terça-feira, 26 de junho de 2012

Eduardo recebe Oscar da gestão oferecido pela ONU


Em cerimônia na sede da ONU, em Nova Iorque, o governador Eduardo Campos recebeu o Prêmio das Nações Unidas de Serviço Público (UNPSA) nesta segunda-feira (25/06). Pernambuco foi o único estado do Brasil a ser premiado e também o primeiro a vencer em duas categorias em dez edições do concurso.

Os jurados do Prêmio atribuíram reconhecimento máximo à iniciativa do Governo de Pernambuco de promover, através dos seminários Todos por Pernambuco, ampla consulta à população para definir as prioridades do governo. Premiaram também o programa Chapéu de Palha Mulher, que dá assistência às mulheres trabalhadoras rurais em período de entressafra.

O UNPSA é considerado o "Oscar" da gestão pública mundial. Esta foi a primeira vez em que uma administração estadual foi premiada por sua política de gestão. Até então, apenas municípios haviam sido contemplados.

“É um reconhecimento e, ao mesmo tempo, um apoio, que reforça o nosso compromisso com a inovação no serviço público", disse o governador. "Estou muito feliz e quero compartilhar esse prêmio com todo o povo pernambucano, com todos os servidores públicos do Estado. Isso não é obra de uma pessoa, é obra de um conjunto, da capacidade de união que temos demonstrado”, disse Eduardo.

O UNPSA é o prêmio de maior prestígio do mundo em relação à prestação de serviços públicos. Anualmente, ele contempla instituições que contribuíram para o desenvolvimento da administração pública nos cinco continentes com o objetivo estimular a difusão desses avanços. A cerimônia de premiação reuniu mais de 400 participantes na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Coordenado pela Secretaria de Planejamento e Gestão, o Todos por Pernambuco concorreu com outras 471 práticas de gestão pública apresentadas em 73 países. O programa venceu na categoria “promoção da participação na construção de políticas públicas através de mecanismos inovadores“ sendo considerado o melhor e mais moderno sistema de participação popular, com demandas incorporadas à formulação de políticas públicas.

Um dos principais responsáveis pela concepção do Todos por Pernambuco, o ex-secretário de Planejamento e Gestão e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio, subiu ao palco para receber o troféu ao lado do governador Eduardo Campos e do atual secretário de Planejamento, Alexandre Rebêlo. 

“O reconhecimento do Todos por Pernambuco pela ONU dá destaque global a um dos principais fundamentos do modelo de gestão pública desenvolvido no Estado, que mescla a adoção de práticas de governança trazidas das empresas privadas com a disposição de dar oportunidade para que o cidadão sugira políticas e avalie as ações realizadas", disse Geraldo Júlio.

Cerca de 13.500 pessoas e 3.500 entidades participaram dos seminários realizados nas 12 microrregiões do Estado. A ausculta popular gerou um amplo documento com 26 mil propostas que foram analisadas e cruzadas. O resultado desse estudo foi consolidado em documentos como o Plano Plurianual (PPA) e na própria Lei Orçamentária estadual.

Já o Chapéu de Palha Mulher foi premiado na categoria “Promoção da Inclusão de Gênero nos Serviços Públicos”. Criado em 2007, ele interiorizou as ações de gênero em Pernambuco, atendendo as trabalhadoras rurais da zona canavieira e da região da fruticultura irrigada no período da entressafra. Além de conceder um auxílio-financeiro e cursos profissionalizantes, o programa fortalece a cidadania das mulheres com oficinas de políticas públicas, gênero, raça e etnia, como explica a secretária Cristina Buarque.

"Esse prêmio tem uma importância muito grande, ele coloca uma política emergente na agenda do Estado. A partir de 2007, o governador inaugurou uma política voltada para a promoção da igualdade entre homens e mulheres, e aí nós ganhamos esse prêmio que confirma todo esforço", frisou Buarque, que recebeu a estatueta de vidro acompanhada do governador e da secretária-executiva de Políticas para Mulheres, Bárbara Kreuzig.

A edição 2012 do UNPSA vai até a quarta-feira com a realização de seminários e mesas-redondas sobre as iniciativas vencedoras. Amanhã, Eduardo concede uma entrevista coletiva na sede da ONU e à noite retorna para o Recife, onde chega no dia seguinte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário