta-feira (25), que estudantes atiraram pedras, pedaços de pau e ferro em ônibus cheios de passageiros. Em sua primeira declaração sobre os confrontos entre polícia e estudantes, o governador, que estava em viagem oficial, defendeu os policiais, afirmou não ter informações de que houve exagero, mas prometeu apurar denúncias de excessos de ambas as partes.

Confira abaixo a íntegra da entrevista concedida pela manhã:

A Casa Civil já falou sobre esse assunto, as autoridades já falaram sobre esse assunto. Não há nenhum registro de que autoridades, seja do Ministério Público, seja da sociedade civil, tenha feito qualquer representação. Houve uma representação do Diretório Acadêmico feita ontem. Nós determinamos ao secretário (Wilson)Damázio (Defesa Social) que imediatamente fizesse toda a apuração. Temos compreensão que qualquer tipo de manifestação - nós lutamos por democracia, eu mesmo fiz muitas manifestações - tem que ser respeitada. Fui estudante, presidente de diretório de estudante, fiz muita passeata, fiz atividade de greve. Tenho a perfeita compreensão de que precisamos da juventude cada vez mais ativa, lutando por causas, transformações e mudanças. Esse respeito nós temos que ter. Agora, nós sabemos que o direito de um acaba onde começa o direito do outro. É possível fazer uma passeata, reivinticar, fazer uma pauta -  que nós não recebemos ainda. Mas não precisa fazer uma passeata e jogar uma pedra num cameraman de uma emissora. Porque ele é um trabalhador que merece respeito, um pai de família que tá ali lutando para levar seu sustento para dentro de casa. Não precisa fazer uma passeata e não se pode fazer jogando pedras num ônibus onde tem uma senhora que tá indo para o médico. Não pode parar as vias públicas porque vem uma ambulância que tá levando uma pessoa que está entre a vida e a morte e pode custar a vida de uma pessoa.

O que que acontece? No ano passado vocês viram oito manifestações como esta. Em determinado momento a própria mídia dizia que tinha que ter uma presença mais ativa do Estado e tal. Este ano, de forma preventiva, começamos a ver, inclusive na internet, sites e mensagens estimulando violência. A polícia, preventivamente, fez o mesmo tratamento que faz com as torcidas organizadas. Eles são treinados. Esse pessoal que foi para a rua é um pessoal que nclusive a Fifa discutiu com eles para treinar para a organização da Copa do Mundo da África do Sul. O que é? Garante a passeata sem isolar a rua. Faz uma faixa e faz isso. Fizemos isso com o Movimento Sem Terra, com categorias que estavam em greve. Sem nenhum estresse, sem nenhum problema. A orientação era: preserva o direito da manifestação e preserva o direito do cidadão ir e vir.

O próprio movimento dividiu. Uma parte quer construir uma pauta. Porque sequer uma pauta tinha. O movimento dividiu porque não concordou, muitas entidades não concordaram com os atos de violência que houve. O que é que tem que ser feito? Tem que ser apurado. Você não pode sair do trabalho para ir para a televisão, estar dentro de um ônibus e alguém se achar no direito de jogar um tijolo, um pedaço de ferro. Onde fica seu direito, sua integridade física? E o Estado? Faz o que? O Estado tem que agir na forma da lei. Garantir a manifestação pacífica, receber a pauta que venha. O que é possível a gente diz que é possível, o que não é possível a gente diz que não é possível e por que não é possível. Com muita tranquilidade. Agora, qualquer violência por parte de manifestante ou por parte de qualquer agente do Estado será apurada com toda a transparência. Não há nenhum órgão de controle que diga assim...

Houve na sexta-feira, por exemplo, uma notícia de que estavam proibindo os meninos de fazer a passeata a partir da Faculdade de Direito do Recife. As entidades foram lá. O próprio Ministério Público foi lá e não constatou isso. Doutor João Lyra falou com as autoridades do Ministério Público e disse 'não, nós não vimos isso. O que está se tentando é organizar uma questão de direito, com toda tranquilidade'.

O secretário Sileno (Guedes) recebeu as entidades ontem, vai receber hoje... A questão começou com o que? Qual é o fato? A questão começou com o aumento de passagem. Qual é a passagem da Região Metropolitana do Recife? Ninguém fala isso. É a menor do Brasil. Quando eu cheguei ao governo era uma das cinco maiores do Brasil. É a menor do Brasil (agora). Qual o reajuste que está sendo dado pelo governo? É o menor do Brasil Porque o nosso governo definiu uma política. Em vez de ser uma tabela que fazia muitas vezes a passagem subir duas vezes o que era a inflação é agora o índice inflacionário menor, que é o IPCA. Há uma regra transparente, clara. Há investimentos em transporte... Isso não está mais nem sendo discutido.

Está sendo discutido se pode ou não ter passeata. Pode ter passeata. Quantas achem necessário serem feitas. Agora, tem que respeitar o direito dos outros. O que é respeitar o direito dos outros? Não interromper as vias de trânsito. Fazer a passeata numa faixa e não jogar pedra nem em jornalista, nem em cidadão, nem em transeunte, em ninguém. E pode nessas passeatas fazer as reivindicações, as críticas... Com toda a tranquilidade.


PERGUNTA - Os estudantes dizem que houve exagero por parte da polícia. Já é possível dizer isso ou o senhor acha que ainda é cedo?

Veja, a passeata é dizendo que o aumento da passagem era indevido. Aí perderam esse discurso quando descobriram que a passagem de Recife era a menor do Brasil e com o reajuste ela passava a ser a vigésima porque seis ainda não deram o reajuste, aí perderam esse discurso. Não tem uma pauta. Toda reivindicação tem uma pauta. O sindicato dos jornalistas quando procura a direção dos jornais para discutir, discute condição de trabalho, horário de trabalho, salário, hora extra, uma série de questões. Não havia uma pauta. A pauta deixou de haver. Ah, houve problema. As pessoas, próprio Ministério Público, OAB foram lá na sexta-feira e não encontraram problema. No dia de ontem, o Diretório Acadêmico de Direito foi e fez uma passeata, onde não houve problema nenhum, e entregou na corregedoria. O secretário Damázio disse imediatamente que iria apurar. Agora, o que houve, vocês sabem, houve um cameraman de uma televisão que foi agredido. Houve filmagem e fotos de vocês mesmos com tijolos nas mãos. Houve agressão feita a pessoas e a necessidade de bloquear uma rua onde está ambulância para passar, pessoas que precisam passar para trabalhar. Depois tem um protocolo que a polícia usa, não em busca de nenhuma violência. Se você for cuidar de ouvir também os policiais que estavam lá, que são trabalhadores, pais de família, que estavam lá em pé seis horas, o que eles ouviram... Tem policial que foi para o IML. O comandante do Batalhão de Choque levou duas pedradas. Uma no braço e uma na perna. Passou por exame. Tem que se apurar um lado e outro e se apelar para as pessoas fazerem suas reivindicações de forma a não prejudicar a vida dos outros com violência.

PERGUNTA -  O que se cobro muito fortemente nas redes sociais foi uma promessa de campanha sua de manter ou baixar o preço da passagem. Foi uma inserção do PSB de setembro do ano passado.

Não é uma promessa de campanha. Há um programa do PSB depois da eleição em que nós propusemos - e eu propus isso ao governo federal - tirar os impostos, e isso tá feito à presidente Dilma, tirar os impostos federais que têm sobre a passagem de transporte urbano. Eu não tenho esse poder de tirar. Foi uma proposta feita nacionalmente ao governo federal. Há uma discussão neste momento no Ministério das Cidades para (saber) se isso é possível. A crise econômica postergou essa decisão do governo federal. É algo em torno de R$ 6 bilhões que tiraria os impostos. Não é uma promessa de campanha. É uma proposta do PSB que o PSB mantém. Diferente do movimento, que não apresentou uma pauta ainda. Se a pauta do movimento é a pauta do PSB eu estou feliz porque a gente vai somar força com o movimento e vai seguir lutanto para conseguir das autoridades federais que um dia desonerem a passagem de ônibus. Por que (isso) é importante? 

Porque a gente precisa melhorar a qualidade do sistema. Por exemplo, ar-condicionado nos ônibus. Seria ótimo. Mas se bota, aumenta a passagem. Se você  aumetna qualquer centavo a mais na passagem você vai tirando a condição de pessoas que passaram a ter condições de andar de ônibus. Volta a andar a pé. A maior quantidade de pessoas ainda se locomove a pé na cidade. No nosso governo, enquanto o salário mínimo cresceu 85%, a passagem, 25%. Foi o menor aumento de passagem em toda a série histórica dos últimos 20 anos que houve. Nunca um governo aumetou a impassagem só a inflação. Nunca. Nem aqui nem em outra praça do Brasil. Por isso que o debate do preço da passagem saiu da pauta. Está se discutindo se houve atrito ou não num determinado episódio de manifestação. Se houve, vamos apurar.

PERGUNTA - Na visão do senhor houve excesso por parte de quem participou da manifestação pública?

Eu não estava aqui. Estava em missão oficial junto ao Banco Mundial e o BID. Vim buscar recursos para o desenvolvimento de Pernambuco. As informações que eu tenho é que não houve. Se houve excesso, esses excessos serão punidos. De um lado e de outro. O fato é que vocês tiveram um câmera da própria televisão agredido. Vocês viram cidadãos passando em ônibus, pessoas do povo, senhoras, tendo pedrada nos ônibus. Isso não pode acontecer. A gente tem que defender o direito das pessoas fazerem manifestação, reivindicar seus direitos. Mas as pessoas também têm que saber que o direito de um acaba onde o direito do outro começa. O direito de fazer a passeata tem que ser respeitado, mas o direito de uma ambulância passar tem que ser respeitado. O direito  de uma senhora que esta´indo ao médico, no ônibus, chegar na hora da sua consulta tem que ser respeitado. E ninguém tem o direito de sair de casa, com um pedaço de ferro, um pedaço de pau ou uma pedra para jogar contra um inocente. Esse direito não existe. E a polícia tem que cumprir a lei. A polícia não sai para fazer nenhum ato de violência. Todas as vezes que a polícia agiu fora da lei nós punimos. A polícia tem agido, ao meu ver, dentro da lei e dentro do que manda a Constituição. O direito de ir e vir é sagrado.

Suposto relato de menina que recebeu gravata na manifestação circula nas redes sociais



Do Blog de Jamildo

Eis o texto de Juliana:

"O INSUSTENTÁVEL PESO DO ESTADO

Meu nome é Juliana, sou aprendiz de parteira e doula, formada em fisioterapia, mulher cearense erradicada no Recife... cidadã do mundo. Logo depois que o dia 23/01/2012 me acordou com seus raios solares, programei meu dia e se tudo ocorrese bem seria um dia normal, normal, normal. Mas graça ao insustentável peso do estado meu dia foi um tanto atípico. Lá estava eu indo almoçar na casa de um amigo quando cruzei a boa vista e vi a passeata. O confroto com o choque já havia acontecido. Como qualquer outro cidadão que utliza o meio de transporte coletivo senti que devia cumprir meu dever de quem acredita que ainda pode ser diferente e segui a passeata. Meus planos era desviar o caminho, assim que fosse possível, para manter a programação. Segui a passeata até o cruzamento da Boa Vista com a rua da Soledade e nesse momento os manifestantes, que já eram poucos, haviam decidido que continuariam a caminhada até o Derby. O tempo foi passando e a notícia que o choque estava se aproximando foi alterando os ânimos. Houve mudança de planos e iniciou-se a dispersão.

Alguns manifestantes, inclusive eu, entraram na contra-mão da rua da Soledade para se dispersar. Por algum motivo o Coronel se alterou bastante e começou a agredir verbalmente e tentou impedir fisicamente os manifestantes de continuarem a caminhar. Continuei na contra-mão (o único crime que cometi =) ) na rua da Soledade achando que daqui a alguns minutos meu dia, que já não estava mais tão normal assim, continuaria caminhando conforme a programação. Passei pelo Coronel e quando já estava de costas senti uma dor no meu braço. Foi muito rápido. Já estava presa e sendo carregada. Demorou alguns segundos até cair a ficha: peraí um momento, se eu não fiz nada porque estou sendo presa???

Era real e eu estava sentindo fisicamente o insustentável peso do estado. Um sorriso de aceitação me escapou da boca. Se vão me levar que seja com dignidade. E a partir daí resisti. Foram minutos que duraram uma eternidade. Consegui escapar das mãos do Coronel, mas minha liberdade durou muito pouco. Se eu estava achando que meu braço estava dolorido era porque eu ainda não havia experimentado o tal do "mata-leão". As lembranças ficam um pouco confusas, mas eu lembro perfeitamente a sensação de ser levantada do chão puxada pelo pescoço. Dói. Nesse momento a indignação correu meu corpo e foi nessa hora também em que mais senti medo. Nessa hora você não pensa em nada e tudo ao seu redor some. Você só quer sair dali. Eles apertam pra faltar oxigênio e fazer você perder as forças. Você pensa em tudo e nada ao mesmo tempo. A sensação não tem como descrever. É assustador. Resisti como pude, mas a luta não é justa quando seu oponente possue força pra te arrastar com apenas um braço. O tempo todo gritava: porque estou sendo presa? Fui levada até o carro, onde já estavam os outros dois detidos.

Dentro do carro a adolescente, de apenas 14 anos, estava em estado de choque. Vi seu medo e seu dessespero escorrendo através de suas lágrimas. Ela havia recebido spray de pimenta diretamente na cara. Estava em pânico. O outro rapaz, 19 anos, mesmo tendo recebido também spray estava bem tranquilo. Quando o Coronel entrou no carro a viatura partiu. O mais irônico nesse momento vou ter presenciado a tentativa dos policias em acalmar a garota. Inuteis! Fomos levados, inicialmente, para a delegacia mais próxima, mas não poderíamos ficar ali porque existia uma de menor detida. Já nessa delegacia o Coronel, que ganhou alguns arranhões no braço durante a confusão, falou em me acusar de lesão corporal e de dano ao patrimônio porque no meio da confusão seu celular de trabalho havia sido quebrado.

Acusada de lesão corporal e dano ao patrimônio??????? Como assim??? Impotência...

Fomos levados a delegacia para criança e adolescente. Nesse meio tempo as fotos já circulavam pelas redes sociais e o poder da internet (que o estado tbm quer controlar) demonstrou do que pode ser capaz. O tempo de espera foi loooooooooooongo. Acusações, tensão, falta de fome, espera, falta de informação, impotência, dor de cabeça, hematomas, boca seca, borboletas no estômago, espera... logo chegaram nossos advogados, foi logo três de uma vez. Peeeense que estávamos bem assessorados! Deixo aqui meus agradecimentos a Pedro, Natali e John. A presença deles deixou nossos corações mais tranquilos, pois agora tinha alguem que entendia a língua deles.

Enquanto estava dando meu depoimento para o delegado o mesmo recebeu uma ligação que disse ser da Coordenadora dos Plantões. Eles discutiram sobre o artigo 262 do código penal.
Art. 262 - Expor a perigo outro meio de transporte público, impedir-lhe ou dificultar-lhe o funcionamento:
Pena - detenção, de um a dois anos.
§ 1º - Se do fato resulta desastre, a pena é de reclusão, de dois a cinco anos.
§ 2º - No caso de culpa, se ocorre desastre:
Pena - detenção, de três meses a um ano.
Forma qualificada

Pelo que entendi da conversa ela estaria sugerindo que fossemos enquadrados nesse atigo. Contudo, o delegado afirmou que pela conversa que tinha dito com o coronel não cabia tal artigo, pois não havia ocorrido nenhum fato que justificasse tal acusação. Ainda vivemos na ditadura, meu povo, onde ordens são dadas através de ligações! A pressão estava vindo direto da SDS. No final das contas a acusação de lesão corporal foi dada para a menor e esqueceram a acusação de dano ao patrimônio. Vai saber o que se passou, né? Resumindo, fui acusada de desacato, desobidiência e resistência a prisão. Neguei todas as acusações, mas vou responder a um TCO (termo circunstancial de ocorrencia).

O corpo acordou dolorido, com alguns hematomas e ainda estou engolindo com dor. As marcas ficam e a luta segue...

Peço desculpa pela demora na resposta, mas estava sem net e no outro dia do ocorrido tive que viajar. Gratidão por todas as mensagens. Gratidão pela preocupação. Gratidão pela força. Gratidão pelo companheirismo. Gratidão pelo cuidado. Gratidão pelo amor.

Hoje vivemos a ditadura da democracia. É a democracia relativa. Tudo depende de quanto você pode pagar. E aí, vai pagar quanto?

Viva a liberdade de expressão!
Todo poder ao povo!
Resistir até o fim!

Namastê!
Mente vasta
Céu Infinito."